PRATIQUE NO RIO: 21 99636988

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

2 years as a "Si Fu" : A cup of Vodka and two slaps on the face.

(Com meu Si Hing e sua esposa, e com Si Fu. Esta foi a noite em 
que eu e meu Si Hing fomos titulados "Mestres")

(With my Si Hing and his wife, and with Si Fu. This was the night in
that I and my Si Hing were titled "Masters")


Bom, pouca gente sabe sobre o quanto gosto de saber a respeito do espaço sideral , e de toda a história da astronáutica, ou como prefiro: Cosmonáutica. 
Bem, certa vez ouvindo um programa sobre a "corrida espacial", os integrantes falavam da diferença do treinamento entre os pilotos americanos e russos naquele período. Um dos participantes disse brincando ao que todos explodiram em gargalhadas: "... O treinamento russo consistia em colocar o Yuri Gagarin sentado num banco que giraria por vários níveis de força G. Antes de ligarem, davam um gole de vodka pra ele e dois tapas na cara...Esse era o treinamento dos cosmonautas russos..."  (risos).

Well, few people know about how much I like to know about outer space, and the whole history of astronautics, or how I prefer: Cosmonautics.

Well, once hearing a program on the "space race" between USA and USSR, the members talked about the difference in training between American and Russian pilots at that time. One of the participants said with a playful laugh: "... The Russian training consisted of putting Yuri Gagarin sitting on a bench that would rotate through various levels of G force. Before that,  they would give him a sip of vodka and two tapas in the face ... This was the training of the Russian cosmonauts ... "(laughs).
(Si Fu se diverte com o presente que recebi de minha irmã Kung Fu, Paula Gama em 2006)
(Si Fu is amused by the gift I received from my sister Kung Fu, Paula Gama in 2006)


Si Gung conseguiu , de alguma forma, trazer à todos os seus descendentes, o profundo sentimento de comprometimento com a carreira de "Si Fu". Isso sempre foi possível de se ver em Si Fu e sinto isso dentro de mim. Talvez, para quem não faça parte da Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence, ou mesmo para àqueles que fazem parte , mas que estão ainda no início de sua jornada, pensem: "Ei ! O que é preciso para se tornar um Si Fu? ".
Lembro claramente de passar pelo Via Parque Shopping com Si Fu de carro, e ouvir dele: "A diferença de um Si Fu para um pai, é que um pai aprende enquanto cria o filho. Um Si Fu , foi preparado para isso."

Si Gung somehow managed to bring to all his descendants the deep feeling of commitment to the career of "Si Fu". It has always been possible to see it in Si Fu and feel it inside me. Perhaps, for those who are not part of Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence, or even for those who are part of it, but who are still at the beginning of their journey, think: "Hey, what does it take to become a Si Fu?" .
I clearly remember going through the Via Parque Mall with Si Fu by car, and hearing from him: "The difference between a Si Fu and a father, is that a father learns while raising his son. A Si Fu, was prepared for it."

(Foto após prática com Thiago Silva, em uma das antigas residências de Si Fu)
(Photo after practice with Thiago Silva, in one of Si Fu's former residences)

Ao longo dos anos, sempre acompanhei a trajetória de Si Fu, seguro de sua liderança. Mesmo nos momentos em que ele tomava alguma atitude excêntrica ao status quo, eu lembrava que por se tratar dele, de alguma maneira aquilo fazia sentido. Talvez fosse eu que não estivesse entendendo .
Ouvi muitas reclamações de meus irmãos Kung Fu sobre algumas decisões de Si Fu, sempre relevei todas, porque por mais que algumas me tocassem de alguma forma, minha lealdade sempre foi muito clara. Quando me chegava algo que não conseguia me desfazer facilmente, levava até ele. Não para pedir explicações, mas para que ele pudesse atuar com relação àquele membro da Família, e quem sabe desfazer o provável mal entendido.

