Apoie o Blog!

terça-feira, 29 de novembro de 2016

NOVO LIVRO DE MESTRE JULIO CAMACHO (NEW BOOK BY MASTER JULIO CAMACHO)

Uma grata surpresa para os fãs de : Surf, de Kung Fu, do Zen, do autor e Mestre de Kung Fu Julio Camacho. Mas principalmente para os fãs do livro "Tao do Surf" que receberá finalmente sua continuação.

A big surprise for fans of: Surf, Kung Fu, Zen, from the author and Kung Fu Master Julio Camacho. But mostly for fans of the book "Tao of Surf" that will finally receive its continuation.
Meu Mestre Julio Camacho, tem uma outra habilidade muito presente em sua juventude que é a do Surf. Em 2002 , ele lançou o primeiro livro de uma trilogia chamado "Tao do Surf- Zen e a Arte de pegar onda". Mas a ideia original , segundo postagem do próprio na última semana. Remonta cerca de 23 anos atrás.

My Master Julio Camacho, has another skill very present in his youth that is Surf. In 2002, he released the first book of a trilogy called "Tao of Surf- Zen and the Art of ride the Wave." But the original idea, according to his post last week. It remounts about 23 years ago.
(O autor ensina sua filha a surfar em meados dos anos 2000)
(The author teaches his daughter to surf in the mid 2000's)

"Tao do Surf" sempre ´foi elogiado por apresentar uma leitura agradável e dinâmica. Mostrando a relação "Mestre-Discípulo" por uma outra perspectiva que não a dos filmes, como meu Mestre fala no início do livro.

"Tao of Surf" has always been praised for presenting a pleasant and dynamic reading. Showing the "Master-Disciple" relationship from a perspective other than that of the movies, as my Master speaks at the beginning of the book.
(Versão "mangá" do Tao do Surf por Phelipe Pita. 
Aluno de Mestre Julio Camacho e ilustrador profissional)
("Manga version" of the Tao do Surf book by the student of Master Julio Camacho, Phelipe Pita)

Enquanto o segundo volume não chega, ainda é possível encomendar o primeiro livro "Tao do Surf - Zen e a Arte de pegar onda" . 

While the second volume does not release, it is still possible to order the first book "Tao of Surf - Zen and the Art of ride the wave".
 O Diretor do Núcleo Barra, André Almeida(foto), que está promovendo esse novo momento do livro "Tao do Surf", acredita que se trata também de um ótimo presente para confraternizações de final de ano como natal, amigos ocultos , e confraternizações de empresas. 
O valor de um único livro "Tao do Surf" é de R$ 50,00. Dois livros saem por apenas R$ 88,00 . E para aqueles que resolverem adquirir 10 exemplares , o valor é de R$ 250,00.
Todas as encomendas podem ser feitas através do whats app do prórprio André Almeida : 21 96913-6303.   As encomendas de longe , serão enviadas pelo correio.

The Director of MYVT Barra School, André Almeida (photo), who is promoting this new moment of the book "Tao of  Surf", believes that this is also a great gift for end-of-year gatherings like Christmas, hidden friends, and company gatherings.
The value of a single book "Tao of Surf" is US$ 15,00. Two books leave for only US$ 25.00. And for those who decide to acquire 10 copies, the value is US$ 75.00.
All orders can be made through the whats app of André Almeida: +55 21 96913-6303. Orders from afar will be mailed.
Para quem quiser saber mais sobre o livro de meu Mestre Julio Camaho(foto) ,
 "Tao do Surf". Pode clicar AQUI

For those who want to know more about the book of my Master Julio Camacho(photo), "Tao of the Surf". Click HERE

domingo, 27 de novembro de 2016

Superando medos com Kung Fu (Overcoming fears with Kung Fu)


Muitos e muitos anos atrás, ouvi de Si Gung(foto) em uma palestra sua, que não é de todo mal ter medo. Existe um tipo de medo, que nos deixa alertas, e que inclusive nos permite antecipar situações adversas. Ele também disse , que por outro lado, existe um medo que paralisa. E muitas pessoas atualmente têm um "Medo que paralisa", e eu estou entre elas...

Many and many years ago, I heard from Si Gung (photo) in a lecture of his, that is not at all evil to be afraid. There is a kind of fear that leaves us alert, and that even allows us to anticipate adverse situations. He also said, that on the other hand, there is a fear that paralyzes. And many people today have a "Fear that paralyzes", and I am among them ...
As vezes penso na minha vida , em como ela seria, se não tivesse praticado Ving Tsun por mais da metade dela. Não sei exatamente em que condições eu estaria hoje. Graças a prática do Siu Nim Tau por 17 anos, sou capaz de perceber um pouco melhor certos comportamentos meus , e me dedico a tentar melhorá-los constantemente. E podendo me conhecer melhor, vejo uma série de traços e tendências, que não sei onde me levariam, caso Si Fu, através da Vida Kung Fu , não tivesse me mostrado como ressignificar certos paradigmas. Como por exemplo, meu medo de altura.

