Apoie o Blog!

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

11 YEARS OF "BAAT JAAM DO": WHAT I LEARNED[NO SPOILERS]. (11 anos de Baat Jaam Do: O que aprendi.)


(Com Julinha, 2013 - Casa do Si Fu)
(With Julinha, 2013- Si Fu´s former house)

Em Julho de 2008 tive acesso ao último Domínio do Sistema Ving Tsun em uma Cerimônia que ocorreu no bairro da Barra da Tijuca. Naqueles tempos, ouvi de Si Suk Ursula ao sairmos da antiga Unidade Méier: "E aí, Pereira? Preparado para a última Cerimônia?" - Ela se referia ao fato de que aquela seria minha última Cerimônia de acesso.

In July 2008 I had access to the last Domain of the Ving Tsun System in a Ceremony that took place in the Barra da Tijuca neighborhood. In those days, I heard from Si Suk Ursula as we left the old Méier Studio: "So, Pereira? Ready for the last Ceremony?" -She was referring to the fact that this would be my last ceremony.

O INÍCIO:
THE BEGINNING:
Foi nessa sala(FOTO) que tive minha primeira sessão de "Baat Jaam Do". Posso dizer, que um menino adentrava aquele Domínio do Sistema Ving Tsun, sem saber do que se tratava. Anos depois, me tornaria um homem dentro desse Domínio do Sistema Ving Tsun. Mas não foi nada fácil...

It was in this room (PHOTO) that I had my first session of "Baat Jaam Do". I can say that a boy entered that domain of the System without knowing what it was about. Years later, I would become a man within that Ving Tsun System Domain. But it was not easy ...
Meu parceiro de práticas desde o primeiro dia era meu querido irmão Kung Fu Vladimir Anchieta(foto). Junto dele, sempre estava seu filho Daniel Anchieta(foto).
Naquela primeira sessão, Si Fu nos disse que : "...O 'Baat Jaam Do' também é um Domínio importante, porque nele você aprende a cortar...A cortar o que não serve mais..."

My practice partner from day one was my dear  Kung Fu Vladimir Anchieta (photo). Next to him was always his son Daniel Anchieta (photo).
In that first session, Si Fu told us that: "... Baat Jaam Do is also an important Domain, because in it you learn to cut ... To cut what no longer serves you ... " 
Com certa frequência, eu e Vlad éramos convidados por Si Fu para irmos até sua residência que ficava em Jacarepaguá(Zona Oeste do Rio), para praticarmos de forma privativa. Si Suk Diego auxiliava Si Fu conosco, conforme vinha fazendo desde o "Luk Dim Bun Gwaan".

Often, Vlad and I were invited by Si Fu to go to his residence in Jacarepaguá (West Zone of Rio), to practice privately. Si Suk Diego assisted Si Fu with us, as he had been doing since the "Luk Dim Bun Gwaan".
Aquele contato mais próximo com Si Fu(FOTO), me trouxe também a oportunidade de conhecer um pouco mais de sua intimidade e de me aproximar mais de suas filhas. Como no caso da Julinha(foto) que ainda era neném.

That closer contact with Si Fu (PHOTO) also brought me the opportunity to know a little more about his intimacy and to get closer to his daughters. As in the case of Julinha (photo) who was still a baby.

Quase um acidente com Mestre Felipe Soares:
Almost an accident with Master Felipe Soares:

Uma das primeiras grandes lições sobre a diferença de se portar uma faca para a prática de mãos livres, tenha sido quando fiz esta prática com o Si Suk Felipe Soares um ano após ter tido acesso à este Domínio.
Apesar de aparecermos na foto, ambos portando um par de facas, havíamos praticado neste dia com o bastão vs a faca e também com uma espada reta de verdade. Acontece que, quando foi a vez de Si Suk Felipe ficar com a espada, resolvi usar minha "estratégia de sempre" que consistia em "partir pra cima com tudo". O que eu não sabia, é da sutileza exigida ao se tocar com a sua arma na arma que a intercepta. Qualquer peso que se deposite em demasia, você cria uma tendência para que a arma do adversário se volte contra você naturalmente se ele souber segui-la. Com isso, lembro claramente da ponta da espada de Si Suk pressionar minha garganta conforme "fui para cima dele".
O clima ficou pesado, e Si Suk com seu característico sorriso perguntou: "Tudo bem?" - Respondi que sim, e talvez tenhamos parado por ali mesmo.


One of the first great lessons about the difference of holding a knife for hands-free practice was when I did this practice with Si Suk Felipe Soares a year after I had access to this Domain.
Although we appeared in the picture, both carrying a pair of knives, we had practiced this day with the Gwaan vs the knife and also with a real straight sword. Turns out, when it was Si Suk Felipe's turn to get the sword, I decided to use my "usual strategy" of "going foward with everything." What I did not know is the subtlety required when touching your weapon to the intercepting weapon. Whatever weight you put on too much, you tend to have your opponent's weapon turn against you naturally if he can follow it. With that, I clearly remember the tip of Si Suk's sword pressing into my throat as I was standing in front of him.
The weather grew heavy, and Si Suk with his characteristic smile asked, "Is everything all right?" "I said yes, and maybe we stopped right there."

NÃO É NA BASE DA "VONTADE".
You cannot just do it willingly.
Três anos haviam se passado(FOTO) e eu ainda não tinha evoluído muito. Não tinha ainda tido acesso à todas as oito partes da sequência e mesmo que tivesse, não teria feito muita coisa com elas. Eu ainda manuseava as facas como dois pequenos porretes e as usava de forma grosseira.
Eu sempre achei que se colocássemos empenho em qualquer coisa, o resultado viria. Bom, isso não acontecia com o "Baat Jaam Do".