Over the years, I have always followed Si Fu's path, sure of his leadership. Even in the moments when he took some eccentric attitude to the status quo, I remembered that because of him, somehow that made sense. Maybe it was me who did not understand.
I have heard many complaints from my Kung Fu brothers about some Si Fu decisions, I have always relieved them all, because however much some of them touched me in some way, my loyalty has always been very clear. When something came to me that I could not undo easily, I would take it to Si Fu. Not to ask for explanations, but for him to act with regard to that member of the Family, and who knows how to undo the probable misunderstanding.
(Com Si Fu, Si Suk André, Si Suk Ursula e Vladimir , 
comemorando o aniversário da Si Suk em 2004)
(Si Fu, Si Suk André, Si Suk Ursula and Vladimir, celebrating Si Suk Ursula's birthday in 2004)


Certa vez , questionei Si Fu sobre uma praticante que havia sido promovida ao "Biu Ji": "Si Fu, eu não concordo com isso! Ela não tem a menor condição de acessar o Biu Ji!" . Thiago Silva estava no carro, e enquanto Si Fu dava carona a ele até a casa de sua sogra, explicou sua decisão de uma maneira, que me espantei com o quão a fundo ele entendia a Família Kung Fu e o Sistema Ving Tsun. Anos depois, me vi tomando a mesma decisão, sob olhares confusos, muitas vezes da própria pessoa que estava recebendo acesso fosse à Família Kung Fu ou a um novo Domínio do Sistema. E sorri por dentro.

I once questioned Si Fu about a practitioner who had been promoted to "Biu Ji": "Si Fu, I do not agree with that! She has no condition of accessing Biu Ji!" . Thiago Silva was in the car, and while Si Fu gave him a ride his mother-in-law's house, he explained his decision in a way that amazed me how deeply he understood the Kung Fu Family and the Ving Tsun System. Years later, I found myself making the same decision, under confused looks, many times from the very person who was receiving access to either the Kung Fu Family or a new Domain in the System. And I was smiling inside.
(Abraço fraternal no amigo e irmão Kung Fu Fernando Xavier no dia de minha titulação)
(Brotherly hug in my friend and brother Kung Fu Fernando Xavier
 on the day of my Master´s degree Qualification)


Às vezes , chego a pensar que a carreira de "Si Fu", é de certa forma se deparar com várias versões do "To Dai" que você foi ao longo dos anos. Como se você atraísse as melhores e mais confusas versões do "To Dai" que você foi e ainda é. Como num passe de mágica, tudo que você fez para seu Si Fu , volta para você. Bom, isso até a "página 2", porque o grande susto mesmo você recebe quando um To Dai toma uma atitude que lhe faz se sentir profundamente magoado numa tarde de uma Terça qualquer. Você para, reflete por alguns segundos, e vasculhando o coração, rapidamente descobre que a mágoa, não é com a pessoa em si, mas com uma frase que se forma como uma voz do discípulo que vive dentro de você: " Eu nunca faria isso com meu Si Fu. " .

Sometimes I come to think that the career of a "Si Fu", is in a certain way,something like to come across various versions of the "To Dai" that you have been over the years. As if you were attracting the best and most confusing versions of the "To Dai" that you were and still are. Like magic, everything you've done for your Si Fu comes back to you. Well, that's up to page 2, because the very fright you get when a To Dai takes an attitude that makes you feel deeply hurt on a Tuesday afternoon either. You stop, reflect for a few seconds, and looking inside your  heart, you quickly discover that the hurt is not with the person itself, but with a phrase that forms as a voice of the disciple who lives inside you: "I would never do that with my Si Fu. ".
(Com Si Fu e outros membros do Grande Clã Moy Yat Sang, minutos
 antes de sua partida para Russia em 2009)
(With Si Fu and other members of the Grand Clan Moy Yat Sang, minutes
  before his departure for Russia in 2009)


Si Fu me disse uma vez que no momento em que estamos transmitindo a arte para alguém, é quando de fato aprendemos sobre a técnica. Esta relação "Si Fu- To Dai" é tão intensa, que envolve afeto, e segundo próprio Si Fu, quando se existe afeto, passa a existir uma expectativa , e se existe uma expectativa. em breve haverá uma frustração. De ambas as partes. E pude viver algo que Si Fu falou do fundo de seu coração em uma oportunidade: "O pior Pereira, é quando a pessoa está magoada com você e nem te dá a chance de saber porquê" . - E depois que você tomou uma surra de todos esses sentimentos, você passa a chave na porta do Mo Gun, enche o peito de coragem, cumprimenta os ancestrais e tem a grata surpresa de um outro To Dai que surge, sorrindo, bem , disposto e totalmente alheio a tudo que aconteceu minutos antes. E quando você menos espera, você está sorrindo junto com ele. E então você pode pensar: "Ei ! Eu não estava triste a um minuto atrás?" - Então você se percebe com um novo poder: Uma capacidade inexplicável, de se revigorar, de se dispor a receber o próximo golpe , a viver a próxima aventura, muito rapidamente.