Sometimes I think about my life, how it would be if I had not practiced Ving Tsun for more than half of it. I do not know exactly what conditions I would be in today. Thanks to the practice of Siu Nim Tau for 17 years, I am able to perceive a little better certain behaviors of mine, and I dedicate myself to try to improve them constantly. And being able to know myself better, I see a series of traits and tendencies, which I do not know where they would take me, if Si Fu, through Kung Fu Life, had not shown me how to re-signify certain paradigms. Like for example, my fear of heights.
Esse medo que tenho de altura, é o "medo que paralisa" que Si gung(foto) falou naquela palestra. Meu medo de altura é tão grande, que uma ação simples como subir numa cadeira e olhar para cima para trocar uma lâmpada, se torna uma tarefa difícil e vertiginosa. Porém, nada se compara a dirigir enquanto passo por uma ponte. E recentemente, passando pela Ponte Rio-Niterói, precisei enfrentar novamente essa limitação.
A sensação de medo de altura, é difícil de descrever, quando estou dirigindo e isso acontece, é como se o carro começasse a aquaplanar e ao mesmo tempo eu começasse a ter vertigem. Geralmente quando passamos por uma situação de medo paralisante, tendemos a evitar situações parecidas, mas este não é o meu caso.

That fear I have of height, is the "fear that paralyzes" that Si gung (photo) spoke in that lecture. My fear of heights is so big that a simple action like climbing a chair and looking up to change a light bulb becomes a difficult and dizzying task. However, nothing compares to driving as I pass a bridge. And recently, passing by the Rio-Niterói Bridge, I had to face this limitation again.
The feeling of fear of height is difficult to describe, when I am driving and this happens, it is as if the car began to aquaplan(like float on water) and at the same time I started to have vertigo. Usually when we go through a paralyzing fear situation, we tend to avoid similar situations, but this is not my case.
 Eu realmente levo a sério ser o Discípulo nº2 do Clã Moy Jo Lei Ou . Ou simplesmente ser um discípulo de Si Fu(foto). Si Fu não é destemido, mas é centrado o suficiente para inspirar os que o cercam. Dessa forma, em momentos de adversidade, alguma fala sua ou simplesmente sua presença surge e eu consigo seguir adiante.
Na cultura clássica chinesa, a posição que ocupamos numa Família é mais importante do que o próprio indivíduo e suas questões pessoais. Isso pode parecer radical se comparado a nossa cultura, mas eu acredito nesse processo.Pois, se você não tem naquele momento forças para se superar por você mesmo, você vai precisar encontrar essa força se levar a sério a sua posição dentro de sua Família. E não estou falando de Família Kung Fu somente. Um pai, não pode fraquejar, se não por ele, que seja pelo seu filho.

I really take it seriously to be Number 2 Disciple  of the Clan Moy Jo Lei Ou. Or simply be a disciple of Si Fu (photo). Si Fu is not fearless, but he is centered enough to inspire those around him. In this way, in moments of adversity, some speech of him or simply his presence appears and I can move on.
In Chinese classical culture, the position we hold in a Family is more important than the individual himself and his personal issues. This may seem radical compared to our western culture, but I believe in this process. For if you do not have the strength to overcome yourself at the time, you will need to find that strength if you take your position seriously within your Family. And I'm not talking about Kung Fu Family only. A father can not weaken, if not for him, that it be for his son.
Assim, ao passar pela Ponte recentemente, aquela mesma sensação como se o carro estivesse flutuando, como se não houvesse chão começou a acontecer quanto mais me aproximava da parte mais alta da ponte. Mas eu segui em frente. Nesse ponto da minha vida, eu simplesmente não posso travar. A minha vida, ela não é mais somente minha. Pois o "Si Fu Thiago Pereira" não pode travar, "O discípulo nº2 não pode travar"...  Mas o principal motivo que não deixa meu medo de altura me travar...

So, as I passed the Bridge recently, that same feeling as if the car was floating, as if there were no ground began to happen the closer I got to the top of the bridge. But I moved on. At this point in my life, I just can not stop. My life, it is not just mine anymore. The "Si Fu Thiago Pereira" can not stop, "The disciple # 2 " can not stop also ... But the main reason that does not let my fear of height stop me ...
... É que todo discípulo, pode escolher por usar apenas o seu coração(saam 心), ou usar também o coração(saam 心) de seu Si Fu. E já que em meu coração(saam 心) existe o medo de altura, nessas horas, eu tomo emprestado o coração(saam 心) do Si Fu. E assim, eu consigo passar em qualquer ponte, trocar uma lâmpada sempre que precisar...E também por isso, você nunca saberia desse meu medo, se eu não lhe contasse.


