quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

WHO IS THE MOST IMPORTANT STUDENT IN A KUNG FU FAMILY ?



(Junto de meu Si Fu na abertura oficial do "Jiu Paai" do Mo Gun de minha Família Kung Fu)
(Alongside my Si Fu during the openning of the "Jiu Paai" of my Kung Fu Family´s Mo Gun)

Era uma ensolarada manhã de algum Sábado de 2007. Eu terminei a prova de Espanhol Instrumental na minha querida e saudosa Universidade no bairro de Piedade. Fazia aquela matéria com um monte de gente que precisava se formar de diversos cursos diferentes. Éramos como uma espécie de “Legião Estrangeira”, renegados em seus próprios cursos que buscavam a redenção. Por isso, sempre que ia para aquela aula me lembrava do filme “Leão Branco “(Lion Heart,1990) do Van Damme, no qual ele era um Legionário, e sorria sozinho achando graça desta besteira enquanto caminhava pelos corredores. (risos)

It was a sunny morning of some Saturday, 2007. I finished the Spanish Language exam at my beloved and dear University in the neighborhood of Piedade.I was in this class with a lot of people who needed to graduate from several different courses. We were like a sort of "Foreign Legion," renegade in our own courses seeking redemption. So whenever I went to that class, I remembered Van Damme's "Lion's Heart" (1990), in which he was a Legionnaire, and I used to smile alone, amused by this silly tought as I walked down the corridors. (laughs)
 (As chamorsas ruas do Engenho de Dentro em 2007)
(The charming streets of Engenho de Dentro in 2007)

 Saí da faculdade, e fui caminhando pelos bairros do Encantado e Engenho de Dentro até chegar ao Méier. Caminhava ouvindo meu MP3 azul de 250MB , indicação do meu irmão Kung Fu Rodrigo Moreira, até então apenas um amigo de faculdade. 
A manhã estava incrível, e você podia me ver caminhando satisfeito pela Rua Dias da Cruz que corta o Méier ,enquanto ouvia “Down under” do Men At Work ou “Ah La La along (sweat) do Inner Circle. Estava indo em direção a Escola de Dança na qual funcionava a antiga Unidade Méier da Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence.  Teríamos uma palestra naquela tarde.

I left college, and I walked through the neighborhoods of Encantado and Engenho de Dentro until I reached Méier. I walked around listening to my 250MB blue MP3 player, an indication of my  Kung Fu brother Rodrigo Moreira, until then only a friend from college.
The morning was amazing, and you could see me walking happily down Dias da Cruz Street that cuts Méier down while listening to Men At Work's "Down under" or Inner Circle's "Ah La La along (sweat)". He was headed toward the Dance School where the former Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence studio was operating. We'd have a lecture that afternoon.



(Na porta da escola de Dança na qual funcionava a Unidade Méier em 2007. 
No pescoço, os fones cinza do meu saudoso MP3 azul)
(In the front door of the dance school where we used to run the former MYVT Meier Studio. 
                        On my neck, my gray ear-phones of my dear Blue Mp3 player)

 Eu havia me preparado para qualquer coisa, pois dias antes quando havia acontecido uma palestra na escola de astrologia na qual minha Irmã Kung Fu Paula Gama dava aula, Si Fu havia me perguntado enquanto subíamos as escadas , se eu queria fazer a palestra. Sentindo meu despreparo, ele apenas me alertou da importância de estar mais do que acompanhando ele, atento a este tipo de possibilidade. Quando cheguei à Escola de Dança, troquei minha roupa pelo uniforme completo da MYVT e organizei as cadeiras no local do workshop sozinho. Depois disso, fiquei na recepção conversando com uma dos três primeiros membros do Ving Tsun Experience no Méier: Erika Martnovisk .
Três horas depois, no horário combinado, Si Fu , Si Suk Ursula, Si Suk Diego e demais pessoas foram chegando. Rodrigo Moreira, que ainda não era membro da Família, levou muitos de seus amigos, dentre eles Felipe Mury, para assistirem a palestra.