Si Fu once told me that the moment we are transmitting the art to someone, is when we actually learn about the technique. This relationship "Si Fu-To Dai" is so intense, involving affection, and according to Si Fu himself, when there is affection, there is an expectation, and if there is an expectation. soon there will be frustration. On both sides. And I could live something that Si Fu said from the bottom of his heart in an opportunity: "The worst of all Pereira, is when the person is hurt with you and does not give you the chance to know why." - And after you've taken a beating from all those feelings, you put the key in the door of the Mo Gun, fill the chest with courage, greet the ancestors and have the pleasant surprise of another To Dai who comes, smiling, well, willing and totally oblivious to everything that happened minutes before. And when you least expect it, you're smiling along with him. And then you might think, "Hey, was not I sad a minute ago?" - Then you see yourself with a new power: An inexplicable ability to reinvigorate, to be willing to receive the next blow, to live the next adventure, very quickly.
(Observado por meu Si Hing, durante meu discurso ao final do jantar na noite da titulação)
(Observed by my Si Hing, during my speech at the end of dinner 
on Master´s Degree Qualification night)

Quando comecei a dar os primeiros passos nesta jornada como "Si Fu", passei a me preocupar mais a respeito de como e do que falava, de como me vestia, do que lia, do que assistia, etc... Não por mim, mas porque entendia que representava algo muito além de minha pessoa. Porém, rapidamente percebi que é simplesmente impossível tentar controlar todas as variáveis, porque aquela sua melhor intenção, será o golpe mais cruel que um "To Dai" pode receber caso ele a receba de forma equivocada.
Por isso, a cada desafio invisível diário, percebo com toda a sinceridade , as palavras de Si Fu, de que a "luta" que sempre busquei, nada mais era do que a chamada "Pequena Guerra". E a luta interna, aquela que travamos com nós mesmos , essa sim, é a "Grande Guerra".  E é esta a guerra a se vencer, aquela que lhe fará não precisar mais dividir a vida em "Kung Fu" e "Não-Kung Fu", pois tudo que for expressado por você será Kung Fu. E é essa habilidade, a de ser um homem melhor do que você já sonhou em ser, que o levará aos últimos patamares de sua arte.

When I began to take the first steps on this journey as "Si Fu", I began to worry more about how and what I spoke, how I dressed, what I read, what I watch, etc ... Not for me, but because I understood that I was representing something far beyond my person. However, I quickly realized that it is simply impossible to try to control all the variables, because  your best intention, it will be the most cruel blow that a "To Dai" can receive if he receives it in the wrong way.
That is why, with each and every invisible challenge, I realize in all sincerity, the words of Si Fu, that the "struggle" I always sought was nothing more than the so-called "Little War". And the internal struggle, the one we deal with ourselves, that yes, is the "Great War." And this is the war to be won, the one that will make you no longer have to split your life into "Kung Fu" and "No-Kung Fu," for whatever you say will be Kung Fu. And it is this ability, that of being a better man, than you ever dreamed of being, that will take you to the highest level of your art.
(O abraço em Si Fu em seu aniversário de 2016)
(The hug in Si Fu on his 2016 birthday)

Mas se você quer mesmo saber como percorrer essa jornada , bem... Eu tenho uma pequena ideia... Porém, para não lhe deixar na mão. Aqui vai uma possibilidade: Escolha um excelente Si Fu como o meu, prepare-se de coração, tenha muita sorte, e se achar que deve... Sente-se, beba um gole de vodca e peça para alguém lhe dar dois tapas na cara... Porque seja quem for essa pessoa, será o máximo que ela poderá fazer por você quando este foguete de fato decolar...  E ainda assim, será completamente irrelevante (risos).

But if you really want to know how to walk this journey, well ... I have no idea ... But not to let you down. Here we go: Choose an excellent Si Fu like mine, get ready from the bottom fo your heart, be very lucky, and if you think you should ... Sit down, take a sip of vodka and ask someone to give you two slaps in the face. .. Because whoever that person is, it will be the most  that person can do for you when this rocket actually takes off ... And yet, it will be completely irrelevant (laughs).



The Disciple of Master Julio Camacho 
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com