... It is that every disciple can choose to use only his heart(saam 心), or also use the heart(saam 心) of his Si Fu. And since in my heart(saam 心) there is the fear of height. In times like these, I borrow the heart(saam 心) of Si Fu. And so, I can get on any bridge, change a lamp whenever I need to ... And also because of this, you would never know of my fear if I did not tell you.

The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

A FANTASY BOOK BY A KUNG FU MASTER! (MESTRE DE KUNG FU LANÇA LIVRO DE FANTASIA!)

 São muito poucos os escritores de fantasia em território nacional e mesmo Latino Americano. Mas posso garantir, que o único que é Mestre de Ving Tsun Kung Fu é brasileiro e atende pelo nome de Leonardo Reis! E seu livro "Dragões da Tempestade" chega em sua versão digital na Amazon por apenas R$ 3,60. Você pode comprá-lo clicando AQUI.

There are very few fantasy writers in the national territory and even in Latin America. But you can be assured that the only one who is a Ving Tsun Kung Fu Master is Brazilian and goes by the name of Leonardo Reis! And his book "Storm Dragons" arrives in its digital version on Amazon for only $ 3.60. You can buy it by clicking HERE.
 Conheço Mestre Leonardo Reis a mais de uma década, e um de nossos contatos mais interessantes. Foi quando ele gentilmente me emprestou um pouco conhecido remake de "Golden Axe"(foto) em meados dos anos 2000. "Golden Axe" , sucesso de 1989 dos Arcades, veio no embalo do filme de 1982 baseado na obra de Robert E. Howard: "Conan, o Bárbaro". Foi naquele momento , que pela primeira vez descobri o gosto do Mestre Leonardo Reis por fantasia reunindo dragões , espadas e todo esse mundo.

I've known Mestre Leonardo Reis for more than a decade, and one of our most interesting contacts. It was when he kindly lent me a little-known remake of "Golden Axe" (photo) in the mid-2000s. "Golden Axe"(1989)was a hit of the Arcades, came in the throes of the 1982 film based on the work of Robert E. Howard : "Conan the Barbarian". It was at that moment that for the first time I discovered Master Leonardo Reis's taste for fantasy gathering dragons, swords, and the whole world of fantasy.
Inspirado por seu irmão quando era ainda muito jovem, o autor de "Dragões da Tempestade", escrevia redações muito criativas e elogiadas por sua professora e escola.Mais tarde o autor tomaria contato com um anúncio sobre um concurso da Amazon para roteiros de cinema .
O fato de estar desanimado com a incapacidade dos filmes de cinema gerarem alguma conexão emocional consigo,o ajudou a tomar a decisão de colocar suas ideias no papel.

Inspired by his brother when he was still very young, the author of "Storm Dragons" wrote very creative essays and was praised by his teacher and school. Later the author would contact an advertisement about an Amazon contest for movie scripts.
The fact that he was discouraged by the inability of movies to generate an emotional connection with him helped him make the decision to put his ideas on paper.

Sua maior motivação ainda asism ,foi assumir o desafio de mostrar aos seus filhos que com muita dedicação, empenho e colocando de verdade o coraçãoem algo. É possível alcançar um determinado nível de excelência e realizar um trabalho muito bem feito.
Ele não ganhou o concurso na Amazon naquela época, mas conseguiu ganhar alguns outros e conquistou posições de destaque em uns outros 30 ao redor do mundo.  Lá também conheceu vários outros roteiristas (curiosamente dois deles tinham praticado Ving Tsun assim como ele) e as trocas de críticas e análises com eles renderam, mais que o título de "Top Reviewer", muito aprendizado.

His biggest motivation yet was to take up the challenge of showing his children that with a lot of dedication, commitment and really putting ones heart in something. You can achieve a certain level of excellence and do a  well done piece of work.
He did not win the contest on Amazon at that time, but managed to win a few others and gained prominent positions in another 30 around the world. There he also met several other writers (interestingly two of them had practiced Ving Tsun as well as him), and the exchanges of criticism and analysis with them yielded, much more than the title of "Top Reviewer", much learning.
(O autor de "Dragões da Tempestade" aparece nessa foto entre sua esposa, Cátia Reis e seu Mestre e amigo Julio Camacho. Mestre Julio Camacho é autor de obras literárias 
e produções televisivas como "Tao do Surf" e "DDD21". )