I had prepared myself for anything, for days before when a lecture had taken place at the astrology school where my Sister Kung Fu Paula Gama taught, Si Fu had asked me as we went up the stairs if I wanted to lead the lecture. Feeling my unpreparedness, he only alerted me to the importance of being more than accompanying him, mindful of this kind of possibility. When I arrived at the Dance School, I changed my clothes into the full MYVT uniform and organized the chairs on the workshop site alone. After that, I stayed at the reception desk talking to one of the first three members of the Ving Tsun Experience in Méier: Erika Martnovisk.
Three hours later, in the combined time, Si Fu, Si Suk Ursula, Si Suk Diego and other people were arriving. Rodrigo Moreira, who was not yet a member of the Family, took many of his friends, among them Felipe Mury, to attend the lecture




(Único registro do momento em que Si Fu deixa a sala. Ao fundo a direita, podemos ver Si Suk Ursula e Si Suk Diego se organizando com a inesperada responsabilidade. No fundo à esquerda, Paula Gama.)
(The only record of the moment when Si Fu leaves the room.In the background at far right, we can see Si Suk Ursula and Si Suk Diego organizing themselves with an unexpected responsibility. In the background in the left, Paula Gama walking off)

Quando a palestra começou, eu estava filmando e Si Fu por alguma razão que só fui descobrir dias depois, comunicou a todos que esperavam por ele, que seriam seus irmãos Kung Fu: Si Suk Ursula e Diego que coordenariam a palestra.  Ele simplesmente levantou-se e saiu andando e se retirou do recinto. 
Foi possível ver, a rapidez com que Si Suk Ursula se apropriou da situação. Tanto é que daquela palestra, Carlinha Bastos e Felipe Mury começaram a praticar. 
Mas eu não estava bem. Vi que a palestra estava sendo feita no improviso apesar de tudo, e eu queria muito, já naquela época, que as coisas dessem certo no Méier. Então não consegui entender porque Si Fu não tinha passado para mim aquela responsabilidade, já que estava sintonizado com a proposta.  Sem animo, troquei minha roupa e fiquei apenas filmando.
 
When the lecture began, I was filming and Si Fu for some reason that I only discovered days later, communicated to everyone who waited for him, that would be his Kung Fu brothers: Si Suk Ursula and Diego who would coordinate the lecture. He just got up and walked away and left the room.
It was possible to see, the speed with  Si Suk Ursula appropriated the situation. So much that of that speech, Carlinha Bastos and Felipe Mury began to practice.
But I was not well. I saw that the lecture was being done on the improvisation in spite of everything, and I wanted very much, at that time, that things would work out in Méier. So I could not understand why Si Fu had not given me that responsibility, since I was in tune with the lecture. Without mood, I changed my clothes and I was just filming.

 (Eu e Si Fu , juntos mais uma vez por ocasião do aniversário de 50 anos 
de Si Gung em Minas Gerais)
(Me and Si Fu, together again in an adventure because of the b-day of Si Gung 
in Minas Gerais when we celebrated his 50th anniversary)

Esse é um erro muito comum de um “novato” apesar de que eu já não era mais um.  Si Fu brincou recentemente com o termo “Julgar”. – “Qual o problema em julgar alguém?” – Indagou ele à mesa e todos sorriram já esperando alguma quebra de paradigma. Ele prosseguiu: “Uma das profissões mais valorizadas na sociedade é a de juiz. Eles ganham para julgar, então qual o problema em julgar?” – Indagou ele novamente, arrancando risadas. Finalmente concluiu: “A questão, é que não e que não se possa julgar,mas não se deve julgar errado.”
Naquele momento enquanto filmava, eu havia julgado errado. Não avaliei o cenário. Simplesmente elaborei de forma equivocada uma história em minha cabeça e acreditei nela. Si Fu me disse certa vez que aquela altura, eu já deveria ter xingado ele mentalmente: “Você já me xingou mentalmente, Pereira?” – Perguntou ele rindo. Eu respondi sem entender que não. Então ele completou rindo: “Um dia, pode ter certeza! Eu vou fazer uma coisa, você vai ficar chateado e vai me xingar mentalmente!” . – Eu respondi que não faria isso. E realmente eu nunca fiz.  Porém, preciso dizer que muitas e muitas vezes “julguei mal” as ações do Si Fu por não compreendê-las .  Não ia contra elas, mas as vezes parecia inconscientemente atrasá-las, mas desde sempre eu acabo seguindo ou acreditando. Hoje eu nem penso mais, apenas faço, porque sei que de alguma forma, as ideias do Si Fu sempre dão certo. Se não hoje, em algum momento acontecem.
Ao final do evento, acompanhei Si Fu até o prédio dos avós de suas duas filhas para buscá-las. Estava sentado no banco de trás enquanto Si Suk Diego sentava-se no banco da frente. Si Fu conduzia uma espécie de pós-evento sobre tudo que acontecera , a conversa aconteceu até o portão do Barra Bali, mas Si Suk Diego falou mais do que eu, por ter tido uma participação mais objetiva.

