domingo, 10 de novembro de 2019

The Top Three Lessons I Learned From My Master Julio Camacho

(Si Fu executa movimento da sequência de movimentos do Mui Fa Jong
na antiga sede central da Moy Yat Ving Tsun em NY, EUA)

(Si Fu performs Mui Fa Jong form
 at former Moy Yat Ving Tsun headquarters in NY, USA)

A cada dia que passa, estamos nos aproximando da data na qual meu Mestre Julio Camacho, vai completar cinquenta anos de idade. A celebração por parte da Família Kung Fu, será realizada no dia 07 de Dezembro de 2019, na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro. 
Quando me juntei à Família Kung Fu, Si Fu estava prestes à completar trinta anos de idade... É difícil imaginá-lo com cinquenta. 
Nesta longa estrada de vinte anos juntos, muitas aventuras foram vividas e muitas lições aprendidas. Porém, quero aqui elencar as três principais lições que aprendi com Si Fu nesse tempo...

With each passing day, we are approaching the date on which my Master Julio Camacho will turn fifty years old. The celebration by the Kung Fu Family will be held on December 7, 2019, in the West Zone of Rio de Janeiro.
When I joined the Kung Fu Family, Si Fu was about to turn thirty years old ... It's hard to imagine him at fifty.

On this long road of twenty years together, many adventures have been lived and many lessons learned. However, I want to list here the three main lessons I learned from Si Fu at that time ...


3- DEDIQUE-SE À CHEGAR RAPIDAMENTE AO FUNDO DO POÇO:
3- DEDICATE YOURSELF TO  QUICKLY GET TO THE ROCK BOTTOM :

Em 29 de Agosto de 2015, eu recebi meu "Jiu Paai" das mãos de meu Si Fu(FOTO), como símbolo de legitimidade para a abertura da minha Família Kung Fu. Veja: Achando um excelente carpinteiro, você pode encomendar um "Jiu Paai" para você, pois se trata de uma placa de madeira. Sendo assim, a força desse objeto, está no ato da entrega. E para todos que me viram receber esse objeto tão significativo, não testemunharam o momento com Si Fu no segundo piso do Barra Shopping em 20 de Novembro de 2010, quando ele disse à mim que eu havia passado os três anos anteriores caindo, e que naquele momento finalmente atingira o fundo do poço. Si Fu apresentou uma perspectiva muito interessante, dizendo que quando atingimos o fundo do poço, podemos começar finalmente a nos reerguer. Ele me perguntou se eu sabia quando um "Jiu Paai" começava a ser feito. Respondi que não. Ele concluiu após alguns comentários: "O seu começa a ser feito agora. Nós vamos sair desse buraco juntos." - Portanto, ao se enxergar em uma situação difícil que não parece ter fim, dedique-se à atingir o fundo. Assim, você poderá tocar o chã e só lhe restará subir.

On August 29, 2015, I received my "Jiu Paai" from the hands of my Si Fu (PHOTO) as a symbol of legitimacy for the opening of my Kung Fu Family. See: Finding a great carpenter, you can order a "Jiu Paai" for yourself, as it is a wood board. Thus, the strength of this object is in the act of giving it for someone. And for everyone who saw me receive such a significant object, they did not witness the moment with Si Fu on the second floor of Barra Shopping Mall on November 20, 2010, when he told me that I had spent the previous three years falling, and that in that moment had finally hit rock bottom. Si Fu presented a very interesting perspective, saying that when we hit rock bottom, we can finally start to rise again. He asked me if I knew when a "Jiu Paai" was being made. I said no. He concluded after a few comments: "Yours is now being done. We will get out of this hole together." Therefore, when you find yourself in a difficult situation that never seems to end, dedicate yourself to reaching the bottom. This will allow you to touch the floor and you will only have to climb.

2-  CORAÇÃO GRANDE, MEMÓRIA RUIM.
2- BIG HEART, BAD MEMORY.

(Praticando o "Cham Kiu" numa das antigas residências de Si Fu em 2009)
(Practicing "Cham Kiu" in one of Si Fu's former residences in 2009)



Esta é uma das lições mais difíceis de se colocar em prática. Era uma noite de Outubro de 2009, quando Si Fu passou um de seus braços sobre meus ombros, e enquanto caminhávamos daquela forma em direção ao seu antigo ZAFIRA no estacionamento do shopping Downtown. Disse-me que o segredo da felicidade era termos um coração grande e uma memória ruim.
Minha memória é considerada boa por muitos, Si Fu costumava dizer que eu era seu "Pendrive". Pois tinha todos os registros na cabeça: "...Sabe que ano foi isso, Thiago?" - Perguntava ele em meio a uma história. Esta mesma memória por muitas vezes, dificultou-me seguir adiante. - "...Por que você escuta tanta música antiga Thiago? Sentir um pouco de nostalgia é bom, mas não demais. O passado é legal, tem um monte de história bacana..Mas não tem nada pra você lá. A vida é aqui e agora..."- Disse-me Si Fu certa vez.
Si Fu tem a estranha capacidade de "zerar" conflitos em seu coração muito rapidamente -  "Hoje eu posso deitar no travesseiro com a consciência tranquila, Thiago" . - Comentou ele.

This is one of the hardest lessons to put into practice. It was an October 2009 night when Si Fu wrapped one of his arms around my shoulders, and as we walked that way toward his old ZAFIRA in the Downtown mall parking lot. He told me that the secret to happiness was to have a big heart and a bad memory.
My memory is considered good by many, Si Fu used to say that I was his "Pendrive". Because I had all the records in my head: "... Do you know what that year was, Thiago?" He used to ask me in the middle of a story. This same memory has often made it difficult for me to move on. - "... Why do you listen to so much old music Thiago? Feeling a little nostalgia is good, but not too much. The past is cool, there's a lot of cool history. But there's nothing for you there. Life is right here and right now ... "- Si Fu told me once.
Si Fu has the strange ability to "clear" conflicts in his heart very quickly - "Today I can lie on the pillow with a clear conscience, Thiago". - He commented.

1- RENOVAR O COMPROMISSO. 
1- RENEW THE COMMITMENT
(Si Fu durante visita à antiga sede do Núcleo Méier em 2013)
(Si Fu during visit to the former headquarters of the MYVT Meier School in 2013)

Quando a primeira sede do Núcleo Méier foi inaugurada. Si Gung fez o gesto chamado "Ng Tou Tau Tei". Enquanto ele o fazia, Si Fu disse-me bem baixo: "Eu vou fazer, você não precisa".
Na Terça seguinte, estávamos sozinhos na antiga sede do Núcleo Barra no Condomínio Interlagos de Itaúna, e ele me convidou até a mesa ancestral. Naquele momento, ele disse que eu poderia fazer o "Ng Tou Tau Tei" caso desejasse. - "Se faz o 'Ng Tou Tau Tei' no momento do 'Baai Si', mas acho interessante fazer como forma de renovar o compromisso com a ancestralidade. Quando eu fiz durante a inauguração, estava renovando meu compromisso. Você pode renovar o seu, fazendo sempre que desejar". 
Si Fu falou aquilo num tom sério, mas após aquele dia, sempre que a semana começa realizo esse procedimento no meu Mo Gun. Acho que o dia da Cerimônia de Discipulado, é só um primeiro momento da manifestação desse desejo de seguir o Si Fu. Conforme os anos vão passando, para se manter a relação viva, é fundamental que: Solucionemos rapidamente imbroglios nos quais estejamos inseridos(dentro ou fora do círculo marcial), ter um coração grande e uma memória ruim, e renovar o compromisso.