(The author of "Storm Dragons" appears in this photo between his wife, Cátia Reis and his Master and friend Julio Camacho.Master Julio Camacho is the author of literary works
and television productions such as "Tao of Surf" and "DDD21". )

Em sua jornada de aperfeiçoamento, o autor tomou a revisão de outro Mestre de Ving Tsun, Felipe Soares,  que leu a versão em inglês, como determinante para que executasse uma mudança importante a qual  estava relutante em fazer. 
Empolgado, o autor preparou o volume 1 de 6 de uma Graphic Novel e agora uma versão adaptada em livro.
 Quem ler a obra vai perceber que tem um formato diferente,  algo que o autor chama de "Cinelivro". É uma leitura dinâmica com o intuito de fazer o leitor assistir um filme com os olhos de sua mente com um final inesperado! 
Como bônus os praticantes de Ving Tsun poderão perceber conceitos comuns, como a relação Mestre-discípulo, irmandade kung-fu e a óbvia personagem feminina , com uma espécie de Baat Jam Do nas mãos, além de outros elementos.


On his journey as an author, the author took over the review of another Ving Tsun Master, Felipe Soares, who read the English version as the determining factor for a major change he was reluctant to make.
Excited, the author has prepared  a volume 1 of 6 of a Graphic Novel and now a version adapted in book.
Whoever reads the work will realize that it has a different format, something that the author calls "Cine-Book". It is a dynamic reading to make the reader watch a movie with the eyes of his mind with an unexpected end!
As a bonus, Ving Tsun practitioners will be able to notice common concepts such as the Master-disciple relationship, kung-fu brotherhood, and the obvious female character, with a kind of Baat Jam Do in her  hands, as well as other elements.
O livro se encontra a venda na AMAZON por R$ 3,60 clicando AQUI
You can find the book for purchase on AMAZON for US$ 1. clicling HERE
The Disciple of Master Julio Camacho 
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Pereira acquires a muk yan jong (Pereira ganha um Muk Yan Jong)

Quando comecei minha prática no Muk Yan Jong em 2002, lembro de que enquanto caminhava com Si Fu em direção ao boneco que ficava exatamente neste canto do antigo Núcleo Jacarepaguá, eu sentia vontade de sorrir incontrolavelmente. Era um sonho se tornando realidade! Desde 1998, quando assisti Jackie Chan fazendo aquela coreografia esdrúxula num "Muk Yan Jong", no filme "Arrebentando em Nova Iorque"(Rumble in the Bornx,1994) , e achei que era o máximo. Queria ter essa oportunidade! E lá estava eu...

When I started my practice on Muk Yan Jong in 2002, I remember that as I walked with Si Fu toward the dummy that was right in this corner of the old Jacarepaguá School, I felt like smiling uncontrollably. It was a dream come true! Since 1998, when I watched Jackie Chan do that choreography on a "Muk Yan Jong" in the movie "Rumble in the Bornx(1994)", and I thought it was the best. I wanted to have that opportunity! And there I was ...
Meu To Dai Pedro Freire, que aparece na foto acima, tem a oportunidade de praticar formalmente com o Muk Yan Jong a quase um ano. Mas na foto acima, ele não pratica em qualquer Muk Yan Jong. E sim, em um presente dado  pelo Si Suk Wesley Cavalheiro! Um Muk Yan Jong com as medidas oficiais do Grande Clã Moy Yat e inclusive com a logo da Moy Yat Ving Tsun em seu topo.

My To Dai Pedro Freire, who appears in the photo above, has the opportunity to practice formally with Muk Yan Jong for almost a year. But in the picture above, he does not practice on any Muk Yan Jong. And yes, on a gift given by the Si Suk Wesley Cavalheiro! A Muk Yan Jong with the official measurements of the Grand Clan Moy Yat and even with the Moy Yat Ving Tsun logo on its top.
Pedro e meu irmão Kung Fu , Rodrigo Moreira "Moy Mo Lei", me encontraram em meu portão de manhã cedo, e juntos fomos a casa de Wesley para buscar o boneco de madeira. Eu realmente não podia acreditar que estava recebendo tal presente! Por diferentes motivos, se tratava de algo com grande valor! E trouxemos ele, como Pedro bem disse, numa espécie de "Tetris Humano" dentro de um Siena.

Pedro and my Kung Fu brother, Rodrigo Moreira "Moy Mo Lei", met me at my gate early in the morning, and together we went to Wesley's house to get the wooden dummy. I really could not believe I was getting such a gift! For different reasons, it was something of great value! And we brought it, as Pedro well said, into a kind of "Human Tetris" inside my car.
Estamos para nos mudar no Núcleo Méier, e esse presente é mais um motivo para isso. Pois esse Muk Yan Jong não cabe em nosso espaço atual. E eu, particularmente, me sinto usurpando uma grande oportunidade dos membros do Núcleo Méier praticarem com uma ferramenta tão incrivelmente feita em madeira , com atenção máxima a cada medida, ao deixá-lo em minha varanda.