This is a very common mistake for a "rookie" even though I was no longer one. Si Fu recently joked with the term "Judge.: "What's the problem in judging someone?" - He asked at the table, and we all smiled, waiting for some paradigm break. He continued: "One of the most valued professions in society is the judge. They make money to judge, so what's the problem in judging? "- He asked again, tearing up laughs. Finally he concluded: "The question is that,: it is not it can not be judged, but it should not be judged wrong."
In that moment while filming, I had judged wrong. I did not evaluate the scenario. I simply misread a story in my head and believed it. Si Fu once told me that by now I should have cursed him mentally: "Have you ever cursed me, Pereira?"-  He asked, laughing. I answered without understanding that I did not. Then he finished laughing: "One day, you can be sure! I'm going to do something, you're going to be upset and you're going to curse me mentally! " - I said I would not do that. And I
really never did. However, I have to say that I have often "misjudged" the actions of Si Fu for not understanding them. I did not go against them, but sometimes I seemed to unconsciously delay them, but I have always followed or believed them. Today I do not even think anymore, I just do, because I know that in some way, Si Fu's ideas always work out. If not today, at some point they happen.

At the end of the event, I accompanied Si Fu to the grandparents building of his two daughters to pick them up. I was sitting in the back seat while Si Suk Diego sat in the front seat. Si Fu conducted a kind of post-event about everything that had happened, the conversation happened to the gate of Barra Bali building, but Si Suk Diego spoke more than I did, for having had a more objective participation.



Existe um filme chamado “The Snake in the Eagle´s Shadow” de 1979 estrelando o jovem Jackie Chan ao lado da lenda Simon Yuen . Este filme divertido, inocente e excelente para todas as idades, foi escrito e dirigido por outra lenda viva: Yuen Woo Ping, filho de Simon Yuen e coreográfo de filmes como “The Matrix”, “O Tigre o Dragão”, “Kill Bill” e “As Panteras”.

There is a 1979 film called "The Snake in the Eagle's Shadow" starring young Jackie Chan alongside legend Simon Yuen and Yuen Woo Ping, son of Simon Yuen and choreographer of such films as "The Matrix," ,"Crouchng Tiger, Hidden Dragon", "Kill Bill," and " and "Charlie´s Angels"

(O Si Hing de Jackie Chan suja o chão que ele acabou de limpar humilhando ele)
(Jackie Chan´s Si Hing messing the floor while Jackie is trying to clean it)

Neste filme, Jackie Chan é um órfão que vive de favor num Mo Gun coordenado por dois Daai Si Hing enquanto o Si Fu está sempre viajando. Como uma bela história de cinderela, Jackie Chan é humilhado pelos dois irmãos Kung Fu mais velhos e eles não o deixam ter acesso as práticas. Jackie prepara as refeições, limpa o Mo Gun e faz tudo sozinho, como um “Tapa-buraco”.

In this film, Jackie Chan is an orphan who lives by favor in a Mo Gun coordinated by two Daai Si Hing while Si Fu is always traveling. As a beautiful cinderella story, Jackie Chan is humiliated by the two older Kung Fu brothers and they will not let him have access to the practices. Jackie prepares meals, cleans the Mo Gun, and does it all alone, as a "makeshift person".

(O personagem de Simon Yuen é um adorável Mestre disfarçado de mendingo)
(The Simon Yuen´s character is an adorable Master disguised as a bum)


Do outro lado da cidade, Simon Yuen tenta sobreviver e encontrar um herdeiro para o estilo do qual é o último descendente: O estilo da serpente. Acontece, que o Clã do estilo Garra-de-Águia (Yee Jiao) que é rival do Clã da Serpente, assassinou todos os seus descendentes, só sobrando Simon Yuen que precisava viver escondido sem mostrar o que sabia.