When the first headquarters of MYVT Méier School was inaugurated. Si Gung made the gesture called "Ng Tou Tau Tei". As he did so, Si Fu said to me very quietly, "I'll do it too, you don't have to."
The following Tuesday, we were alone in the old headquarters of MYVT Barra School in the Interlagos Condominium , and he invited me to the ancestral table. At that moment, he said I could do the "Ng Tou Tau Tei" if I wanted to. - "People do 'Ng Tou Tau Tei' at the moment of  the 'Baai Si', but I find interesting to do as a way of renewing the commitment to ancestry. When I did it during the inauguration, I was renewing my commitment. You can renew yours , doing whenever you want ".
Si Fu said that in a serious tone, but after that day, whenever the week starts I do this procedure on my Mo Gun. I think the day of the Discipleship Ceremony is just a first moment of manifesting this desire to follow a Si Fu. As the years go by, to keep the relationship alive, it is critical that:We can quickly resolve imbroglios into which we are inserted (inside or outside the martial circle), have a big heart and a bad memory, and become able to renew commitment.


O aniversário do Si Fu, é um ótimo momento para retomar a relação!


Inscreva-se agora na celebração do aniversário
de cinquenta anos do Si Fu Julio Camacho. 
Carmen Maris (21) 98101-5760(whatsapp)


Si Fu's birthday is a great time to get the "Si-To" relationship back on track!

Sign up now for Si Fu Julio Camacho's fiftieth anniversary celebration.
Carmen Maris (21) 98101-5760 (whatsapp)




The Disicple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

ALL SI FU´S BIRTHDAY CELEBRATIONS OVER THE YEARS

Bom, eu acho que em Novembro de 2003, Si Fu completava 34 anos. E apesar do carinho mútuo que se desenvolvia. Participar de eventos da Família Kung Fu para mim, era uma coisa com a qual eu não conseguia me conectar. Então nesse aniversário eu não estive presente.
Lembro de estar saindo da casa minha primeira namorada, e meu Si Suk André me ligar no meu primeiro telefone celular: Um NOKIA azul.
Eu disse ao Si Suk já em cima da hora, que não iria mais. Tinha alguma coisa bem lá no fundo dizendo para eu ir, mas mesmo assim eu disse "não". Si Suk André tinha um jeito tão especial, que sua fala à respeito de que isso atrapalhava a organização do evento, que já contava com a minha presença. Era como uma "marretada" no peito.

Well, I think in November 2003, Si Fu was 34 years old. And despite the mutual affection that developed between us. Attending Kung Fu Family events for me was something I couldn't connect with. So this birthday I was not present.
I remember leaving my first grilfriend´s house , and my Si Suk André calling me on my first cell phone: A blue NOKIA.
I told Si Suk in the nick of time that I wouldn't go anymore. There was something deep inside telling me to go, but I said "no". Si Suk André had such a special way that his talk about how this was disrupting the organization of the event, which already had my presence. It was like a hammer in my chest.
No ano seguinte em 2004(FOTO), eu resolvi participar de um aniversário do Si Fu pela primeira vez. Mas não fiquei até o final! Sim, isso é verdade! Ainda me interessava apenas pelas práticas, e mesmo já participando de outros eventos de integração, estive no Restaurante Estrela do Sul no Recreio apenas porque havia me comprometido a participar da demonstração. Quando a mesma acabou, eu fui embora.
Todos estranharam, mas aqui entra uma coisa que Si Fu me disse certa vez: Quando assumimos uma posição de maneira muito veemente, quando precisamos ajustar, não temos como ou fica mais difícil. Assim sendo, no fundo eu queria ficar. Mas eu era o mesmo cara que achava que para homenagear o Si Fu, o investimento não precisava ser tão alto(na minha perspectiva da época) com relação ao evento.

The following year in 2004 (PHOTO), I decided to attend a Si Fu's birthday celebration for the first time. But I didn't stay until the end! Yes this is true! I was still interested only in the practices, and even attending other integration events, I was at the Estrela do Sul Restaurant in Recreio just because I had committed to participate in the demonstration. When it was over, I left.
Everyone was surprised, but here comes one thing that Si Fu once said to me: When we take a position very vehemently, when we need to adjust, we have no way of getting it . So deep down I wanted to stay. But I was the same guy who thought that to make a celebration for Si Fu, the investment didn't have to be so high on the event.
Em 2005, estávamos de volta ao Estrela do Sul. Bom, àquela altura, minha relação com Si Fu estava se consolidando, e eu havia sido escolhido para ser "Gaai Siu Yan" do Thiago Wasserman e Phelipe Pita. Afinal, uma Cerimônia Tradicional havia precedido àquele aniversário.
Este também foi o primeiro aniversário que participei da organização. Si Suk Ursula coordenava tudo nessa época e Paula Gama, começava à trazer uma doçura maior aos nossos eventos e momentos em Família. Tanto é, que ela cantou "To Sir with Love" do filme "Ao Mestre com Carinho"(1967). Eu e ela fizemos uma versão da música.
Eu insisti bastante para que houvesse uma demonstração durante o aniversário. Assim, demonstramos: Siu Nim Tau, Cham Kiu, Biu Ji e Si Suk Ursula e Fernanda Neves, demonstraram "Chi Sau Leung Baai Muk". Dá pra acreditar? Risos

By 2005, we were back at the Etsrela do Sul Restaurant. Well, by that time, my relationship with Si Fu was consolidating, and I had been chosen to be "Gaai Siu Yan" by Thiago Wasserman and Phelipe Pita. After all, a Traditional Ceremony had preceded that birthday.
This was also the first anniversary I attended the organization. Si Suk Ursula coordinated everything at that time and Paula Gama began to bring a greater sweetness to our Family events and moments. So much so, that she sang "To Sir with Love" from the movie "To sir with Love" (1967). She and I made a version of the song.
I insisted a lot that there was a demonstration during the birthday. So we demonstrated: Siu Nim Tau, Cham Kiu, Biu Ji and Si Suk Ursula and Fernanda Neves demonstrated "Chi Sau Leung Baai Muk". Can you believe? Laughs
Bom, se eu pudesse escolher morar pra sempre em uma dessas noites, com certeza seria a de 2006. Usamos a casa vazia do tio de Si Fu para fazermos uma das maiores festas da história do Grande Clã Moy Yat Sang no Rio! Enquanto um solitário senhor preparava crepes num canto do salão, a lendária banda "Ameixas da Madrugada"(Pois ensaiávamos de madrugada), tocou algumas músicas que o Si Fu gostava.
O público se empolgou tanto tendo sido pego de surpresa, que até mesmo Si Fu subiu ao palco para cantar "Estou a dois passos do paraíso" da banda BLITZ!

Well, if I could choose to live forever on one of those nights, it would definitely be 2006. We used Si Fu's uncle's empty house to have one of the biggest parties in the history of the Grand Clan Moy Yat Sang in Rio! While a lone gentleman was preparing brazilian tipycal food in a corner of the room, the legendary band "Ameixas da Madrugada" (We were rehearsing at dawn) played some songs that Si Fu liked.
The audience was so excited to have been taken aback that even Si Fu took the stage to sing BLITZ's "Estou a dois passos do paraíso"!



