PRATIQUE NO RIO: 21 99636988

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

The Best Kung Fu Movies of All Time (os Melhores filmes de Kung Fu de todos os tempos!)

Uma vez Si Fu me deu uma bronca mais feia do que o normal em meados dos anos 2000 por alguma "derrapada" minha no Núcleo Barra que ele dirigia. Lembro que a bronca se tratava do fato de que ele não estava ali para "brincar" , aquele lugar era a vida dele: "Quando pisar aqui, pise com cuidado! Você está pisando no meu sonho." - Disse ele a mim, parafraseando a si mesmo quando teria dito isso nos anos 90 para outro praticante.
De tudo que Si Fu falou naquela bronca, o que mais me tocou naquela momento da minha vida, foi uma frase que ele disse mais ou menos assim: " ... Você acha que eu gosto desses filmes de Kung Fu? Não gosto Pereira! Eu preferia estar em casa com minhas filhas! Não tenho essas fantasias, quando estou aqui, eu levo a sério o meu tempo!" - Si Fu se virou na sala 129 e me deixou ali sozinho na recepção com cara de bobo e uma coisa na cabeça: "Si Fu não gostava de filmes de Kung Fu como eu!"

Once Si Fu was really mad at me in the mid-2000s for some mess I made in Mo Gun.
 I remember the scolding about the fact that he was not there to "play", this place was his life: "When you step here, you better step carefully , because youre stepping on my dream." - He said to me, paraphrasing himself, when said that in the 90's to another practitioner.

Of all that is Si Fu said in that scolding, what touched me most at that moment of my life, was a phrase that he said something like this: "... Do you think I like these Kung Fu movies? I do not like Pereira! I prefer to stay home with my daughters! I do not have these fantasies, when I'm here, I take my time seriously! "- Si Fu turned away and left me there alone at the front desk with a silly face and something in my head : "Si Fu did not like Kung Fu movies like me!"



Os melhores filmes de Kung Fu de todos os tempos!
The Best Kung Fu Movies of All Time!


No ano em que o Blog completa dez anos de existência , estamos de volta com um quadro muito querido de 2009 chamado "Top 10". Não garanto a frequência desse quadro, rs , mas lembrei dele hoje, e esse era um tema que queria há muito escrever: Os melhores filmes de Kung Fu de todos os tempos!

In the year that the Blog completes ten years of existence, we are back with a much-loved 2009 colunm called "Top 10". I can not guarantee the frequency of this colunm, lol, but I remembered it today, and this was a theme I had long wanted to write: The best Kung Fu movies of all time!

10- Come Drink With Me (Da Zui Hap) [1966]

 Um filme de "Wuxia" pouco conhecido no ocidente , mas que se trata de um dos melhores filmes já feitos na história do cinema chinês!!! Estrelando a lenda viva Cheng Pei Pei (que estrelaria "Jade Fox" décadas mais tarde em "O Tigre e o Dragão"). Conta a história de um filho de um General que foi sequestrado e Cheng Pei Pei no papel de "Golden Swalow" precisa resgatá-lo com a ajuda do incrível "Gato Bêbado"( Yueh Hua)!
Esse filme acabou por se tornar fonte de várias cenas que passaram a ser reproduzidas em outros filmes nas décadas seguintes. Ang Lee, diretor de "O Tigre e o Dragão", é fã confesso dessa produção, e homenageia ela, copiando a famosa luta de Cheng Pei Pei com os bandidos na hospedaria, quando em "O Tigre e o Dragão" ele filmou a cena da luta de Jen Long (Zhang Zhi Yi) no restaurante!
Cheng Pei Pei era dançarina , e o diretor fez questão de escolhê-la pois queria , segundo ele, inovar na estética das lutas!

A film of "Wuxia" little known in the West, but that it is one of the best films ever made in the history of Chinese cinema !!! Starring the living legend Cheng Pei Pei (who would star in "Jade Fox" decades later in "Crouching Tiger, Hidden Dragon",2000). It tells the story of a son of a General who was kidnapped and Cheng Pei Pei in the role of "Golden Swalow" needs to rescue him with the help of the incredible "Drunken Cat" (Yueh Hua)!
This film eventually became the source of several scenes that began to be reproduced in other films in the following decades. Ang Lee, director of "Crouching Tiger, Hidden Dragon"(2000) is a self-confessed fan of this production, and honors it by copying Cheng Pei Pei's famous fight with the bandits at the inn, when in "Crouching Tiger, Hidden Dragon",2000" he filmed the scene Of the fight of Jen Long (Zhang Zhi Yi) at the restaurant!
Cheng Pei Pei was a dancer, and the director made a point of choosing her because he wanted to innovate in the aesthetics of the fights!