Across the town, Simon Yuen tries to survive and find an heir to the style of which he is the last descendant: The snake style. It turns out that the Clan of the Eagle Claw (Yee Jiao), which rivals the Clan of the Serpent, murdered all its descendants, leaving only Simon Yuen who had to live hidden without showing what he knows.
(Jackie Chan salva Simon Yuen de agressores na rua)
(Jackie Chan saves Simon Yuen from bullies in the streets)

Em determinado momento, Simon Yuen que luta numa coreografia alucinante usando movimentos apoiados no potencial da situação sem mostrar nada do estilo da serpente, é atacado por um grupo. Jackie Chan mesmo sem saber lutar, ao presenciar a cena resolve ajudá-lo. Jackie cuida do velho mestre em segredo no Mo Gun, e ao partir sem avisar, Simon Yuen deixa um pouco do conhecimento do “Jaau Waai” do estilo da serpente para Jackie desenhado no chão. Apenas com isso, ele já é capaz de desviar dos ataques dos Si Hing.

At one point, Simon Yuen, who fights in an amazing choreography using movements based on the potential of the situation without showing anything of the snake style, is attacked by a group. Jackie Chan even though he does not know how to fight, watching the scene helps him. Jackie takes care of the old master secretly in the Mo Gun, and when leaving without warning, Simon Yuen leaves some of the knowledge of the "Jaau Waai" of the style of the serpent for Jackie drawn in the ground. Only with this, he is already able to divert the Si Hing attacks.

(Mais tarde Jackie acaba virando discípulo de Simon Yuen e se torna o herdeiro do estilo da serpente)
(Later Jackie ends up becoming Simon Yuen's disciple and becomes the heir to the snake style.)


TRAILER DO FILME:
MOVIES TRAILER:



(Si Fu em sua legendária pose contemplativa )
(Si Fu in his legendary contemplative pose)

Na Terça-feira seguinte ao final de semana da palestra, pedi para conversar com Si Fu. Coloquei minha insatisfação sobre a palestra ter sido feita de improviso. E que deveríamos ter sido eu ou ele a coordenar para não comprometer o trabalho no Méier. Ele apenas ouviu, apoiando o queixo nos dedos indicadores das duas mãos que estavam unidas como em posição de oração com os cotovelos sobre a mesa. Si Fu olhava para baixo, parecendo dar ênfase ao que estava ouvindo ou simplesmente se lamentando por ter sido mal compreendido.
Finalmente, comentei que muitas vezes, me sentia mais como um “tapa-buraco” na Família Kung Fu. Nesse momento Si Fu levantou os olhos e me olhou diretamente. E quando acabei de colocar para fora aquele caminhão de insatisfações infundadas ele disse: “Pereira, é uma pena você pensar assim. Não existe posição mais importante na Família Kung Fu do que a de tapa-buraco. Você sabia?” – Ele fez uma pausa me olhando enquanto sentava-se largado em sua cadeira de escritório com as mãos descansadas sobre os braços da cadeira. Eu disse que não sabia. Ele então comentou: “O tapa-buraco é a pessoa que o Si Fu mais confia para qualquer coisa.” – Nesse momento acabei me emocionando. Si Fu prosseguiu: “Não é um Daai Si Hing, não é um Si Suk, é esta a pessoa mais importante da Família Kung Fu. Então , se você se sente um tapa-buraco na Família , você deveria estar feliz com isso.”  - Si Fu então virou-se totalmente de frente para mim, e me disse algumas coisas, me olhando diretamente. Procurou deixar claro que ele sabia o que estava fazendo e disse sua famosa frase: “Eu não vou ser o elo fraco da corrente.”  -  Pensando bem agora, sempre achei que comecei a virar Si Fu na nossa emocionante conversa em 20 de Novembro de 2010 no Barra Shopping, mas talvez tenha começado nesse dia.

On the Tuesday following the lecture weekend, I asked to talk to Si Fu. I put my dissatisfaction about the lecture being made suddenly. And that we should have been he or she to coordinate so as not to jeopardize the work in Méier. He just listened, resting his chin on the index fingers of the two hands that were joined as if in prayer position with elbows on the table. Si Fu looked down, seeming to emphasize what he was listening to, or simply moaning for being misunderstood.
Finally, I commented that many times, I felt more like a "makeshift person" in the Kung Fu Family. At that moment Si Fu looked up and looked directly at me. And when I finished putting out that truck of unfounded dissatisfaction he said: "Pereira, it's a shame you think so. There is no more important position in the Kung Fu Family than the makeshift person position. Did you know? " - He paused watching me as he sat down on his office chair, his hands resting on the arms of his chair. I said I did not know. He then commented, "The makeshift person is the person that Si Fu trusts most for anything." - At that moment I was getting excited. Si Fu went on: "It's not the Daai Si Hing, it's not a Si Suk, it's that person the most important member of the Kung Fu Family. So, if you feel like a makeshift person in the Family, you should be happy about it. "- Si Fu then turned fully to face me, and told me some things, looking directly at me. He tried to make it clear that he knew what he was doing and said his famous phrase: "I will not be the weak link in the chain." - Thinking now, I always thought I started turning Si Fu into our exciting conversation on November 20. 2010 at Barra Shopping, but maybe it started that day.