Mas meu maior aprendizado, veio de uma conversa com Si Suk Felipe Soares horas antes do evento, após fazermos os últimos ajustes. Disse à ele, que não concordava com os valores cobrados para este tipo de evento. Por isso, tocaria as músicas e me retiraria. Ele disse algo que nunca me esquecerei: "... Você já reparou que são sempre as mesmas pessoas que organizam estes eventos? Geralmente somos eu, Si Je Ursula, Nanda, Inês... Talvez por isso, escolhemos sempre os mesmos lugares e por isso sempre pareça tão caro..." - E com sua calma característica ele concluiu: "...Quem sabe se ano que vem você participar mais da organização do evento como um todo, você não possa indicar outras opções?..." - Ele falou aquilo como uma tranquilidade tão grande, que vi o quão mesquinho eu tinha sido até ali. Mais tarde, fui e levei minha namorada. Depois desse dia, nunca mais olhei para o valor de um evento, sem pensar no trabalho e na lógica que estavam por detrás para que se chegasse nele...


But my biggest learning came from a conversation with Si Suk Felipe Soares hours before the event, after we made the last adjustments. I told him that I did not agree with the amounts charged for this type of event. So I would play the songs and take me out. He said something that I will never forget: "... Have you noticed that it is always the same people who organize these events? Usually it is me, Si Je Ursula, Nanda, Inês ... Maybe that's why we always choose the same places and that's why it always seems so expensive ... "- And with his calm characteristic he concluded:" ... Who knows if next year you participate more in the organization of the event as a whole, you can not indicate other options? ... "- He said that with such tranquility that I saw how petty I had been so far. Later I went and took my girlfriend. After that day, I never looked back at the value of an event, without thinking about the work and logic behind it.
Pensando agora, o aniversário de 40 anos de Si Fu em 2009, três anos depois das grandes aventuras de 2006. Talvez tenha sido o auge da minha parceria com Paula Gama, Carlos Antunes e Thiago Silva.
Eu ainda carregava comigo, o impacto da fulminante celebração do aniversário de quarenta anos do Si Gung em 2003. Por isso, sabia que Si Fu precisava ser homenageado à altura do que a data pedia.
Paula fez uma mesa de bolo tão bonita, que até hoje considero uma das mais incríveis que já tivemos.

Now thinking about Si Fu's 40th birthday in 2009, three years after the great adventures of 2006. Maybe it was the pinnacle of my partnership with Paula Gama, Carlos Antunes and Thiago Silva.
I still carried with me the impact of Si Gung's fiery celebration of his fortieth anniversary in 2003. So I knew that Si Fu needed to be honored in a great way.
Paula has made such a beautiful cake table that I still consider it one of the most amazing we have ever had.
Minha maior lembrança daquela noite, eram as risadas do Si Fu, de sua mãe Sra Vera Camacho, e da Jade(sua filha mais velha) durante as homenagens. Tudo naquela noite foi incrível para mim. Carlos Antunes cruzou a cidade por muitas vezes durante a organização naquele seu Uno Mille preto.
Nos dedicamos com tanto afinco àquele evento, que pela primeira vez Si Suk Ursula ficava de fora da organização. Em alguns momentos ela me pedia para dizer como estavam as coisas, mas eu sempre dava uma desculpa e mudava de assunto(risos).

My biggest memory of that night was the laughter of Si Fu, his mother Mrs Vera Camacho, and Jade (his eldest daughter) during the tributes. Everything that night was amazing to me. Carlos Antunes crossed the city many times during the organization in his black Uno Mille model car.
We dedicated ourselves so hard to that event that for the first time Si Suk Ursula was left out of the organization. At times she would ask me to say how things were, but I always made an excuse and changed the subject (laughs).
Si Fu insistiu muito que não queria celebração de aniversário no final do ano de 2012. Sua saúde não estava boa, e havíamos acabado de vivenciar várias reviravoltas. Meus irmãos Kung Fu mais próximos: Paula, Carlos e Thiago Silva, não estavam ativos na Família naquele momento. E apesar da falta que sentia deles, e das lembranças de outrora.Àquela altura, eu já sabia que a relação Si-To é entre Si Fu e To Dai. E insistindo muito, eu e Guilherme de Farias promovemos uma divertida mesa com rodízio de pizzas.
Assim, seis anos depois de 2006, eu que reclamava do preço dos jantares de celebração, estava capitaneando uma celebração do aniversário de Si Fu. Isso parece mágico, não é mesmo?

Si Fu insisted very much that he did not want a birthday celebration at the end of 2012. His health was not good, and we had just experienced several twists. My closest Kung Fu brothers: Paula, Carlos and Thiago Silva were no longer active in the Family at that time. And despite I was smissing them so much, and my memories of yore. By the time, I knew that the Si-To relationship is between Si Fu and To Dai. And insisting a lot, Guilherme de Farias and I promoted a fun table with pizza.
So, six years after 2006, I, who was complaining about the price of celebration dinners, was leading a celebration of Si Fu's birthday. That sounds like magic, doesn't it?
Em 2013, já estávamos numa clara "subida". Naquele mesmo ano, havia ouvido a frase de Si Fu : "...Si Taai Gung Moy Yat dizia que em momentos difíceis, muitos aos poucos se afastam e poucos aos poucos se aproximam..." . Àquele foi um ano muito especial para nossa relação, e novas lideranças como André Guerra surgiam... Naquela noite, Si fu foi presenteado com três livros de etimologia de seu autor favorito. No momento de sua fala, ele citou o fato de que naquele ano, pude ver seu lado mais humano. - "Para todo o Si Fu, o momento em que um To Dai vê seu lado mais humano, é muito especial..."

In 2013, we were already on a clear "climb". That same year, I had heard Si Fu's phrase: "... Si Taai Gung Moy Yat said that in difficult times, many slowly move away and little by little just a few people approach ...". That was a very special year for our relationship, and new leaders like André Guerra were emerging ... That night, Si fu was presented with three etymology books of his favorite author. At the time of his speech, he cited the fact that that year I could see his more human side. - "For all Si Fu, the moment when a To Dai sees his most human side is very special ..."
Sabe de uma coisa? Na minha imaginação esse bolo era bem mais legal ...Risos. 
Olhando a foto, vemos que a intenção foi boa, mas a execução....

You know what? In my imagination this cake was much cooler ... Laughter.
Looking at the picture, we see that the intention was good, but the execution ....
Em 2014, àquele Si Fu com a saúde frágil de 2012, havia ficado para trás. Um novo Julio Camacho havia surgido. E lembro de fantasiar, que teria sido legal Si Fu ter deixado a barba crescer durante 2012 e 2013, como num filme do Steven Seagal. Para representar a "passagem de tempo" e "amadurecimento". Quando ele cortasse em 2014, seria mais impactante...
Bom, apesar do "novo Si Fu" que recebeu Niklas, Fabiosa, Andre e Rodrigo como discípulos naquela noite. Eu e dois irmãos Kung Fu não colaboramos muito..risos
Além do bolo estranho, a homenagem apesar de feita com muito carinho, expôs Si Fu ao ponto da Si Suk Ursula perguntar a ele se queria que interrompesse. E Si Fu apenas respondeu: "Acho que eles precisam falar mais um pouco dessas coisas." - Si Fu entendeu que estávamos naquele momento, zerando tudo o que vivemos nos dois anos anteriores. Mas me pediu que deixasse esses acontecimentos da Família, finalmente para trás.

