Apoie o Blog!

sábado, 12 de outubro de 2019

GRAND MASTER LEO´S LECTURE ABOUT FEMININE NATURE


Numa Sexta-feira na cidade do Rio de Janeiro, meu Si Gung, Grão-Mestre Leo Imamura(Foto). Esteve presente no Copacabana Suits Atlantica Hotels, RJ (Zona Sul da cidade). Para fazer uma palestra aberta sobre um tema bem desafiador de se abordar nos dias atuais: "O Impacto do Feminino na Gestão de Conflitos."
Se você perguntasse para as diferentes pessoas ali presentes, incluindo o próprio Si Gung. Para cada uma delas, a experiência da palestra foi completamente diferente. E para mim também...Afinal, essa palestra começara para mim ainda em 2007. E eu nem sabia disso...

Some Fridays ago in the city of Rio de Janeiro, my Si Gung, Grand Master Leo Imamura(Photo above). Was present at Copacabana Suits Atlantica Hotels, Rio (South Zone of the city). To lead an open lecture on a very challenging topic to address these days: "The Impact of Feminine on Conflict Management."
If you asked the different people there, including Si Gung himself. For each of them, the talk experience was completely different. And for me too ... After all, this talk had started for me still in 2007. And I didn't even know it ...

Doze anos antes...
Twelve years before ...
Em Fevereiro de 2007, tínhamos agendada uma reunião que contou com a presença do meu Si Suk, o Mestre Leonardo Mordente e do meu Si Fu, na casa de uma irmã Kung Fu na Gávea. Naquela ocasião, três irmãs Kung Fu(incluindo a dona da casa), estavam promovendo uma peça sobre o Sistema Ving Tsun. Si Fu me indicou para roteirista, mas uma delas foi absolutamente contra. Segundo ela, que não me conhecia muito bem, eu era "apenas um garoto". (E provavelmente eu era mesmo, em vários aspectos..risos). 
No dia da tal reunião, eu apareci com uma bermuda jeans que ia até o tornozelo, uma sandália despojada, e uma camisa do personagem Shaka de Virgem. 
Lembro claramente da expressão de incredulidade de Si Fu olhando para mim na lendária "lanchonete do posto", quando me perguntou: "Pereira, eu estou tentando entender a razão de você estar vestido assim, mas confesso que está difícil de entender." - Todos pararam de comer e senti os olhares sobre mim. Si Fu prosseguiu: "Sua irmã Kung Fu justifica a discordância com sua participação pelo fato de achar você imaturo para a tarefa e você vem vestido de Cavaleiro do Zodiaco. Você consegue me explicar sua lógica?"
Sem conseguir me justificar, peguei um ônibus, voltei em casa, pedi o carro do meu pai emprestado e fui ao compromisso com a roupa que apareço na foto acima. Corri tanto com aquele Siena 2002, que cheguei ainda junto do Si Fu que estava com os demais em seu Zafira na Gávea. - "Agora sim!" - Disse ele.

In February 2007, we had scheduled a meeting attended by my Si Suk, Master Leonardo Mordente and my Si Fu, at the home of a sister Kung Fu in Gávea. At that time, three Kung Fu sisters (including the house owner) were promoting a play about the Ving Tsun System. Si Fu indicated me as a screenwriter, but one of them was absolutely against. According to her, who didn't know me very well, I was "just a boy". (And probably I was, in many ways..laughs).
On the day of such a meeting, I showed up in a pair of ankle-length denim shorts, a stripped sandal, and a shirt of the "Knights of the Zodiac" anime.
I clearly remember Si Fu's expression of disbelief looking at me in the legendary "coffee shop"(where we used to go) when he asked me, "Pereira, I'm trying to understand why you're dressed like this, but I confess it's hard to understand."-  Everyone stopped eating and I felt the stares on me. Si Fu continued: "Your Kung Fu sister justifies the disagreement with your participation by finding you immature for the task and you are dressed as a Kinght of the Zodiac. Can you explain your logic to me?"

Unable to justify myself, I took a bus, came home, change my clothes, borrowed my father's car, and went to the appointment with the clothes that appear in the picture above. I ran so fast with that 2002 Siena that I even got there together to Si Fu that was with the others in his Zafira already in Gávea. - "Now yes!" - He said.