We are about to move in the MYVT Meier School, and this gift is another reason for this. For this Muk Yan Jong does not fit in our present space. And I, in particular, feel myself usurping a great opportunity for the members of the Méier School to practice with a tool so incredibly made of wood, with maximum attention to each measure, by leaving it on my house.
 O Muk Yan Jong do Núcleo Méier, também é um presente. Niklas e seu pai Darwin, dois irmãos Kung Fu, doaram ele para o Núcleo Méier em 2014. Devido ao seu tamanho diferenciado, coube como uma luva em nosso espaço atual, e discípulos como Lucky , Fabiosa, André e o próprio Rodrigo , estão aprendendo graças a ele.

The Jong of Meier School, is also a gift. Niklas and his father Darwin, two Kung Fu brothers, donated it to the Méier School in 2014. Because of its size, it fitted like a glove in our current space, and disciples like Lucky, Fabiosa, André and Rodrigo himself are learning thanks to it.
(Pedro coloca a perna do Muk Yan Jong)
(Pedro puts in the Jong´s leg)

Preciso dizer que me enche de orgulho, saber que quase que a totalidade dos objetos presentes no Núcleo Méier, desde seu início, são presentes da Família Kung Fu. Meu nome está no contrato de locação do imóvel, mas tirando isso, desconheço qualquer outro objeto do Mo Gun, deixando de lado os símbolos de legitimidade, que sejam meus, ou tenham sido adquiridos por mim. Isso me deixa feliz, por saber que aquela sala vazia de Abril de 2011, foi composta por várias pessoas.

I need to say that I am filled with pride, knowing that almost all of the objects present in the Méier School since its start are gifts from the Kung Fu Family. My name is in the lease of the property, but apart from that, I do not know any other object of the Mo Gun, leaving aside the symbols of legitimacy , that are mine, or have been acquired by me. This makes me happy to know that that empty room of April 2011 was made up of several people.
Minha casa, devido a chegada do Muk Yan Jong, que na foto acima, ainda estava em processo de montagem para morar. Também tem o potencial de receber os To Dai e os irmãos Kung Fu para práticas não só de Mui Fa Jong. Como Pedro, que tenta descobrir as nuances de uma nova parte acima, enquanto eu e minha esposa conversamos ao fundo.

My house, due to the arrival of Muk Yan Jong, which in the photo above, was still in the process of settling to live. It also has the potential to welcome the To Dai and the Kung Fu brothers for practices not only from Mui Fa Jong. Like Pedro, who tries to figure out the nuances of a new part above, while my wife and I are talking in the background.


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Moy Fat Lei Family Runnin' Wild

A foto acima, é uma "selfie" tirada por Vitor Sá de um café-da-manhã da Família Moy Fat Lei na casa da Jaqueline Tergolina. Também estiveram presentes Rodrigo Moreira e Clayton Meireles, membros da Família Moy Jo Lei Ou, e meus irmãos Kung Fu.
Essa foto não só é especial pelo espírito contagiante que ela passa, mas principalmente porque eu não estava presente no dia rs
A ideia dessa reuinão, era promover um "pré-evento" para a próxima Cerimônia Tradicional de nosso Clã Moy Jo Lei Ou. E particularmente para mim, foi muito especial saber que as coisas começam a acontecer, já que esta não é a primeira vez, sem a minha presença...

The photo above, is a "selfie" taken by Vitor Sá from a breakfast of the Moy Fat Lei Family in the house of Jaqueline Tergolina. Also present were Rodrigo Moreira and Clayton Meireles, members of the Moy Jo Lei Ou Family, and my Kung Fu brothers.
This photo is not only special because of the contagious spirit it passes, but mainly because I was not present on daylol
The idea of this meeting was to promote a "pre-event" for the next Traditional Ceremony of our Clan Moy Jo Lei Ou. And particularly for me, it was very special to know that things are beginning to happen, since this is not the first time, without my presence ...
Acredito que na Família Kung Fu, devemos nos esforçar para manter boas relações com todos os membros dela. Mas ocasionalmente, vamos nos aproximar mais de uns irmãos do que de outros. Nesses momentos, Si Fu sempre me chamou a atenção, para nunca substituir a relação "Si Hing-Dai"(Irmão mais velho-irmão mais novo) por apenas amizade.
Si Fu dizia que dentro da relação "Si Hing-Dai" existe também a amizade, mas existem também muitas outras coisas que seriam deixadas de lado , caso focássemos apenas em uma única possibilidade.