In 2014, that Si Fu with the fragile health of 2012 had been left behind. A new Julio Camacho had emerged. And I remember fantasizing, it would have been nice to have Si Fu grow his beard during 2012 and 2013, like in a Steven Seagal movie. To represent the "passage of time" and "maturation". When he cut in 2014, it would be more impactful ...
Well, despite the "new Si Fu" that welcomed Niklas, Fabiosa, Andre and Rodrigo as disciples that night. Me and two Kung Fu brothers don't cooperate much..laughs
In addition to the strange cake, the tribute, though lovingly done, exposed Si Fu to the point of Si Suk Ursula asking him if he wanted her to interrupt. And Si Fu just replied, "I think they need to talk some more about these things." - Si Fu understood that we were at that moment, clearing everything we lived in the previous two years. But he asked me to leave these Family events, finally behind us.
Em 2018, mais uma vez estava capitaneando o aniversário de Si Fu. Desta vez, estaria presente nossa Si Mo:Marcia Moura Camacho.
Não era mais possível dizer que esta ou àquela pessoa, organizou sozinha o evento. Nossa Família tinha se desdobrado em um Clã. Até mesmo uma Cerimônia de Disicpulado da minha Família tinha acontecido logo após a da Família Moy Jo Lei Ou.
Pensando bem, no momento de decidir qual salão de hotel fechar para o evento, eu precisava deixar um "sinal". Mas meu dinheiro só dava para cobrir o salão menor. Quando liguei para Si Fu para relatar esse entrave, eu já sabia o que deveria fazer: Aluguei o salão maior e decidi que daríamos um jeito de fazer funcionar e lotar o lugar... E assim o fizemos.

By 2018, I was once again leading Si Fu's birthday. This time our Si Mo: Marcia Moura Camacho would be present.
It was no longer possible to say that this or that person organized the event alone. Our Family had unfolded into a Clan. Even a Family Discipleship Ceremony had taken place shortly after the Moy Jo Lei Ou Family´s.
On second thought, when deciding which hotel ballroom to choose for the event, I needed to leave a "signal"(antecipated money). But my money could only cover the smaller ballroom. When I called Si Fu to report this obstacle, I already knew what I should do: I rented the bigger ballroom and decided we would find a way to make it work and fill the place ... And so we did.
Pensando agora... Posso contar minha história na Família, através das minhas diferentes participações na organização dos aniversários do Si Fu. Muitos momentos marcantes que nunca mais me esquecerei, foram deixados de fora deste artigo para que não se prolongasse mais.
Porém, espero que você que leu até aqui, entenda como um cara comum. Pode se transformar seguidas vezes, caso se aproprie de fato, da relação Si Fu-To Dai.
Você pode ser a pessoa que liga ou procura alguém para confirmar se ela vai estar no aniversário...Ou você pode ser a pessoa que diz que "..Depois confirma".. Como fiz com Si Suk André em 2003. Ou você pode ser quem cuida, quem propõe, quem cria... Quem homenageia. Quem faz de uma noite qualquer de verão, uma noite inesquecível não apenas para seu Si Fu. Mas para pessoas que nunca te dirão o quanto àquele momento proporcionado por você a marcou profundamente.
Mas se fizer, faça por amor...Ah! E use filtro-solar!


Thinking now ... I can tell my story in the Family, through my different participation in organizing Si Fu birthdays. Many remarkable moments that I will never forget have been left out of this article so that it will no longer be prolonged.
However, I hope you who have read this far understand as an ordinary guy. This guy could change over and over again, if he take to him honestly, the Si Fu-To Dai relationship.
You can be the one who calls or looks for someone to confirm if this person will be on the  birthday celebration ... Or you can be the person who says "..I will confirm later" .. As I did with Si Suk André in 2003. Or you can be who cares, who proposes, who creates ... Who honors. Who makes any summer night, an unforgettable night not just for your Si Fu. But for people who will never tell you how much that moment provided by you has profoundly marked them.
But if you do, do it for love ... Ah! And use sunscreen!
Entre para a história!
Inscreva-se agora na celebração do aniversário
de cinquenta anos do Si Fu Julio Camacho. 
Carmen Maris (21) 98101-5760(whatsapp)

Join the story!
Sign up now for Si Fu Julio Camacho's fiftieth anniversary celebration.
Carmen Maris (21) 98101-5760 (whatsapp)



The Disicple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com




quarta-feira, 6 de novembro de 2019

RETURN TO MYVT IPANEMA SCHOOL



Depois de muitos meses, tive a oportunidade de estar com Si Fu e meus irmãos Kung Fu no café da manhã na loja oito dos Supermercados Zona Sul, para um café da manhã. Thiago Silva, Matheus e Claudio Teixeira (Este último Diretor da MYVT em Ipanema), estavam presentes além de Si Fu.
Quando cheguei, já havia acabado uma prática de "Baat Jaam Do", e sentados à mesa, começamos o café falando sobre "atenção" e depois mudamos o assunto para Titulações de Mestres.Quando Si Fu abriu para que quem desejasse, perguntasse sobre algum tema relacionado ao Ving Tsun e questões relacionadas. Ao perceber que ninguém se colocou, eu mesmo o fiz. Levantei algumas dúvidas, na perspectiva de um Si Fu, sobre o convite para discipulado.
Naquela mesma noite, eu faria alguns convites, mas mesmo refletindo tanto sobre este tema, achei que deveria compartilhar com Si Fu algumas mudanças que pretendia fazer.
Si Fu fez algumas observações muito importantes sobre a lógica pela qual aborda este tema. Meus irmãos Kung Fu, também puderam ouvir e aprender.


After many months, I had the opportunity to be with Si Fu and my Kung Fu brothers for breakfast at store eight of the Zona Sul Supermarkets for breakfast. Thiago Silva, Matheus and Claudio Teixeira (This last Director of MYVT School in Ipanema) were present besides Si Fu.
By the time I arrived, a "Baat Jaam Do" practice was over, and sitting at the table, we started the cafe talking about "attention" and then changed the subject to Master Degrees Ceremony. Si Fu then, openned to questions about Ving Tsun and related topic. Realizing that no one raised any questions, I did it myself. I raised some questions from the perspective of a Si Fu about the invitation to discipleship.
That same night, I would make some invitations, but even reflecting so much on this theme, I thought I should share with Si Fu some changes I intended to make.
Si Fu has made some very important remarks on the logic by which he addresses this topic. My Kung Fu brothers could also listen and learn.
Na sequência, fomos para o Núcleo Ipanema. Lá, Thiago Silva(foto), ficou trabalhando on line, em sua empresa. Enquanto isso, Guilherme de Farias e Matheus, comandavam a prática da turma infantil. Claudio então me convidou para conduzir a prática do Ving Tsun Experience naquela manhã.

Then we went to the Ipanema School. There, Thiago Silva (photo), was working online in his company. Meanwhile, Guilherme de Farias and Matheus, commanded the practice of the children's class. Claudio then invited me to conduct the Ving Tsun Experience practice that morning.
Ter ficado tanto tempo sem aparecer no Núcleo Ipanema, me permitiu sofrer o impacto de sua nova configuração com mais força. Algo está diferente neste Mo Gun. É claro que, o quadro com a caligrafia do Si Taai Gung Moy Yat, os painéis de membros, etc... Dão uma nova vida à ambiência objetiva. Mas confesso que é mais algo relacionado ao espírito do local. Consegui enxergar como um Mo Gun da Família Moy Jo Lei Ou nos detalhes.

Having been so long without appearing in the Ipanema School, allowed me to suffer the impact of its new configuration with more force. Something is different about this Mo Gun. Of course, the Si Taai Gung Moy Yat handwriting board, the member panels, etc ... give the objective ambience a new life. But I confess that it is something more related to the spirit of the place. I could see it as a Mo Gun of the Moy Jo Lei Ou Family in the details.