(Eu , Jade e Si Fu em evento na praia da Barra em 2004)
(Me, Jade and Si Fu in an event organized in Barra Beach in 2004)

Si Fu falou da confiança que tinha que eu seria uma pessoa a levar essa arte para a próxima geração, não com essas palavras, mas resumidamente eu seria Si Fu, e que não poderia também ser o elo fraco da corrente.  Si Fu então terminou aquela conversa, de uma forma que eu reflito até hoje sobre o quanto não tive um olhar mais atento aquilo tudo na palestra, mas que ao mesmo tempo se tivesse , nunca ouviria aquilo tudo: “Thiago, hoje, posso dizer sem problema algum: Se algo acontecesse comigo, eu gostaria que fosse você a cuidar do Kung Fu da minha filha Jade”.  – Eu que já estava emocionado , me emocionei mais ainda.

Si Fu spoke of the confidence he had that I would be a person to take this art to the next generation, not in those words, but briefly I would be a" Si Fu", and that could not also be the weak link in the chain. Si Fu then ended that conversation, in a way that I reflect to this day on how much I did not have a closer look at it all in the lecture, but at the same time if I had, I would never hear it all: "Thiago, today, I can say without No problem: If something happened to me, I'd like you to take care of my daughter Jade's Kung Fu. " - I was already thrilled, I was even more moved.
(Jackie Chan durante momento de Vida Kung Fu com seu Mestre interpretado por Simon Yuen) 
(Jackie Chan during a Kung Fu Life moment with his Master played by Simon Yuen)

E me veio à cabeça enquanto estava sentado no ônibus indo pra casa, o personagem de Jackie Chan no filme “Snake in the Eagle´s Shadow”(1979). Quando assisti a primeira vez aos 18 anos, sonhava em viver algo assim, e ali, sentado no ônibus , me senti o cara mais burro de todos. Pois vivia aquela relação de ajudar na Família Kung Fu desde 2005 quando fui Gaai Siu Yan a primeira vez, e não havia me dado conta.
Talvez por isso, anos depois num engarrafamento, Si Fu comentou: “Fiquei muito decepcionado com sua falta de aderência ao projeto DDD21. Logo você que gosta da história do Leung Jaan com o Chan Wa Sun, que o Chan Wa Sun ajudava o Leung Jaan na farmácia do Si Fu sabe? E você nem deu bola . “ – Eu concordei e Si Fu completou: “ Você não entendeu que seu Si Fu não tem uma farmácia de medicina tradicional chinesa, mas tinha uma série.”

And it came to my head as I sat on the bus heading home, the Jackie Chan character in the movie "Snake in the Eagle's Shadow" (1979). When I watched the first time at age 18, I dreamed of living something like that, and there, sitting on the bus, I felt like the dumbest of them all. Because I was living that relationship of helping the Kung Fu Family since 2005 when I was Gaai Siu Yan the first time, and I did not realize it.

Maybe that's why, years later in a traffic jam, Si Fu commented: "I was very disappointed with  your lack of adherence to the DDD21 project. Soon you like the story of Leung Jaan with Chan Wa Sun, that Chan Wa Sun helped Leung Jaan at his pharmacy know? And you did not even bother. "- I agreed and Si Fu completed:" You did not understand that your Si Fu does not have a traditional Chinese medicine pharmacy, but had a tv series and you did not care. "


(Patriarca Ip Man)
(Patriarch Ip Man)


Por fim, talvez seja por estes tipos de episódios na relação “Si Fu – To Dai” que Si Jo Ip Man tenha dito que para ser um bom praticante de Kung Fu, não se poder ser muito burro nem muito inteligente.

Finally, it may be because of these types of episodes in the "Si Fu - To Dai" relationship that Si Jo Ip Man has said that to be a good Kung Fu practitioner, one can not be too stupid or too intelligent.