I believe that in the Kung Fu Family we must strive to maintain good relations with all its members. But occasionally, we get closer to some brothers than others. At such times, Si Fu always caught my attention, never to replace the "Si Hing-Dai" (older-younger brother) relationship for just friendship.
Si Fu said that within the "Si Hing-Dai" relationship there is also friendship, but there are also many other things that would be left out if we focused on only one possibility.
Eu já vivi nestes anos, muitas relações fortes na Família Kung Fu, que proporcionaram momentos inesquecíveis.
Abaixo por exemplo: Eu,Guilherme de Farias e Pedro Correia, em nossa roda de violão. Numa antiga casa do Si Fu. Num aniversário de nossa irmã Kung Fu, Jade Camacho:

I have lived in these years, many strong relationships in the Kung Fu Family, which have provided unforgettable moments.
Below for example: I, Guilherme de Farias and Pedro Correia, on our guitar party. At  Si Fu's former house. On a birthday of our sister Kung Fu, Jade Camacho, also his daughter:



Meu autor favorito, o fantástico sinólogo François Jullien. Fala um pouco sobre estes fortes laços que surgem entre membros de um exército ou qualquer grupo , que lide em seu dia-a-dia, com processos reais ou simbólicos de vida e de morte : "...Coloquemos os piores inimigos num barco, se o vento começa a fustigá-lo, vê-los-emos cooperar tão intimamente, diante da tempestade, quanto cooperam habitualmente nossas duas mãos: é da mesma maneira , pela situação de perigo em que são lançados, que deve nascer a coesão no seio dos exércitos..."

My favorite author, the fantastic sinologist François Jullien. He speaks a little about these strong ties that arise between members of an army or any group that deals in their daily lives with real or symbolic processes of life and death: "... Let us put the worst enemies in a boat, If the wind begins to whip it, we will see them cooperate so intimately in the face of the storm, as our two hands habitually co-operate: it is likewise because of the dangerous situation in which they are launched that cohesion must be born in the bosom of armies ... "
(eu, meu irmão kung fu Vladimir e seu filho Dani . Numa mostra de cultura nordestina no Aterro)
(I, my kung fu brother Vladimir and his son Dani. In a show of Northeastern culture in the Landfill zone)

Si Fu costuma falar, que uma relação não tem muito tempo ou é apenas superficial, caso ela não passe por diferentes momentos: Crises, felicidade, alegria, tristeza, sorrisos e lágrimas...  Segundo ele, qualquer relação duradoura é assim.
Porém, na Família Kung Fu, temos algo a mais: A intimidade corporal. Ou seja, a possibilidade de alguém que o golpeou com toda a força, estar rindo com você apenas um momento depois. Ou , aquele seu irmão Kung Fu tão próximo a você, precisar ser golpeado naquele momento...

Si Fu usually talks, that if a relationship does not have much time or is only superficial,   does not go through different moments: Crises, happiness, joy, sadness, smiles and tears ... According to him, any lasting relationship go trough those moments.
However, in the Kung Fu Family, we have something more: Body intimacy. That is, the possibility of someone who hit you with all the ones force, be laughing with you only a moment later. Or, that your Kung Fu brother so close to you, needs to be punched at some moment ...

Na foto vemos no canto direito de óculos, Clayton Meireles e ao seu lado , Rodrigo Moreira. Os demais são membros da Família Moy Fat Lei.
Este encontro tinha por objetivo, como dito no início, preparar o seguinte evento:

In the photo we see in the right corner wearing glasses, Clayton Meireles and next to him, Rodrigo Moreira. The rest are members of the Moy Fat Lei Family.

The purpose of this meeting was, as said at the outset, to prepare the following event:






The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com



terça-feira, 8 de novembro de 2016

How to Decorate a Mo Gun (Como decorar um Mo Gun)

Infelizmente no Brasil, para o grande público em sua maioria , o local no qual se pratica uma arte marcial é um lugar sujo, mal organizado , com um vestiário com cheiro forte de suor. No local de prática é possível encontrar muita coisa pendurada e exposta sem muito critério. E para aqueles da minha idade ou mais velhos, talvez cogite que este local tenha um poster do Bruce Lee na parede , independente da arte marcial ser de origem chinesa ou não....

Unfortunately in Brazil, for the great public at large, the place where a martial art is practiced is a dirty place, poorly organized, with a dressing room with a strong smell of sweat. In the place of practice it is possible to find much things hanging and exposed without much criterion. And for those of my age or older, you might think this place has a Bruce Lee poster on the wall, whether or not the martial art is of Chinese origin ....