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com

terça-feira, 5 de novembro de 2019

"BIU GWAAN" DEMONSTRATION AND UNIQUE CHANCE

Quando comecei a praticar o Ving Tsun, pensava que tudo o que mais queria, era aprender a praticar com o "boneco de madeira"(Muk Yan Jong). Porém, quando comecei o Domínio "Luk Din Bun Gwaan", percebi que esse seria meu Domínio preferido no Sistema Ving Tsun.
Ao longo dos anos, comecei a perceber a prática com armas como o "Ving Tsun Gwaan"(bastão do Ving Tsun), como um processo de transcendência do entendimento de nossos próprios corpos.
O Gwaan, permite muito facilmente que você veja o quanto um pequeno equívoco ao ficar em guarda, pode lhe custar caro. Por ele ser fino, qualquer erro de postura na posição de guarda, transforma você num alvo enorme.

When I started practicing Ving Tsun, I thought all I wanted to do was learn to practice with the "wooden dummy" (Muk Yan Jong). However, when I started the "Luk Din Bun Gwaan" Domain, I realized that this would be my favorite Domain in the Ving Tsun System.
Over the years, I began to perceive the practice with weapons like the "Ving Tsun Gwaan" (Ving Tsun staff) as a process of transcending the understanding of our own bodies.
The "Gwaan" allows you to easily see how much a small mistake when on guard can cost you. Because it is thin, any mistake in posture on guard position makes you a huge target.
Então foi nessa época que eu comecei a entender que não deveríamos escolher justificativas para nossos erros. Afinal, num caso de vida ou morte, depois que você morrer. Saber se foi culpa de alguém, não trará você de volta à vida.
Além dessa consideração, uma mais poderosa me tocou muito nesse processo: A ideia de que quando se dispara com o Gwaan (Biu Gwaan) é bom que se saiba o que está fazendo e que se acerte o alvo. Afinal, tudo que você gerou de condicionantes para o disparo, deve convergir na ponta do Gwaan no momento em que se atinge o alvo. Caso você erre, bom...Você dançou. Pois diferente das mãos, dependendo de qual instrumento seu adversário esteja usando, se ele vai estar com as mãos-livres ou não, e dependendo do seu nível de atenção no manejo do bastão ao final do disparo. Você pode não ter uma segunda chance.

Then it was around this time that I began to understand that we should not choose justifications for our mistakes. After all, in a case of life or death, after you die. Knowing if it was someone else's fault will not bring you back to life.
Beyond that consideration, a more powerful one touched me a lot in this process: The idea that when shooting with Gwaan (Biu Gwaan) it is good to know what you are doing and to hit the target. After all, everything you have generated from conditions to do the "Biu Gwaan", you must converge at the tip of the Gwaan in the moment you hit the target. If you make a mistake, well ... You ´re done. Because different from the free hands logic, depending on which instrument(weapon) your opponent is using, whether he will be hands free or not, and depending on your level of attention in the handling of the staff at the end of the shot. You may not have a second chance.
Então sabe de uma coisa? A vida também é assim. Às vezes, temos apenas uma chance mesmo. Gaste  sua chance, e veja o que acontece. Então, por conta disso, comecei  a entender a importância de não se baixar a guarda. Porque estar em guarda, não é apenas uma questão de assumir uma posição com as mãos ou com uma arma como o "Gwaan". É um estado de espírito. E quem não tem "espírito de luta", não consegue sobreviver por muito tempo, sem que seja sob proteção.

So you know what? Life is like that too. Sometimes we only have one chance at all. Spend your chance, and see what happens. So because of that, I began to understand the importance of not letting my guard down. Because being on guard is not just a matter of taking a position with your hands or a weapon like the "Gwaan". It is a state of mind. And who has no "fighting spirit" can not survive long without being under protection.



Muitas de minhas sessões de "Luk Din Bun Gwaan", contaram com a assistência de Si Suk Diego Guadelupe. Na ocasião em que esse vídeo foi filmado, estávamos sozinhos no Mo Gun, e ele resolveu fazer esse registro. Percebo que o movimento do "Biu Gwaan"(Disparo) estava lá, mas não o espírito apropriado.

Many of my "Luk Din Bun Gwaan" sessions were attended by Si Suk Diego Guadelupe. At the time this video was filmed, we were alone at Mo Gun, and he decided to record it. I realize that the movement of "Biu Gwaan" (Shot) was there, but not the proper spirit.


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@Gmail.com

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

BIU JI DEMONSTRATION AND CHOCOLATES.

Uma vez Si Fu comentou comigo, que muitas vezes ao ouvir um problema meu ao longo destes anos. Sentiu uma "pontinha de inveja". Numa fala muito honesta, Si Fu disse que em muitos desses momentos em que eu acreditava que meu mundo estava caindo, algo bem mais grave estava acontecendo com ele. E eu nunca soube disso. - "...Obviamente que não vinha ao caso." - Concluiu.
Quando acessei o "Biu Ji", eu era um garoto de dezessete anos. Meu maior desafio naquele ano, era chegar ao final do meu jogo favorito: "Final Fantasy VIII". Nem mesmo as provas de escola me assustavam. Por fazer parte do clube de teatro, eu ganharia pontos extras de alguma forma que me salvariam. E isso me faz pensar, no quão simples a vida era. Talvez por isso, tenha apenas uma história significativa sobre este Domínio.
Quando estava para concluir o "Biu Ji", já era 2002. Eu estava em meu primeiro relacionamento sério e eu era muito dedicado à ele. Certa vez porém, cometi alguma "trapalhada", e sabia que minha companheira não estaria com o melhor dos humores. Acredite se quiser. Pensei: "É hora de usar o 'Biu Ji'"!.

Si Fu once commented to me, that many times when he was hearing a problem of mine over the years. He felt a "twinge of envy". In a very honest speech, Si Fu said that in many of those moments when I believed my world was falling, something far more serious was happening to him. And I never knew that. - "... obviously that was not the case." - Concluded.
When I accessed "Biu Ji", I was a seventeen year old boy. My biggest challenge that year was getting to the end of my favorite game: "Final Fantasy VIII". Not even the school tests scared me. By being part of the drama club, I would earn extra points in some way that would save me. And that makes me wonder how simple life was. Perhaps that is why it has only one significant story about this Domain.
By the time I was about to conclude "Biu Ji", it was already 2002. I was in my first serious relationship and I was very devoted to it. Once however, I did something "messy," and I knew my girlfriend wouldn't be in the best of moods. Believe if you want. I thought, "It's time to use 'Biu Ji'" !.
Durante a primeira metade do "Biu Ji", minhas sessões eram
 com o Si Suk André Cardoso(foto).Seu carinho, 
paciência e gentileza me tocaram para sempre. 

During the first half of "Biu Ji", my sessions were
with Si Suk André Cardoso (photo). His love,

patience and kindness touched me forever.

Si Suk André sempre dizia sobre a necessidade de troca de energia no "Biu Ji". - "...Thiagão, presta atenção: Se a gente for muito padronizado, fica fácil manipular a gente..." - Dizia ele. E à caminho da casa dessa ex-namorada, me ocorreu comprar algo que ela gostava muito, que era àquela caixa azul de bombons. Levei a caixa comigo até sua porta, e assim que ela abriu, antes que ela pudesse falar qualquer coisa eu disse com um sorriso: "Olha a surpresa pra você!". Ela ficou sem fala, e não discutimos naquele dia. Esses eram os bons tempos, no qual você escrevia uma carta com alguns versos do Renato Russo, e não gastávamos um segundo sequer no celular quando estávamos juntos. Era tudo muito intenso...