9- Shaolin Wooden Man ( Siu Lam Muk Yan Jong , 1976)

 Pouca gente sabe, mas foi num filme estrelando Jackie Chan em 1976 que o público ela primeira vez apreciou (entenda isso como preferir!) o "Muk Yan Jong"(boneco de madeira) nas telas de cinema!
No filme Jackie Chan faz o papel de um praticante de Shaolin (Siu Lam ) que é mudo. Um dia ele encontra um prisioneiro e começa a levar comida para ele. Jackie descobre que o prisioneiro está desenvolvendo uma técnica chamada "Rugido do leão" para escapar da prisão. Jackie começa a treinar com ele, e resolve enfrentar o desafio final de Shaolin: "O corredor dos Muk yan Jong!!!" (Wooden Men´s Alley) .
O impacto desse filme foi tão grande, que a revista "Inside Kung Fu" nos anos 80 chegou a enviar um reporter para investigar se esse local teria existido mesmo em Shaolin (Publicarei essa matéria aqui ainda esse mês!). 
A cena do corredor cheio de bonecos,  foi repetida em vários outros filmes como "Warriors Two" em 1978!

Little people know, but it was in a movie starring Jackie Chan in 1976 that the audience for the very first time appreciated the "Muk Yan Jong" (wooden dummy) on the movie screens!
In the film Jackie Chan plays the role of a Shaolin practitioner (Siu Lam) who is mute. One day he meets a prisoner and begins to bring food to him. Jackie discovers that the prisoner is developing a technique called "Lion Roar" to escape the prison. Jackie begins to train with him, and decides to face the final challenge of Shaolin: "Muk Yan Jong Alley" (Wooden Men's Alley).
The impact of this film was so great that the Inside Kung Fu magazine in the 1980s even sent a reporter to investigate whether this location would have existed even in Shaolin (I'll post that story here later this month!).
The scene of the hall full of wooden dummies, was repeated in several other films like "Warriors Two" in 1978!


8- O Dragão Chinês (The Big Boss, 1971)

"O Dragão Chinês" ( The Big Boss, 1971) é simplesmente o filme que lança Bruce Lee ao estrelato como o maior nome das artes marciais no cinema!
Levado de Hong Kong por seu tio a Bancock para viver com os primos, o imigrante chinês Cheng Chao-An (Bruce Lee), passa a trabalhar na fábrica de gelo local, cujo proprietário está envolvido com tráfico de drogas e prostituição. Com a escalada da violência, Cheng revela-se profundo conhecedor das artes marciais e derrota a quadrilha. 
Esse filme deu início a uma tendência mais realista no cinema chinês , deixando o clássico genêro "Wuxia" de lado pela primeira vez!

"The Big Boss" (1971) is simply the movie that launches Bruce Lee to stardom as the biggest name in martial arts in the chinese movies industry!
Taken from Hong Kong by his uncle to Bancock to live with his cousins, Chinese immigrant Cheng Chao-An (Bruce Lee) moves to work at the local ice factory, whose owner is involved in drug dealing and prostitution. With the escalation of violence, Cheng reveals himself to be a deep connoisseur of martial arts and defeats the gang.
This film started a more realistic trend in Chinese cinema, leaving the classic genre "Wuxia" aside for the first time!

7-  The Spiritual Boxer (1975)

Quando Bruce Lee morreu, muitos tentaram ocupar o seu lugar o que não foi possível. A tendência realística nos filmes de artes marciais era esperada pelo público, mas não tinha um ator capaz de suprir esse vazio. Foi quando Lau Kar Leung, experiente Si Fu de Hung Ga e coreógrafo, escreve o clássico dos clássicos "The Spiritual Boxer"(1975), que conta a história de um homem que tenta pegar dinheiro de pessoas de um vilarejo fingindo receber espíritos de deidades chinesas. Quando um grupo de bandidos invadem a vila, ele precisará usar esses poderes de fato!
Com um enredo simples, Lau kar Leung simplesmente inventa um novo sub-genero no cinema de artes marciais chinês: Filmes de Kung Fu com comédia.  No qual o maior nome até hoje é o de Jackie Chan!

