Apoie o Blog!

quarta-feira, 29 de abril de 2020

MESTRES DE KUNG FU DO RIO DE JANEIRO SE REINVENTAM EM TEMPOS DE CRISE


(Os Mestres de Ving Tsun Julio Camacho,à dir. e Ricardo Queiros, à esq. 
Promovem hoje um encontro remoto aberto ao público).


Muitos ramos profissionais estão sentindo o duro golpe da crise provocada pelo novo corona vírus. Porém, em meio à crise econômica que já é uma realidade em várias partes do planeta, cariocas profissionais de uma arte marcial chinesa chamada “Ving Tsun”, têm conseguido com sucesso se reinventarem para esta nova realidade. Pois através de encontros remotos com alunos de várias partes do mundo, o Mestre Senior Julio Camacho afirma que: “...Nunca estivemos tão próximos, nunca estivemos tão conectados e nunca estivemos tão juntos...” – Mas como isso seria possível em tempos de isolamento social?


O Sistema Ving Tsun ficou famoso no mundo, por conta do ator de cinema Bruce Lee ter sido praticante formal desta arte. Mais tarde, os filmes da franquia “O Grande Mestre” estrelando Donnie Yen, reacenderam o interesse do grande público.
Porém, a fundação desta arte data de mais de quatrocentos anos atrás no sul da China, e o seu diferencial é exatamente o fato de ter sido fundado por uma mulher: Yim Ving Tsun. Esta, à quem os seguidores deste Sistema (que recebeu seu nome em sua homenagem) atribuem sua fundação. Buscam seu desenvolvimento humano através de um conceito conhecido por “Feminilização da Guerra”. Com isso, eles desenvolvem características como: Percepção, sensibilidade e acolhimento. Características estas, nem sempre relacionadas às artes marciais.


E foi fazendo uso da capacidade de ajuste proveniente do entendimento desta arte, que o Mestre Senior Julio Camacho(FOTO) observou a quase dois anos atrás. Uma necessidade de criar um canal remoto para que pudesse ter uma ponte com alunos que nem sempre conseguiam encontra-lo. Fosse por dificuldades geográficas ou por falta de tempo.
Mas não se engane! Esses encontros não priorizam aulas que trabalham os movimentos pela tela do computador(apenas). Pois no final da década de ’90, o Patriarca Moy Yat, pediu à seu aluno Grão-Mestre Leo Imamura(Mestre de Julio Camacho), que preparasse uma espécie de “caixa de ferramentas” que protegesse o Sistema Ving Tsun em sua integralidade para as próximas gerações. Assim nasceu o “Programa Moy Yat Ving Tsun de Inteligência Marcial”.


No Programa Moy Yat Ving Tsun de Inteligência Marcial, o praticante tem uma programação que lhe permite ter acesso à diferentes aspectos referentes ao entendimento da arte marcial que pratica, possibilitando seu desenvolvimento humano. O membro da Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence, entende que o que muitos chamam de “parte prática”. É apenas um dos aspectos explorados nessa instituição.



Desta forma, a chegada do isolamento social não afetou Mestre Julio Camacho e os profissionais que atuam sob sua orientação. Na verdade, apenas potencializou o processo que já estava em curso. Tendo isso em vista, outro veterano da mesma instituição, o Mestre Senior Ricardo Queiroz. Convidou Julio Camacho para um encontro remoto na noite desta Quarta(29 de Abril), reunindo os alunos dos dois Mestres. Porém, a boa notícia é que este evento que apresentará, através de uma lente do Kung Fu, o oportuno tema: “Angústia, Ansiedade e medo”, será aberto ao público!

Para ter acesso gratuito à esse encontro hoje as 20h e fazer perguntas ao vivo ao Mestre Senior Julio Camacho. Basta entrar em contato via whatsapp com o número:  21 99963-6988 e falar com André Guerra.