Si Suk André always said about the need for energy exchange in "Biu Ji". - "... Big Thiago, pay attention: If we are very standardized, it is easy to manipulate us ..." - He said. And on the way to this ex-girlfriend's house, it occurred to me to buy something she liked a lot, which was that blue box of chocolates(in Brazil). I took the box with me to her door, and as soon as she opened, before she could say anything I said with a smile, "Look at the surprise for you!". She was speechless, and we didn't argue that day. These were the good times, when you wrote a letter with a few lines of Renato Russo's songs(A famous brazilian rockstar), and we didn't spend a second on our cell phones when we were together. It was all very intense ...




Doze anos depois, já em 2014. Me encontrava no encantador "Parque Lage", na Zona Sul do Rio de Janeiro. Resolvi filmar naquele dia, uma demonstração de "Cham Kiu" e "Biu Ji".
Meu Si Fu diz que não é inteligente falar de técnicas, pois estas podem ser questionadas. Quando falamos de "Vida Kung Fu", ninguém pode questionar nossa experiência.
Bom, compartilho esse vídeo contrariando um pouco da orientação de meu Si Fu. Pois lembro que quando o executei, lembrei-me ao final dessa história da caixa de bombons e abri um leve sorriso. Depois, pensei no quão bem sucedida essa estratégia tinha sido. Mas percebi que ainda não era capaz de manifestar corporalmente, essa constante troca de energia.
O Kung Fu é pra sempre... E esse é um longo caminho de aprendizado.

Twelve years later, already in 2014. I was in the charming "Lage Park", in the South Zone of Rio de Janeiro. I decided to film that day, a demonstration of "Cham Kiu" and "Biu Ji".
My Si Fu says it is not smart to talk about techniques, as these can be questioned. When we talk about "Kung Fu Life", no one can question our experience.
Well, I share this video, a lil' bit contrary to the orientation of my Si Fu. Well, I remember when I did it, my mind went across this candy box story and I smiled a little. Then I thought about how successful this strategy had been. But I realized that I was not yet able to manifest bodily this constant exchange of energy.
Kung Fu is forever ... And this is a long way to learn.


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com

domingo, 3 de novembro de 2019

ENJOYING BIRTHDAY WITH DISCIPLES

(Almoço com Vitor e Cayo, no dia do meu aniversário de 36 anos)
(Lunch with Vitor and Cayo, for my 36 years old birthday)

No último Sábado, completei 36 anos de idade. E diferente de outros anos, aconteceu um almoço entre eu e meus dois discípulos: Vitor Sá e Cayo Cesar.
Em nosso Grande Clã Moy Yat Sang, é comum que na data de aniversário da maioria das lideranças de Família Kung Fu, haja uma organização orientada por parte dos alunos. Com isso, eles organizam uma festa de celebração que envolvem muitas pessoas e muitas vezes, muitas horas de trabalho e dedicação.
Para este ano, conversei muito com Si Fu sobre a celebração do meu aniversário. Quis tentar entender, como ele enxerga esse tipo de celebração. Si Fu falou com muita tranquilidade sobre a importância estratégica de uma Família Kung Fu ter ao menos uma data celebrativa durante o ano. Porém, disse ele também, que cabe ao líder da Família, decidir o que prefere.
Assim sendo, depois de muito refletir, achei melhor não fazer nenhum alarde mais sobre a data do meu aniversário ou qualquer tipo de celebração. E foi bem interessante, receber a surpresa na noite anterior dos meus To Dai, de um belíssimo bolo e um presente especial durante um jantar em função dos meus vinte anos na Família Kung Fu.
Já no Sábado, quando completava de fato 36 anos, fui convidado para um almoço com Vitor e Cayo, no lendário Rio´s Gourmet. Restaurante que acolheu a Família Kung Fu por tantas vezes no Méier.

Last Saturday, I turned 36 years old. Different of other years, I had lunch with two disciples: Vitor Sa and Cayo Cesar.
In our Great Moy Yat Sang Clan, it is common for birthday dates from key leaders of the Kung Fu family to have an oriented organization. With this, the students organize a celebration party that involves many people and often many hours of work and dedication.
For this year, I talk a lot with Si Fu about the celebration of my birthday celebration. It is trying to understand how he sees this kind of participation. Si Fu spoke very calmly about the strategic importance of a Kung Fu family, at least one commemorative date during the year. But, he also said, it is up to the Family leader to decide or prefer.
Therefore, after much thought, I thought it best not to make any further alarms about my birthday  or any kind of celebration. It was very interesting to receive a surprise the night before from my To Dai, a beautiful cake and a special gift during a dinner for my twenties in the Kung Fu Family.
On Saturday, when I was 36, I was invited to lunch with Vitor and Cayo at the legendary Rio´s Gourmet. Restaurant that accepts the Kung Fu Family for so many times in Méier.
Acontece que as manhãs de Sábado começam bem cedo com os cafés da manhã. Os participantes variam, mas meu discípulo Matheus Alves, sempre está presente.
Acredito depois de um dia de momentos tão intimistas com meus discípulos, que foi uma decisão acertada. Deixar um "vazio" a ser preenchido para quem desejar estar presente, parece-me agora um bom caminho para começar.

It turns out that Saturday mornings start early with breakfast. Participants vary, but my disciple Matheus Alves is always present.
I believe after a day of such intimate moments with my disciples, it was a wise decision. Leaving a "void" to be filled for those who wish to be present now seems a good way to start.



The Disicple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com

sexta-feira, 1 de novembro de 2019

Heart of Disciple: The Journey of the 3rd Discipleship Ceremony of Moy Lin Mah Family

An article by Heitor Furtado 
Disciple of Senior Master Ursula Lima




Foto Oficial da 3ª Cerimônia de Discipulado da Família Moy Lin Mah 
Official Photo of the 3rd Moy Lin Mah Family Discipleship Ceremony



Mestre Yoda, Mestre Splinter, Mestre Ancião, Mestra Genkai, Mestre dos Magos, muitos e muitos mestres de fantasia e seus discípulos e pupilos, povoaram minha infância e ainda estão presentes em meu imaginário.

Contudo, se cinco anos atrás me perguntassem sobre a possibilidade de conviver e aprender com uma verdadeira mestra de kung fu e me tornar discípulo dela, eu provavelmente diria que era impossível de uma coisa assim acontecer comigo.

Dia 21 de setembro de 2019 isso mudou. Fernanda Lima, eu e Vitor Barros realizamos a 3ª cerimônia de discipulado da família Moy Lin Mah e nos tornamos respectivamente
Moy Fong Laan Dak (O poder de uma orquídea ao vento), Moy Hoi Tok Yi (A confiança de um oceano) e Moy Wai Hak Do (O abundante ao ultrapassar uma dimensão), quinto, sexto e sétimo discípulos da Mestra Ursula Lima (Moy Lin Mah), minha Si Fu.

A cerimônia, que contou com as presenças ilustres do meu Si Gung, Grão Mestre Leo Imamura (Moy Yat Sang), Mestre Julio Camacho (Moy Jo Lei Ou), que fez a abertura cerimonial, Mestre Ricardo Queiroz (Moy Ke Lo Si), Mestre Felipe Soares (Moy Fei Lap) e Mestre Thiago Pereira (Moy Fat Lei), além de amigos e parentes queridos, foi a manifestação de um processo iniciado no final de 2018 com um convite da Si Fu para conversamos sobre a relação entre mestre e discípulo em sua casa.