Three years had passed (PHOTO) and I had not evolved much yet. I had not yet had access to all eight parts of the sequence and even if I had, I would not have done much with them. I still handled the knives like two little clubs and used them roughly.
I always thought that if we were committed to anything, the result would come. Well, that didn't happen with Baat Jaam Do.
Eu achei então que era uma questão de ficar mais intimo desta ferramenta, mas era apenas mais do mesmo. Nada adiantava e ainda sentia, mesmo três anos depois, dois "trambolhos" em minhas mãos.

I then thought it was a matter of getting intimate to this tool, but it was just more of the same. There was no use, and I still felt, even three years later, two "heavy things" in my hands.
Conforme os anos foram avançando, a frustração começou a crescer: Toda a minha fantasia com relação ao uso de armas caiu por terra. Si Hing Leonardo costumava brincar dizendo que você aprende a usar todas as armas, menos o "Baat Jaam Do" durante sua prática.(Risos)
Ficava cada vez mais claro para mim, e também ao testemunhar as dificuldades do meu fiel parceiro de "Baat Jaam Do" Vladimir(foto), que não adiantava ter apenas vontade, fibra, coragem, etc... Era fundamental usar a cabeça.

As the years progressed, the frustration began to grow: My whole fantasy about weapons use fell apart. Si Hing Leonardo used to joke that you learn to use all weapons except "Baat Jaam Do" during its practice. (Laughter)
It was becoming increasingly clear to me, and also witnessing the difficulties of my faithful partner of "Baat Jaam Do" Vladimir (photo), that would not matter to having only the will, fiber, courage, etc ... It was essential to use our head.

A HORA DA VIRADA:
The Turn-Around Time:
Nessa busca por respostas, mais uma vez fui convidado por Si Fu para praticar em sua casa(FOTO). Desta vez sozinho, foi uma experiência muito impactante para mim, na qual pudemos compartilhar de momentos que nunca mais esquecerei.

In this search for answers, I was once again invited by Si Fu to practice at his home (PHOTO). This time alone, it was a very impactful experience for me, in which we could share moments that I will never forget.
Sua residência havia mudado, a Julinha havia crescido, mas nossa relação se manteve. Sobre o "Baat Jaam Do", àquela altura, este Domínio já havia me mostrado que eu nunca seria o grande lutador que eu desejei ser um dia. Talvez não fosse tão inteligente quanto pensei, e fosse mais burro do que achava. Uma coisa era certa: Eu buscava agora o mínimo para passar o legado adiante.
Meu foco mudou completamente para um processo de transmissão e não mais para mim apenas.

His residence had changed, Julinha had grown, but our relationship was maintained. About "Baat Jaam Do", by this time, this Domain had already shown me that I would never be the great fighter I ever wanted to be. Maybe I wasn't as smart as I thought, and I was dumber than I thought. One thing was certain: I was now looking for the least to pass on the legacy.
My focus has shifted completely to a transmission process and no longer just for me.
Oito anos depois de meu acesso ao Domínio "Baat Jaam Do", meu par de facas encontrava-se sobre a mesa de um Restaurante na Barra da Tijuca(FOTO). Era uma noite de Sábado de Outubro de 2016. Eu agora já era um Si Fu. E como manda a tradição de nossa Familia, usaria as facas agora para cortar o bolo.
Esse par de facas, foi trazido pelo Si Fu da China, e só os consegui, porque Vlad me emprestou o dinheiro na época para comprá-los. Disse ele: "Que isso meu irmão! Você não pode ficar sem! Quando puder você me dá! Sabe-se lá quando teremos outra oportunidade de comprar um!" - Não pude recusar o empréstimo.

Eight years after my access to the "Baat Jaam Do" domain, my pair of knives were on the table of a restaurant in Barra da Tijuca (PHOTO). It was a Saturday night of October 2016. I was already a Si Fu now. And as our Family tradition dictates, I'd use the knives now to cut the cake.
This pair of knives was brought by Si Fu from China, and I only got them, because Vlad lent me the money at the time to buy them. He said, "That's it my brother! You can't be without! When you can give the money back to me! Who knows when we'll have another chance to buy a pair of those!" - I could not refuse the loan.

O QUE APRENDI:
What I learned:
Onze anos depois daquela noite de 2008 quando comecei minha prática com Vlad. Estava com Si Fu e Si Suk Homero realizando um estudo hoje pela manhã. E bem, se você me perguntasse o que mais mudou em mim nesse período estudando o "Baat Jaam Do", eu diria que foi o meu "olhar". Troquei aquele olhar bobo e perdido por um mais compenetrado. Mas hoje, o pedido de Si Fu, me fez perceber que ainda tenho mais uma coisa a aprender: "Procura relaxar, Thiago... Procura viver...Curtir a experiência. Não se cobra tanto com relação à transmissão..." - Disse ele seguido de uma pergunta para mim: "Você sabe o que você vai almoçar daqui a três anos? Mas você sabe hoje, não sabe? Então...Curte hoje...Curte o momento como praticante, não como Si Fu."

Eleven years after that night of 2008 when I started my practice with Vlad. I was with Si Fu and Si Suk Homero doing a study this morning. And well, if you asked me what changed the most about me during this time studying "Baat Jaam Do", I would say it was my "look". I exchanged that silly, lost look for a more focused look. But today, Si Fu's request made me realize that I still have one more thing to learn: "Try to relax, Thiago ... Try to enjoy the moment ... Enjoy the experience. Don't charge yourself so much for the transmission ..." - He said followed by a question for me: "You know what you are going to have lunch in three years? But you know today, don't you? So ... Enjoy today ... Enjoy the moment as a practitioner, not as Si Fu . "


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@Gmail.com