Chamamos o local em que uma Família Kung Fu está instalada de "Mo Gun". Consideramos este local, como a casa da Família Kung Fu. E , enquanto uma casa, é importante que saibamos o que expomos nela e mais importante: A forma adequada de apresenta-la.
Por isso, o bom entendimento sobre como decorar , dispor e organizar o que compõe um Mo Gun, é fundamental para que ele traga o potencial necessário para sua prosperidade e desenvolvimento do Kung Fu daqueles que lá frequentam.

We call the location where a Kung Fu Family is installed  as  "Mo Gun". We consider this place as the home of the Kung Fu Family. And, as a home, it is important that we know what we expose in it and most importantly: The proper way of presenting it.
Therefore, the good understanding of how to decorate, arrange, and organize what makes up a Mo Gun is crucial for it to bring the potential needed for its prosperity and Kung Fu development from those who go there.
Como tudo que diz respeito ao Ving Tsun. A decoração do Mo Gun não será também baseada em nossa vontade ou senso de estética. Mas sim, em alguns detalhes que não podem faltar na composição de um local como este. Por isso mesmo, que nas visitas que fiz com Si Fu a cada nova sala que nosso Clã se estabeleceu, sempre ouvia ele perguntar: "Onde pode ficar o Jing Tong?".
"Jing Tong", se entende por "Salão Principal". Quando não se tem espaço para um salão, levantamos uma parede.
Para saber mais sobre "Jing Tong", assista abaixo o episódio com esse tema do programa "Cultura Kung Fu":

Like everything about Ving Tsun. The decoration of the Mo Gun will also not be based on our will or sense of aesthetics. But yes, in some details that can not be lacking in the composition of a place like this. That is why, in the visits I made with Si Fu to each new room of our Clan established over the years, I always heard him ask, "Where can Jing Tong be placed?"
"Jing Tong" means "Main Hall". When you do not have room for a hall, we raise a wall.
To know more about "Jing Tong", watch below the episode with this theme of the program "Culture Kung Fu":



 No "Jing Tong", expomos símbolos que se refiram a ancestralidade da arte praticada ali. Atualmente , o estado do Rio de Janeiro é o único do Brasil em que o número de evangélicos supera o número de católicos. E inclusive para os mais religiosos que frequentarem um Mo Gun, não precisam se preocupar. Pois todos estes símbolos, estão vinculados a um processo "memorial" e não religioso ,
. Este processo porta em si o potencial de trazer aos praticantes do presente, o sentimento de respeito por aqueles que contribuíram com a preservação desse legado para que chegasse até nós.

In "Jing Tong", we display symbols that refer to the ancestry of the art practiced there. Currently, the state of Rio de Janeiro is the only state in Brazil where the number of evangelicals exceeds the number of Catholics. And even for the more religious who attend a Mo Gun, they need not worry. For all these symbols are linked to a "memorial" rather than a religious process,
. This process has in itself the potential to bring to the practitioners of the present, the feeling of respect for those who contributed to the preservation of this legacy so that it reaches us.
A sugestão que meu Si Fu compartilhou comigo certo momento, foi para que além do Jing Tong. Vislumbrasse o que era de fato essencial para compor a decoração do Mo Gun. Tudo aquilo que não fosse, poderia ser retirado.
Essa proposta de Si Fu foi bem marcante para mim, pois enxerguei em mim por vezes, a tendência a sobrecarregar o layout do Mo Gun. Deixá-lo com uma aparência mais "clean" foi algo bem difícil.
É como quando praticamos "Siu Nim Tau", o primeiro Domínio do Sistema Ving Tsun: Você precisa estar bem atento para não usar nada que não seja necessário para executar determinada ação. Qualquer excesso pode ser prejudicial. Por isso mesmo, Si Fu que é um torcedor do Fluminense, costuma dizer que diferente do futebol, no Ving Tsun, "ganhar" de 10 a 0 não é melhor que "ganhar" de 1 a 0. : "Você precisa ser econômico e resolver com um único movimento". - Diria ele numa tarde de Quinta em 2006.
Na cena abaixo, trecho do filme "Warriors Two" . O personagem de Sammo Hung (Fung Wah) diz para seu melhor amigo Chan Wah Sun, que acabou de entrar para a Família Kung Fu, sobre um dos principais pontos sobre Siu Nim Tau.