Foi uma tarde memorável e muito agradável onde Si Fu compartilhou algumas de suas histórias de sua jornada kung fu e pudemos ouvir depoimentos dos quatro primeiros discípulos da Si Fu a respeito de suas vivências e experiências como dai ji.

Master Yoda, Master Splinter, Elder Master, Master Genkai, Dungeon Master, many fantasy masters and their disciples and pupils, have populated my childhood and are still present in my imagination.

However, if I was asked five years ago about being able to live with and learn from a true kung fu master and become her disciple, I would probably say that it was impossible for such a thing to happen to me.

September 21st, 2019 that changed. Fernanda Lima, Heitor Furtado (it’s me) and Vitor Barros held the 3rd Moy Lin Mah family discipleship ceremony and became respectively
Moy Fong Laan Dak (The Power of an Orchid in the Wind), Moy Hoi Tok Yi (The Confidence of an Ocean), and Moy Wai Hak Do (The Abundant when Overcoming another Dimension), Fifth, Sixth, and Seventh Disciples of Master Ursula Lima ( Moy Lin Mah), my Si Fu.

The ceremony, which was attended by the illustrious presence of my Si Gung, Grand Master Leo Imamura (Moy Yat Sang), Master Julio Camacho (Moy Jo Lei Ou), who made the ceremonial opening, Master Ricardo Queiroz (Moy Ke Lo Si), Master Felipe Soares (Moy Fei Lap) and Master Thiago Pereira (Moy Fat Lei), besides friends and dear relatives, was the manifestation of a process started in late 2018 with an invitation from Si Fu to talk about the relationship between Master and disciple in her house.

It was a very pleasant and memorable afternoon where Si Fu shared some of her stories from her kung fu journey and we could hear testimonials from Si Fu's first four disciples about their experiences as dai ji.

Jantar na casa da Si Fu por ocasião do Hoi Mun no final de 2018
Dinner at Si Fu House on the occasion of Hoi Mun in late 2018


Alguns meses se passaram até iniciarmos as primeiras conversas do pré-evento. Convidei como meu apresentador formal durante a cerimônia, meu Si Suk, Mestre Felipe Soares, líder da família Moy Fei Lap (Núcleo Freguesia MYVT), Vitor convidou nosso Si Hing, Mestre Thiago Pereira,  líder da família Moy Fat Lei (Núcleo Méier MYVT) e Fernanda, convidou nosso Si Baak, Mestre Ricardo Queiroz, líder da família Moy Ke Lo Si (Núcleo Centro MYVT). Tivemos a honra e a felicidade de termos nossos convites aceitos por eles e seguimos com o processo que nos levou ao Convite formal, nosso Dak Jiu, quando expressamos nosso desejo em nos tornarmos discípulos da mestra Ursula Lima. Cada um de nós pôde experimentar um momento muito especial. No meu caso, eu e minha esposa Livia Furtado recepcionamos os líderes da Família Moy Lin Mah (Mestra Ursula Lima e seu esposo Ricardo Lopes - Núcleo Copacabana MYVT), o líder da Família Moy Fei Lap e nossa querida Si Jeh Helena  em um almoço em nossa casa.  Suas presenças encheram de alegria e boas energias aquela tarde tão especial.


A few months passed before we started the first pre-event talks. I invited as my formal presenter during the ceremony, my Si Suk, Master Felipe Soares, Moy Fei Lap family leader (MYVT Freguesia), Vitor invited our Si Hing, Master Thiago Pereira, Moy Fat Lei family leader (MYVT Méier) and Fernanda, invited our Si Baak, Master Ricardo Queiroz, leader of the Moy Ke Lo Si family ( MYVT Downtown). We had the honor and happiness of having our invitations accepted by them and we continued the process that led us to the formal Invitation, our Dak Jiu, when we expressed our desire to become disciples of Master Ursula Lima. Each of us was able to experience a very special moment. In my case, my wife Livia Furtado and I welcomed Moy Lin Mah Family leaders (Ms. Ursula Lima and her husband Ricardo Lopes -  MYVT Copacabana), Moy Fei Lap Family leader and our dear Si Jeh Helena for a lunch, at our house. Their presence filled with joy and good energy that very special afternoon.

Registros dos três Dak Jiu  
Photos of the three Dak Jiu

Após nós três termos feitos nossos respectivos Dak Jiu, focamos em coordenar os preparativos da cerimônia, que seria conjugada com a visita oficial do nosso Si Gung Leo Imamura ao núcleo Copacabana da Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence e com a celebração do aniversário da nossa Si Fu.

Buscamos diversas alternativas de local até chegarmos ao Hotel Windsor California, em Copacabana e então, inspirado pelas famosas produções cinematográficas da Moy Fat Lei Imagination Team, pensei uma arte para o convite que desse conta de expressar e honrar a importância e a simbologia do evento que tinha tudo para ser épico, e foi. 


After we three made our respective Dak Jiu, we focused on coordinating the preparations for the ceremony, which would be combined with our Si Gung Leo Imamura's official visit to Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence's Copacabana unit and celebration of our Si Fu's birthday.
We searched for a variety of locations as alternatives until we reached the Windsor California Hotel in Copacabana, and then, inspired by the famous film productions of the Moy Fat Lei Imagination Team, I thought of an art for the invitation to express and honor the importance and symbolism of the event that it had everything to be epic, and it was.

Convite cinematográfico 
cinematographic invitation



Nesse meio tempo, enquanto participava da organização do evento junto a minha família kung fu, recebi uma missão especial da Si Fu, quase uma sidequest daquelas que se você não completa, vencer o chefe de fase, não é a mesma coisa: a criação e produção do “Pin exclusivo dos discípulos da família Moy Lin Mah”. A oportunidade de participar desse processo de criação junto com a Si Fu, que teve a visão de acompanhar a tradição do Grande Clã Moy Yat Sang e entregar um símbolo da condição de discípulo, que deve ser usado sempre em conjunto com o pin do Grande Clã, foi uma grande satisfação e honra para mim, além de uma inspiração para todos nós.

In the meantime, while taking part in organizing the event with my kung fu family, I received a special mission from Si Fu, almost a sidequest like those that if you don't complete, beating the stage boss is not the same thing: the creation and production of “ Exclusive pin for the Moy Lin Mah family disciples ”. The opportunity to participate in this process of creation with Si Fu, who had the vision to follow the tradition of the Great Clan Moy Yat Sang and deliver a symbol of disciple status, which should always be used in conjunction with the Great Clan pin. It was a great satisfaction and honor for me, and an inspiration for all of us.

Lembro das palavras da Si Fu dizendo para que durante as três reverências que faríamos durante a cerimônia, que as fizéssemos com calma, sem pressa, no nosso tempo, até para evitar de darmos com a cabeça com força no chão (risos). Essas palavras me marcaram e consegui estar muito presente durante a cerimônia, me apropriando e vivendo o momento. A sensação de acolhimento e respeito que senti enquanto ouvia as palavras do Mestre Felipe Soares, enquanto servia o chá para a Si Fu e para o Si Gung, quando fiz as reverências, ou quando recebi meu nome kung Fu, não cabe em palavras, e foi assim, sem palavras que fiz minha primeira fala, profundamente emocionado, aos convidados, dentre eles meu pai, mãe, irmã, sobrinha, minha prima e Si Jeh Angela Carvalho (Moy On Gaak Lai, quarta discípula da Si Fu)  e minha esposa e pude ver esses mundos da minha vida convergirem, mesmo que por um instante.