When Bruce Lee died, many tried to take his place  but that was not possible. The realistic trend in martial arts films was expected by the public, but there was no actor capable of filling that void. It was when Lau Kar Leung, an experienced Si Fu from Hung Ga style and choreographer, writes the classics classic "The Spiritual Boxer" (1975), which tells the story of a man trying to get money from people in a village pretending to receive chinese deity spirits . When a band of bandits invade the village, he will have to use those powers in fact!
With a simple plot, Lau kar Leung simply invents a new sub-genre in the Chinese martial arts cinema: Kung Fu movies with comedy. In which the biggest name to date is Jackie Chan!


6- The One-Armed Swordsman (Duk Bei Do , 1967)

Falar de filmes "game-changers" e não falar de "The One-Armed Swordsman(1967)" do visionário e aclamado Chang Cheh seria um sacrilégio!
Chang Che nesse filme, simplesmente inventa um sub-gênero que influenciaria até mesmo Hollywood chamado "Yang Gang".
"Yang Gang", é um sub-gênero do sub-gênero Wuxia  que apresenta a figura do anti-herói pela primeira vez ao público! Nele, as personagens masculinas priorizam a amizade e fraternidade acima da própria vida, aumentando o drama das produções. As mulheres passam a ter um papel secundário , e a vingança passa a ser a principal motivação das personagens deste tipo de filme!

Talking of game-changers, not to mention "The One-Armed Swordsman (1967)" by visionary and acclaimed director and writer Chang Cheh would be a sacrilege!
Chang Che in this film simply invents a sub-genre that would even influence Hollywood called "Yang Gang".
"Yang Gang" is a sub-genre of the Wuxia sub-genre that presents the figure of the anti-hero for the first time to the public! In it, male characters prioritize friendship and fraternity above their own lives, increasing the drama of productions. Women play a minor role, and revenge becomes the main motivation for the characters in this type of movie!



5-  Trilogia de Zhang Yi Mou (Zhang Yi Mou´s Trilogy): "Hero"( 2002), "House of Flying Daggers(2004)"  e "Curse of The Golden Flower (2006).


Em 2004 Quentin Tarantino promoveu a distribuição no ocidente junto a Miramax  daquele que é considerado por muitos, o melhor filme de Kung Fu de todos os tempos: "Hero"(2002) de Zhang Yi Mo. Mais tarde, descobriríamos que "Hero" era parte de uma engendrada trilogia com dois outros filmes que se comunicam de forma tão sutil , que muitos mal sabem que trata-se da mesma linha de pensamento : The House of Flying Daggers (2004) e The Curse of The Golden Flower(2006).
São três filmes inacreditáveis ! É difícil imaginar que tudo aquilo veio de Zhang Yi Mo! E quando o terceiro filme estrelou no Brasil, um colunista do jornal "O Globo", comparou a minúcia de detalhes de todo o esplendor da Dinastia Tang representada no filme de forma magistral com fantasias de carnaval. Na época, mandei um email indignado, que me foi respondido com um pedido de desculpas: "Não sabia de toda a profundidade do filme, peço desculpas." - Pois mal sabia o repórter, que assim como Chang Che, Bruce Lee e Lau Kar Leung. Zhang Yi Mou mudava mais uma vez o cinema de artes marciais chinesas, para uma visão mais profunda do Kung Fu. Provando que havia um público para isso. Infelizmente só no final da década, o gênio Xu Hao Feng se apropriou desse potencial em seus filmes!

In 2004 Quentin Tarantino promoted the distribution in the West with Miramax of what is considered by many to be the best Kung Fu film of all time: "Hero" (2002) by Zhang Yi Mo. Later, we would discover that "Hero" was part of an engendered trilogy with two other films that communicate so subtly that many hardly know it is the same line of thought: The House of Flying Daggers (2004) and The Curse of The Golden Flower (2006).
It's three unbelievable movies! It's hard to imagine that all that came from Zhang Yi Mo! And when the third film starred in Brazil, a columnist for the newspaper "O Globo," compared the detail minutia of all the splendor of the Tang Dynasty represented in the third film masterfully with carnival costumes. At the time, I sent an indignant email, which was answered with an apology: "I did not know the full depth of the film, I apologize." -The reporter was not aware that as well as Chang Che, Bruce Lee and Lau Kar Leung. Zhang Yi Mou once again changed the Chinese martial arts cinema to a deeper view of Kung Fu. Proving that there was an audience for it. Unfortunately only at the end of the decade, the genius Xu Hao Feng appropriated from this potential in his films!


