Apoie o Blog!

sábado, 11 de julho de 2020

Si Suk Ursula´s Kung Fu Family Tenth Year

Quando Si Suk Ursula recebeu a Titulação de Mestre pela Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence. Si Gung disse algo muito importante em seu discurso: Teria dito ele, que ela já iniciava essa nova fase de sua trajetória, com um desafio que nenhum outro dos Mestres até então havia tido: O de que além de Mestra, era mãe e esposa.Si Gung pontuou a limitada percepção social que diferencia a maneira que encaramos a dedicação de um homem ao seu trabalho, em comparação a de uma mulher.  E esse foi um fator que me voltou à cabeça anos depois, quando numa Cerimônia da Família Moy Fei Lap, Si Suk Ursula saiu literalmente correndo(ou andando rápido) ao final da mesma. Pois na sequência teria alguma apresentação da Rebeka em sua escolinha. Veja: Era um Sábado à tarde, e mesmo depois de uma longa e estenuante semana desempenhando as várias funções acumulativas que sua carreira exige, compareceu àquela Cerimônia tanto para prestigiar seu irmão Kung Fu quanto para fazer sua Família presente. E isso, claro, se deu em tantos outros eventos, viagens e noites dormindo no Mo Gun.
A Si Suk Ursula vive com sua família na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro e seus Mo Gun geralmente localizam-se ao longo da Avenida Nossa Senhora de Copacabana, que fica na Zona Sul. Para quem não conhece a cidade, é uma distância bem considerável, mesmo de carro. Soma-se à isso, a dificuldade em encontrar uma vaga para estacionar quando se chega em Copacabana- "Eu conhecia um rapaz aqui que guardava minha vaga, mas ele não está aqui hoje". - Disse ela a mim enquanto procurava uma vaga para seu carro. Em outra ocasião, acompanhei ela até onde seu carro estava por uma rua um tanto quanto deserta num horário não tão bom para se perambular pelas redondezas. Essas são pequenas passagens, que mostram o desafio de um Si Fu, para poder prover o melhor aos seus To Dai. Momentos como esses são tão singelos, que muitas vezes passam despercebidos pela maioria. Então você vê aquele aluno mandar uma mensagem descompromissada em cima da hora dizendo: "Si Fu, hoje não poderei ir".
Si Suk Ursula começou o trabalho na região da Zona Sul em Ipanema num espaço com outras atividades. Certo dia, a dona decidiu se desfazer do local, e a partir dali começou uma contagem regressiva: Si Suk Ursula teve pouco tempo para decidir o que fazer e para onde ir.- "Será que os alunos acompanhariam?" - Si Suk Ursula aceitou o desafio e alugou uma sala muito bem dividida em Copacabana. Seus primeiros alunos e alguns outros da própria Família Moy Jo Lei Ou, ajudaram na montagem daquele local. Eu adorava frequentar aquele Mo Gun. Achava ele muito aprazível e estar com a Si Suk Ursula sempre era muito bom. Por isso, quando um dia cheguei lá e a acompanhei com alguns de seus alunos, até um imóvel no mesmo bairro. Descobri que ela pretendia se mudar e não entendi. Si Suk Ursula parecia ter desenvolvido àquela altura, uma habilidade pontuada por Si Gung em alguma de suas visitas: A de que um líder deve sentir as coisas no ar.
Quando a Família Moy Lin Mah mudou-se para o novo endereço, a Rebeka já estava mais velha, e vez ou outra ela aparecia num evento. Fossem nesses momentos ou em outros em que pude presenciar a relação das duas. Sempre vi uma filha muito apaixonada pela mãe. Às vezes morro de rir quando vejo alguma brincadeira em vídeo das duas  em alguma rede social da Rebeka. A Si Suk Ursula do círculo marcial tem um olhar muito penetrante, e então nesses vídeos o olhar ainda está lá, mas ela está brincando. São cenas engraçadas de mãe e filha.
Em outra oportunidade, descia de carro com ela uma rua de Copacabana em direção ao seu Mo Gun. Comentei com ela a sorte que ela tinha de ter encontrado um companheiro que entendia tão bem sua profissão. Ela respondeu rindo: "Sorte nada! Teve muito trabalho dos dois." - E esse trabalho dela e de seu esposo Ricardo Lopes, criou uma parceria muito especial na condução da Família Moy Lin Mah. Digo isso, porque os alunos são super apaixonados pelo Ricardo e se entusiasmam a cada vez que ele está com eles.
Meu Si Fu diz que o dia da celebração "não vale". O que "vale" é o que acontece entre esse dia e o do próximo ano. E pensando em tudo que ocorreu nos bastidores de cada desafio vivido pela jovem Mestra(a primeira da América Latina desta arte marcial). Acredito que ela tenha sido muito bem sucedida. Afinal, ela vem conseguindo de forma brilhante honrar o desafio pontuado por seu Si Fu no dia de sua Titulação. Pois não se passa um "Dia dos Namorados" ou de "Aniversário de Casamento", que seu esposo não lhe faça uma declaração pública como se estivessem ainda iniciando seu namoro em 1995. Como também, apenas pelo tom de voz e sorriso de sua filha ao se dirigir à ela, podemos ver quanto amor existe ali. E isso, com todos os aparentemente infindáveis compromissos que envolveram e envolvem sua carreira nesses dez anos.
Parabéns para a minha Si Suk Ursula, por sua coragem diária, em seguir transformando vidas. Inclusive a minha.