I remember Si Fu's words saying that during the three reverences we would make during the ceremony, we should do them calmly, without haste, take our time, to avoid bumping our heads hard on the floor (laughs). These words marked me and I was able to be very present during the ceremony, appropriating and living the moment. The sense of warmth and respect I felt as I listened to the words of Master Felipe Soares, as I poured tea for Si Fu and Si Gung, when I bowed, or received my name kung Fu, did not fit into words, and It was thus, without words, that I made my first speech, deeply moved, to the guests, including my father, mother, sister, niece, my cousin and Si Jeh Angela Carvalho (Moy On Gaak Lai, fourth disciple of Si Fu) and my wife and I could see these worlds of my life converge, even for a moment.


Minha família, Si Fu e Si Gung após a cerimônia
My family Si Fu and Si Gung after the ceremony


Muita emoção transbordou ao longo daquela noite, assim como na primeira cerimônia de discipulado família Moy Lin Mah, quando Si Hing Rodolpho Alcântara (Moy Gaap Mah), Si Jeh Helena Carneiro (Moy Gaap Lin) e Si Hing André Villareal (Moy Yuet Mah) se tornaram discípulos no final de 2015. Vitor e minha Si jeh Fernanda se emocionaram e nos emocionaram muito também em seus momentos de Baai Si. Faço um destaque especial ao desempenho do meu estimado Si Hing André Villareal, pela forma como conduziu a cerimônia e posteriormente a celebração do aniversário da Si Fu.
Durante a o aniversário, Si Fu foi homenageada por seus irmãos e sua família kung fu, amigos e familiares. Tivemos a oportunidade de fazer algumas apresentações musicais, que estão se tornando uma marca de nossas cerimônias e celebrações e muitas e muitas histórias surgiram da experiência profunda, transformadora e rica que culminou naquela noite.
Tivemos momentos delicados, claro, nem sempre as coisas saem como planejado, mas usamos nosso kung fu para seguir em frente da melhor forma possível e seguirmos juntos. O pós-evento acho que é curioso. Tivemos nosso pós-evento, levantamos pontos de melhora, pontos em que acertamos, mas a responsabilidade e o compromisso que assumimos naquela noite criaram um pós-evento especial, que é para a vida toda.

Emotions overflowed that night, as they did during the first discipleship ceremony of the Moy Lin Mah family, when Si Hing Rodolpho Alcantara (Moy Gaap Mah), Si Jeh Helena Carneiro (Moy Gaap Lin) and Si Hing André Villareal (Moy Yuet Mah) became disciples at the end of 2015. Vitor and my Si jeh Fernanda were moved and moved us during their Baai Si moments. 
I make a special note of the performance of my esteemed Si Hing André Villareal by the way he conducted the ceremony and later the celebration of Si Fu's birthday.
During the birthday, Si Fu was honored by her brothers and her kung fu family, friends and family. We had the opportunity to do some musical performances, which are becoming a hallmark of our ceremonies and celebrations, and many, many stories emerged from the deep, transformative and rich experience that culminated that night.
We had some delicate times, of course, things don't always go as planned, but we used our kung fu to move on as best we could and go on together. The post-event I think is curious. We had our post-event, we raised points of improvement, points that we did things right, but the responsibility and commitment we made that night created a special post-event that is for life.


Si Fu com cinco dos seus oito Discípulos (da esquerda para direita: 
On Gaak Lai, Yuet Mah, Fong Laan Dak, Wai Hak Do e Hoi Tok Yi)
Si Fu with five of her eight Disciples (from left to right: 
On Gaak Lai, Yuet Mah, Fong Laan Dak, Wai Hak Do and Hoi Tok Yi)

Agora, seguindo uma Mestra de Kung Fu tão formidável e real quanto a minha, carrego no meu coração de discípulo uma confiança tão grande e profunda como um oceano e encerro este texto agradecendo a oportunidade dada pelo Si Hing Thiago Pereira. Muito obrigado a minha Si fu e as minhas famílias kung fu e consanguínea. Nas palavras sábias de Si Baak Julio Camacho “Sigamos, juntos!”

Abraços,

Heitor Furtado,
Moy Hoi Tok Yi

Now, following a Kung Fu Master as formidable and real as mine, I carry in my heart of disciple a confidence as big and deep as an ocean and I end this text by thanking Si Hing Thiago Pereira for the opportunity. Many thanks to my Si fu and my kung fu and 
consanguine families. In the wise words of Si Baak Julio Camacho “Let us go together!”

Regards,

Heitor Furtado,
Moy Hoi Tok Yi


The Disciple of Master Ursula Lima,
Heitor Furtado "Moy Tok Yi"

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

"KUNG FU LIFE" PERSONAL REPORT TO MY STUDENTS.

Diferente de uma escola de artes marciais com objetivo numa espécie de treinamento. Um "Mo Gun", enquanto "Casa-Kung Fu" de uma Família Kung Fu como a minha, guarda sempre alguma surpresa. Não é incomum por exemplo, que sem mais nem menos, todos os alunos numa mesma noite faltem. E que dessa forma, aquele membro da Família que você não tem muito contato apareça e o nascimento da relação, de fato, se dê ali.
Foi assim que na última Quinta no bairro do Méier. Eu, meu discípulo Cayo Cesar, e dois To Dai: André e Rafa. Tivemos um momento bem especial e intimista onde pude compartilhar momentos dos meus vinte anos na Família Kung Fu, a serem celebrados no dia seguinte.
Os presentes fizeram perguntas muito especiais que me ajudaram a falar sobre o tema. E, apesar de termos vivido um momento oportuno, existe um instrumento no Programa Moy Yat Ving Tsun de Inteligência Marcial com esse nome, para quem não tem muita disponibilidade,

Unlike a martial arts school wich objective is only training. A "Mo Gun", while a "Kung Fu House" of a Kung Fu Family like mine. Always has some surprise. It is not uncommon, for example, that all of a sudden, all students in one night skip class. And that way, that Family member you don't have much contact with will appear and the birth of the relationship actually happens there.
That's how it was last Thursday in the Méier neighborhood. Me, my disciple Cayo Cesar, and two To Dai: Andre and Rafa. We had a very special and intimate moment where I could share moments of my twenty years in the Kung Fu Family, to be celebrated the next day.
Those present asked very special questions that helped me talk about the topic. And even though we had a good time. There is an instrument in the Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence Program for these occasions, for people who dont have many time. 
Si Gung compartilhou em sua última visita ao Núcleo Freguesia, que socialmente a relação "Si Fu-To Dai", não é entendida. Ele comentou num tom que variava entre brincadeira e seriedade, que nosso cônjuge, não tem a obrigação de entender que você vai encontrar com o Si Fu para jantar e pagar esse jantar. E é por essa falta de tempo e de entendimento de nossos pares sobre o "Provimento de Vida Kung Fu", que existe o Programa Moy Yat Ving Tsun de Inteligência Marcial e seus instrumentos. Eles permitirão, a partir de um horário marcado, que momentos oportunos como esse que vivemos na última Quinta, possam acontecer.

Si Gung shared on his last visit to the MYVT Freguesia School, that socially the relationship "Si Fu-To Dai" is not understood. He commented in a tone that ranged from jest to seriousness, that our spouse is under no obligation to understand that you will meet Si Fu for dinner and pay for that dinner. And it is because of our lack of time and understanding of the "Kung Fu Life Provision" that the Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence Program and its instruments exist. They will allow, from a scheduled time, that opportune moments like the one we lived last Thursday could happen.

The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com