4- O Grande Mestre (Ip Man, 2008)

"O Grande Mestre" (Ip Man, 2008) tem uma importância maior para as artes marciais de modo geral, e não só para o Ving Tsun (Wing Chun), do que se imagina: Este filme restabeleceu os padrões da imagem de uma artista marcial de ponta no imaginário popular do século 21.
Depois de décadas , o filme apresenta uma personagem que acima de tudo, é um ser humano desenvolvido graças a arte que pratica. E seus valores pessoais e maneira de viver, emocionaram plateias do mundo todo, alçando Ip Man como uma personagem de cinema no mesmo patamar de Wong Fei Hung. Outra personagem marcante que existiu de verdade e foi imortalizado no cinema!


"Ip Man"( 2008) has a greater importance for the martial arts in general, and not only for the Ving Tsun (Wing Chun), than one imagines: This film restored the standards of the image of a Martial Artist in the popular imagination of the 21st century.
After decades, the film presents a character who, above all, is a human being developed thanks to the art he practices. And his personal values and way of life,  thrilled audiences around the world, raising Ip Man as a movie character on the same level as Wong Fei Hung. Another remarkable character that really existed and was immortalized in the movies!


3- O Tigre e o Dragão (Crouching Tiger, Hidden Dragon, 2000)


Quando vi "O Tigre e o Dragão"(2000) em oitavo lugar no Top 10 do telecine da bilheteria americana, saltei da cama e vibrei olhando para minha TV de 14 ''. - "Isso era verdade? Um filme Wuxia no mainstream?" - Assisti esse filme por volta de cinco vezes no cinema. Não queria que aquele momento passasse! - "Um Wuxia no cinema!!!"
Ang Lee, um aficionado por Wuxia trouxe até o público ocidental, uma obra baseada numa pentalogia chinesa, que no cinema virou uma colcha de retalhos de cenas e referências a vários filmes clássicos como "Come Drink With Me"(1966) .
O filme fez a festa no Oscar levando quatro estatuetas , e só não levou a de "Melhor filme" porque concorre com "Gladiador"(2000). Graças a isso, este filme abriu as portas para outras produções do mesmo tipo chegarem ao ocidente,

When I saw "Crouching Tiger, Hidden Dragon" (2000) in eighth place in the top 10 of the American box office on Telecine Channel , I jumped out of bed and cheered watching my 14 "TV: "Was that true? A Wuxia movie in the mainstream?" - I watched this movie about five times at the cinema. I did not want that moment to pass! - "A Wuxia at the Movies !!!"
Ang Lee, an passionate director for Wuxia brought to the western audience, a work based on a Chinese pentalogy, which in the cinema turned into a patchwork of scenes and references to several classic films like "Come Drink With Me" (1966).
The film made the Oscar feast with four statues, and only did not lead to "Best Picture" because it competes with "Gladiator" (2000). Thanks to this, this film opened the door for other productions of the same type to reach the West,



2- The Grandmasters (2012)

Décadas depois de Lau Kar Leung e Bruce Lee terem mudado o cinema na China. Surge Xu Haofeng! Assim como Ang Lee , que era fã de romances de Wu Xia em sua juventude, e com isso apresentou ao mundo "O Tigre e o Dragão" (Crouching Tiger, Hidden Dragon,2000) . Xu Haofeng trouxe o conceito de implementar nos filmes de artes marciais, uma linguagem condizente com o que acontece de fato no "Mo Lam" (termo usado para os círculos marciais chineses). 
Acontece que por conta de uma linguagem rebuscada, a riqueza de seus diálogos fica muitas vezes inacessível para o grande público, que tende a preferir filmes como "O Grande Mestre" que prezam mais por coreografias.
Quando assisti "The Grandmasters"(2012) eu demorei a processar o que tinha acabado de presenciar: O melhor filme de Kung Fu que assisti na vida! Com diálogos impecáveis que poderiam ser entendidos em várias camadas (Incluindo as perdas do mandarim para os idiomas ocidentais), descobri mais tarde, que Wong Kar Wai, o incrível diretor e idealizador deste projeto, havia contratado Xu Haofeng para escrever o roteiro baseando-se na realidade dos Círculos Marciais Chineses...E o resultado foi sublime! Xu Haofeng está a frente de seu tempo assim como Lau Kar Leung e Bruce Lee estiveram. E neste filme,  este roteirista e diretor de outro planeta tem o desafio de traduzir os pormenores de um sistema de relações tão complexo como o "Mo Lam" (Circulo Marcial Chinês) para o grande público.