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com








quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

TRAVELLING WITH MY SI HING

(Momentos antes da turbulência épica na volta para o Rio)
(Moments before the epic turbulence on the return to Rio)

Dez anos haviam se completado desde nossa última viagem juntos, quando nos encontramos de manhã bem cedo em frente ao prédio de Si Fu para junto dele, encontrarmos o restante da comitiva para Brasília.
Si Hing parecia animado, e começamos uma descontraída conversa aguardando a chegada de Si Fu. Mal imaginávamos todas as aventuras que viveríamos daquele ponto em diante.

Ten years had been completed since our last trip together, when we met early in the morning in front of the Si Fu's house , to moments later find the rest of the delegation for Brasilia.
Si Hing looked excited, and we began a relaxed conversation awaiting the arrival of Si Fu. We scarcely imagined all the adventures we would experience from that point forward.
 (Junto de Si Hing em 2007 momentos antes do aniversário de Si Taai Po)
(Next to Si Hing in 2007 just before the birthday of Si Taai Po)

Na viagem que fizemos em 2007, nos aproximamos muito. Apesar da nossa diferença de idade, compartilhamos de alguns interesses além do Kung Fu , que permitem que tenhamos boas conversas quando nos é possível. Nesta viagem de 2017, isso naturalmente aconteceu desde o primeiro momento.
Dez anos depois da nossa última viagem juntos, já somos titulados Mestres desde 2015, e seria em Brasília, que receberíamos a certificação  da International Moy Yat Ving Tsun Federation.

In the trip we did in 2007, we got very close. Despite our age difference, we share some interests beyond Kung Fu, which allow us to have good conversations when we can. On this 2017 trip, this naturally happened from the first moment.
Ten years after our last trip together, we are already qualified Masters since 2015, and it would be in Brasilia, that we would receive the certification of the International Moy Yat Ving Tsun Federation.
(Selfie com Si Hing antes do embarque para Brasilia)
(Selfie with Si Hing before boarding to Brasilia)

No mundo do Kung Fu, entendemos que estar à frente, nem sempre é a melhor posição. Você acaba ficando exposto, e se não souber como fazê-lo, a responsabilidade final é sua.  Em momentos de crise ou de necessidade de se tomar uma decisão, já vi muitas pessoas se omitirem ou simplesmente "travarem", por não querer assumir o peso de um possível erro.
Meu Si Hing é o membro mais antigo do Clã Moy Jo Lei Ou e a falta de se ter alguém mais antigo do que nós é muito grande, por isso a posição dele as vezes é ingrata neste aspecto. Sentimos falta de alguém mais antigo, não pelo medo da tomada de decisão, mas por saber que existe alguém cuidando de nós. Quando se é o mais antigo, nao existe essa pessoa na mesma geração. Esse é o peso de ser o número 1.

In the world of Kung Fu, we understand that being ahead is not always the best position. You end up being exposed if you do not know how to do it the ultimate responsibility is yours. In moments of crisis or need to make a decision, I have seen many people if they ignore or simply "crash" because they do not want to take the weight of a possible mistake.

My Si Hing is the oldest member of the Clan Moy Jo Lei Ou and the lack of having someone older than us is very large, so his position is sometimes ungrateful in this respect. We miss someone older, not out of fear of decision making, but out of knowing that someone is taking care of us. When one is the oldest, there is no such person in the same generation. That is the weight of being number 1.

(Com Si Hing antes de sairmos do hotel para a celebração no clube do exército)
(With Si Hing before we left the hotel for the celebration in the army club)

Eu sou o segundo mais antigo de nosso Clã, e assim sendo, tenho o Si Hing como "Si hing"(risos).  Me foi possível nesta viagem, aproveitar os benefícios de suas orientações. Pois graças a um acontecimento inesperado  antes da viagem, através deste tema pude ouvir dele importantes conselhos e orientações a respeito dessa questão. Foram horas de conversa nas quais me foi possível aprender com ele em outro nível novamente. E essa conversa foi fundamental para a resolução bem sucedida do tal imbróglio.