Dias atuais...
Current days...

Já estava desde cedo com meu Si Fu e Si Mo, e a partir da hora do almoço, meu To Dai Thiago Duarte(foto), passou a me acompanhar. Sabe, ainda hoje é novidade para mim ter um To Dai me acompanhando nesses momentos. Estive em tantos episódios do Grande Clã Moy Yat Sang com Si Fu, que já é parte de mim segui-lo. Por isso, me preocupo tanto com a mensagem que estou passando a cada momento. O interessante, é que também deixamos "vazar" coisas boas, como por exemplo: Fibra , dedicação e esse desejo legitimo de cuidar do Si Fu.
Eu estava usando uma camisa regata, e meu plano era colocar o blazer por cima. Quando o fiz, percebi que ficara completamente ridículo. Percebi então que não havia me preparado adequadamente para a ocasião. Afinal, diferente de 2007, represento muito mais do que a mim mesmo em ocasiões públicas e do círculo marcial agora. Mais do que isso: Meu To Dai estava muito bem apresentável.
Quando Si Fu e Si Mo entraram no Uber, meu outro To Dai , Rodrigo Caputo havia chegado e o deixei por alguns minutos com Thiago. Fui até a loja da Reserva e pensei no que Si Fu faria. Decidi que escolheria a camisa que combinasse melhor com o restante da roupa. Sem me importar com o preço.

I was already early with my Si Fu and Si Mo, and from lunch time, my To Dai Thiago Duarte(photo above), came to accompany me. You know, even today it's news for me to have a To Dai accompanying me at these times. I've been to so many episodes of the Grand Clan Moy Yat Sang with Si Fu that it's already part of me to follow him. That is why I care so much about the message I am giving each moment. The interesting thing is that we also let good things "leak", such as: Fiber, dedication and this legitimate desire to take care of Si Fu.
I was wearing a tank top, and my plan was to put a jacket on. When I did, I realized that I was completely ridiculous. I realized then that I had not prepared properly for the occasion. After all, unlike 2007, I represent much more than myself on public occasions and in the martial circle now. More than that: My To Dai was very presentable.
When Si Fu and Si Mo got the Uber, my other To Dai, Rodrigo Caputo had arrived and I left him for a few minutes with Thiago. I went to the Reserva  store and thought about what Si Fu would do. I decided I would choose the shirt that best matched the rest of the outfit. No matter what the price.
Eu estava ali sentado no fundo da sala onde acontecia a palestra, e como uma intuição vinda de algum lugar, achei que Si Gung me chamaria para fazer uma demonstração. Você podia me ver ali , tirando o blazer, minhas pulseiras, meu relógio e meu cordão. De repente, um slide dizia que haveria uma demonstração. Si Gung ficou em silêncio e seus olhos me encontraram lá no fundo. Ele disse: "...Gostaria então de contar com a ajuda do Mestre Thiago Pereira aqui na frente..."
Sabe, a "Vida Kung Fu" é imbatível. Não sei nem se Si Gung teria me convidado se eu estivesse ainda usando aquela camisa regata completamente inapropriada. Mas sabe do que mais? Se não fosse o episódio da camisa dos Cavaleiros do Zodiaco em 2007, eu não teria tomado consciência de nada disso.
Então, como diz meu Si Fu, é possível concluir que podemos fazer qualquer coisa com arte. Inclusive nos vestirmos.

I was sitting there in the back of the lecture room, and as an intuition from somewhere, I thought Si Gung would call me for a demonstration. You could see me there, taking off my jacket, my bracelets, my watch and my necklace. Suddenly a slide said there would be a demonstration. Si Gung was silent and his eyes found me deep inside. He said: "... I would like to have the help of Master Thiago Pereira here in front ..."
You know, "Kung Fu Life" is unbeatable. I don't even know if Si Gung would have invited me if I was still wearing that completely inappropriate tank top. But you know what? If it wasn't for the episode of the Knights of the Zodiac shirt in 2007, I wouldn't have been aware of any of this.
So, as my Si Fu says, it can be concluded that we can do anything with art. Even getting dressed.


The Disicple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com