Decades after Lau Kar Leung and Bruce Lee have changed the film industry in China. Enters Xu Haofeng . As Ang Lee, who was a fan of Wu Xia novels in his youth, and  introduced the world to "Crouching Tiger, Hidden Dragon" (2000). Xu Haofeng brought the concept of implement in martial arts movies, a matching language with what actually happens in "Mo Lam" (term used for Chinese martial circles).
When I saw "The Grandmasters" (2012) it took me a time to process what had just watched: The Best Kung Fu movie I watched in my life! With impeccable dialogues that could be understood in several layers (including losses from Mandarin to Western languages), I found out later that Wong Kar-wai, the amazing director and creator of this project, had hired Xu Haofeng to write the screenplay  based in fact of Chinese Martial circles ... And the result was sublime!
It turns out that because of a flowery language, the richness of the dialogue is often inaccessible to the general public, which tends to prefer films like "Ip Man franchise" who care more for choreographies.

 Xu Haofeng is ahead of his time as well as Lau Kar Leung and Bruce Lee were. But in this movie, this writer and director "from another planet" had the challenge to translate the details of a so complex relations system as "Mo Lam" (Chinese Martial Asrts Circles) for the general public.
For now, I can only say that "The Final Master" is a must watch!



1 - Enter the Dragon (1973)

Sim! Para a China continental apenas mais um filme, para Hong Kong, a chance de fazer o ocidente descobrir os filmes de artes marciais, para esse hemisfério , o surgimento de um novo genero: O de Artes Marciais!
Se você já assistiu qualquer filme de artes marciais em sua vida, agradeça a existência de "Operação Dragão"(1973) . Considerado o maior clássico de artes marciais no ocidente, o filme que alçou Bruce Lee ao estrelato mundial deu início a este gênero no Ocidente. Transformando Bruce Lee, que morreu antes da estreia, no maior ícone das artes marciais de todos os tempos no mundo!

Yes! For mainland China only one more film, for Hong Kong, the chance to make the West discover the martial arts films, for that hemisphere, the emergence of a new genre: The Martial Arts!
If you have ever watched any martial arts film in your life, thank the existence of "Operation Dragon" (1973). Considered the greatest martial arts classic in the West, the film that lifted Bruce Lee to world stardom kicked off this genre in the West. Transforming Bruce Lee, who died before his debut, in the greatest icon of the martial arts of all time in the world!


Quando Si Fu(foto) se tornou um cineasta , pela primeira vez em dez anos de discipulado, não estive com ele em um projeto! Não participei das gravações de sua série "DDD21" e com o tempo, fui tomando consciência do que perdi. 
Com o pouco que presenciei nos primeiros testes com atores , em conversas em cafés-da-manhã e momentos posteriores ao projeto, agora com mais atenção. Foi suficiente para apreciar filmes como "La La Land"(2016) que antes eu não entenderia as nuances.
E a mágica da Vida Kung Fu está nisso também : Ainda que Si Fu não seja um fã do cinema de Hong Kong como eu, mesmo assim, eu tive meu espaço na Família para junto dele ganhar conhecimento para apreciar estes e outros filmes. E só não fui mais longe porque não quis...

When Si Fu (photo) became a filmmaker, for the first time in ten years of discipleship, I was not with him on a project! I did not participate in the recordings of his series "DDD21" and in time, I became aware of what I lost.
With the little that I witnessed in the first tests with actors, in conversations in breakfasts and moments after the project, now with more attention. It was enough to enjoy films like "La La Land" (2016) that before I would not understand the nuances.
And the magic of Kung Fu Life is in this too: Although Si Fu is not a Hong Kong movie fan like myself, I still had my place in the Family to gain knowledge to enjoy these and other movies. And I just did not go any further because I did not want to...




The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com