When Si Suk Ursula received her Master's Degree from Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence . Si Gung said something very important in his speech: He would have said, that she has already started this new phase of her trajectory, with a challenge that no other Master  has yet had: Besides being a Master, she was also a mother and wife. Si Gung pointed out a limited social perception that differentiates a way of looking at a man's dedication to his work, compared to a woman. And that was a factor that left me thinking years later, when during some Moy Fei Lap Family's Ceremony, Si Suk Ursula literally ran (or walked fast) in the end of it. Because right after that, she had to attend some presentation of her daughter Rebeka in her school. See: It was a Saturday afternoon, and even after a long and challeging week, performing as several cumulative functions that her career requires, she attended that Ceremony to prestigious her  Kung Fu brother and to make her family present. And that, of course, happened in so many other events, trips and nights spent at her Mo Gun.
Si Suk Ursula lives with her family in the West Zone of the city of Rio de Janeiro and her Mo Gun(Schools) are usually located along  Nossa Senhora de Copacabana Avenue, which is in the South Zone. For those who do not know the city, it is quite distant,even by car. Beside that, there is the difficulty of finding a parking space when arriving in Copacabana- "I know a boy here who keeps a parking space for me, but he is not here today". - She said to me while looking for a parking lot for her car. On another occasion, I accompanied her to where her car was on the street  at a time that is not so good for wandering around. These are small passages, which show the challenges of a Si Fu, to prove the best to his/her To Dai. Moments like these are so simple, that they often go unnoticed by the majority. So you see that student send an uncompromised message at the last minute saying: "Si Fu, today I can't go".
Si Suk Ursula started working in the South Zone region in Ipanema in a space with other activities. One day, when the owner would sell the place, and from there a countdown begins: Si Suk Ursula had little time to decide what to do and where to go.- "Would the students follow her?" - Si Suk Ursula accepted the challenge and found a very well divided room in Copacabana. Her first students and some others from the Moy Jo Lei Ou Family helped to set up this place. I loved attending that Mo Gun. I thought it was a very pleasant place and being with Si Suk Ursula was always very good. So when one day I arrived and accompanied her and some of her students, to a property in the same neighborhood. I found out that she wants to move and I didn't understand. Si Suk Ursula seems to have developed at that moment, a skill punctuated by Si Gung on some of his visits: A leader that should feel the things in the air.
When the Moy Lin Mah Family moved to the new address, Rebeka was already older, and used to show up at some events. Whether at these times or at other times when I could see the relationship of Si Suk and her daughter. I have always seen a daughter very much in love with her mother. Sometimes I die laughing when I see a video of the two on some Rebeka´s social network playing around. Si Suk Ursula from the martial arts circles has a  very penetrating eyes, and so in the videos her strong eyes are still there, but she is playing with her daughter. So there are some funny scenes of mother and daughter out there.
On another occasion, I was with Si Suk in her car  driving down some Copacabana street towards her Mo Gun. I told her how lucky she was to find a partner who understood her profession so well. She replied laughing, "There was nothing about lucky! There was a lot of work for both of us." - Her husband Ricardo Lopes, created a very special partnership in the management of the Moy Lin Mah Family with her. I say that, because the students are super in love with Ricardo and get excited every time they are with him.
My Si Fu says that the celebration day "Does not count". What "counts" is what happens between that day and the next year. And thinking about everything that happened behind the scenes of each challenge experienced by the young Master (the first in Latin America in this martial art). I believe it has been very successful. After all, she has brilliantly managed to honor the challenge punctuated by her Si Fu on the day of her Master´s Degree Qualification. Because there is no "Valentine's Day" or "Wedding Anniversary", that her husband does not make a public statement to her as if they were still starting their relationship in 1995. As well, just by the tone of her daughter's voice and smile by addressing it to her, we can see how much love there is. And that, with all the seemingly endless commitments that have involved and involve her career in these ten years.

Congratulations to my Si Suk Ursula, for her daily courage, in continuing to transform lives. Including mine.


The Disicple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com