The suggestion that my Si Fu shared with me a certain moment, was for that beyond Jing Tong. Glimpsed what was in fact essential to compose the Mo Gun decoration. Anything that was not, could be withdrawn.
This proposal of Si Fu was very striking to me, because I saw in me sometimes the tendency to overload the layout of the Mo Gun. Leaving it with a cleaner look was a tough thing.
It's like when we practice "Siu Nim Tau," the first Ving Tsun System Domain: You have to be careful not to use anything that is not necessary to perform certain action. Any excess can be harmful. That's why Si Fu, who is a soccer fan, says that, unlike soccer, in Ving Tsun, "winning" from 10 to 0 is not better than "winning" from 1 to 0.: "You have to be economical and solve things with a single movement. " - He would say it one Thursday afternoon in 2006.
In the scene below, excerpt from the movie "Warriors Two". The character of Sammo Hung (Fung Wah) tells his best friend ,Chan Wah Sun, who has just joined the Kung Fu Family, on one of the main points about Siu Nim Tau.


A Família Kung Fu pode ter papel fundamental em um momento como esse. Da mesma forma que para um Si Fu, não faz muito sentido ele fazer todo o trabalho sozinho. Não é que não possa, mas bem provavelmente ele não deva. Pois espera-se que ele já o tenha feito no Mo Gun de seu próprio Si Fu ou ainda faça. E se em seu próprio Mo Gun ele continua fazendo tudo, o trabalho não está chegando na próxima geração.

The Kung Fu Family can play a key role at a time like this. As for a Si Fu, it does not make much sense for him to do all the work himself. It's not that he can not, but he probably should not. For it is expected that he has already done it in the Mo Gun of his own Si Fu or still do. And if on his own Mo Gun he keeps doing it all, work is not coming to the next generation.
Enquanto o Mo Gun estiver sendo montado ou estiver sob reforma. Alguns praticantes estarão alheios a esse processo. É muito importante que o cenário adequado seja criado, para que a pessoa possa perceber que está se "descolando" do fluxo do Mo Gun. Ainda assim, ela não deve ser obrigada.
Em outros casos, você pode querer aproveitar o momento para se dedicar a trabalhar com alguém em específico, enquanto outro "To Dai" ou "Si Dai" trabalham.
De toda forma, é importante não "travar" o funcionamento do Mo Gun e levar o praticante a perceber o potencial de se desenvolver como ser humano , em qualquer cenário. E não apenas através do "soco e do chute".

While the Mo Gun is being mounted or under renovation. Some practitioners will be oblivious to this process. It is very important that the proper scenario is created so that the person can perceive that he is "taking off" from the flow of the Mo Gun. Still, he or she should not be forced.
In other cases, you may want to take the time to devote yourself to working with someone specific while another "To Dai" or "Si Dai" works.
In any case, it is important not to "stop" the operation of the Mo Gun and lead the practitioner to realize the potential of developing as a human being in any setting. And not just through the "punch and kick".
Quando você está estabelecido num espaço pequeno, as cores de cada parede e a disposição dos móveis, pode ajudar a criar uma sensação de diferentes ambientes. Foi pensando nisso, que Si Fu pediu que pintassemos uma das paredes de vermelho , de forma a demarcar a recepção do Núcleo Méier.

When you are set up in a small space, the colors of each wall and the arrangement of furniture can help create a sense of different environments. It was thinking about this, that Si Fu asked us to paint one of the walls in red, in order to demarcate the reception of the Meier School.
O uso de objetos foscos na parede de um local pequeno, ajuda ainda mais a trazer uma sensação de confinamento e aperto. Si Fu mais uma vez inovou quando em 2011 desenhou um quadro de vidro. Desta forma, ao invés de ocuparmos espaço com um quadro e um tripé, ou de termos um quadro branco na parede. O quadro de vidro funciona com caneta Pilot normal e quando limpo, se confunde a parede, favorecendo a sensação de amplitude na sala.


The use of frosted objects on the wall of a small place helps further to bring a sense of confinement and tightness. Si Fu once again innovated when in 2011 he designed a glass frame. In this way, instead of occupying space with a  board and a tripod, or of having a white board in the wall. The glass frame works with normal Pilot pen and when clean, it confuses the wall, favoring the feeling of amplitude in the room.
Até a data da inauguração oficial do seu Mo Gun, existe tempo suficiente para prepará-lo adequadamente. De fato, a preparação nunca acaba. A cada dia, a cada mês e a cada ano, melhorias devem ser feitas. Acontece, que não pensamos necessariamente em prover melhorias para angariar novos membros. Mas sim, para proporcionar uma experiência mais adequada aqueles que já são parte da Família Kung Fu. Naturalmente, esse cuidado se estende a quem chegar também.


Until the official opening of your Mo Gun, there is enough time to prepare it properly. In fact, the preparation never ends. Every day, every month and every year, improvements must be made. It turns out, we do not necessarily think of providing improvements to raise new members. But yes, to provide a better experience for those who are already part of the Kung Fu Family. Of course, this care extends to those who arrive too.


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com