I am the second oldest of our Clan, and so, I have Si Hing as "Si hing" (laughs). I was able on this trip to enjoy the benefits of his words of wisdom. Because thanks to an unexpected event  before the trip, through this theme I was able to hear from him important advices and guidance on this issue. It was hours of conversation that I could learn from him on another level again. And this conversation was fundamental to the successful resolution of such an imbroglio.
(Foto "Si-To" histórica no quarto do hotel Golden Tulip)
(Historic "Si-To" photo in Golden Tulip Hotel room)

Ficamos hospedados junto de Si Fu no mesmo quarto. Aproveitei o máximo que pude. Tivemos a oportunidade de ouvirmos e aprendermos muitas coisas importantes durante a hospedagem.
De certa forma, tinha um bom pressentimento com relação a essa viagem, e isso se concretizou de maneira muito especial.

We stayed with Si Fu in the same room. I made the most of it. We had the opportunity to hear and learn many important things during the stay.
In a way, I had a good feeling about this trip, and it turned to reality in a very special way.
(Com Si Hing posando antes do recebimento da certificação internacional)
(With Si Hing posing before receiving international certification)

De tudo que foi vivido nestes dias de altas aventuras, preciso destacar a resignificação desta relação . Foram momentos bem singulares, como a conversa no voo de volta para o Rio: Pude saber um pouco mais sobre o trabalho de Si Hing como autor, sua visão sobre cinema e roteiros, e pude compartilhar também, algumas de minhas histórias nunca antes contadas. Sem duvidas, uma "sidequest" desta viagem que será para sempre lembrada.

Of all that has been lived in these days of high adventures, I must emphasize the resignification of this relationship. These were very unique moments, like the conversation on the flight back to Rio: I was able to know a little more about Si Hing's work as an author, his vision of cinema and scripts, and I was able to share some of my stories never told before. Without a doubt, a "sidequest" of this trip that will be forever remembered.


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@Gmail.com

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

OVERCOMING FEARS WITH MASTER JULIO CAMACHO

(Foto de meu Mestre Julio Camacho com seu discípulo nº1 Mestre Leonardo Reis)
(Photo of my Master Julio Camacho and his disciple nº1 Master Leonardo Reis )

"Se morrer , morreu." - Foi com essa frase que a conversa entre eu, Si Fu e Si Hing Leonardo sobre "medo" no voo que nos levou até Brasília no último dia 01 terminou.
Tudo começou porque Si Hing Leo trouxe à tona o assunto da superação que experimentei semana passada ao passar na ponte Rio-Niterói.  Si Fu não entendeu bem do que se tratava , e expliquei que tinha medo de altura, e pela necessidade de atravessar esta ponte de 13.290 m e 72m de altura com certa frequência , me vi obrigado a buscar formas de relaxar nessas travessias. Eu conseguia atravessá-la, mas me sentia incomodado com o esforço necessário para fazê-lo. De alguma forma, sabia que aquilo nao era Ving Tsun. 

"If one dies, he dies." - It was with this phrase that the conversation between me, Si Fu and Si Hing Leonardo about "fear" on the flight that took us to Brasilia on the last Friday ended.
It all started because Si Hing Leo brought up the subject of the overcoming that I experienced last week while passing the Rio-Niterói bridge. Si Fu did not quite understand what it was, and I explained that I was afraid of heights, and because of the need to cross this 13,290 m and 72m high bridge, I was forced to find ways to relax at those crossings. I could get through it, but I felt uncomfortable with the effort I needed to do it. Somehow, I knew it was not Ving Tsun.
(Aqui apareço junto de meu Mestre e de Mestre Leonardo Reis 
em conversa durante voo para Brasilia) 

(Thats me alongside my Master and Master Leonardo 
during the flight untill Brasilia)

Si Fu ouviu aquilo tudo e comentou: "Ué Thiago, é muito simples: Se o avião por exemplo cair agora a gente morre."  - Nós três rimos e ele prosseguiu: "A ideia de que se 'morrer, morreu' é muito interessante. Você aprende a relaxar." - Si Fu se referia ao fato de que num avião nada pode ser feito. 

Si Fu heard all this and commented: "But Thiago, it's very simple: If the plane, for example, fall, we die."-  The three of us laughed and he went on: "The idea that 'if one dies,he dies' is very interesting. You learn to relax." - Si Fu was referring to the fact that in an airplane nothing can be done.
(Mais uma vez com meu Si Fu e Si hing durante reunião no 
lobby do hotel em que ficamos hospedados)

(Again with my Si Fu and Si hing during meeting 
in the hotel lobby where we stayed)

Talvez por uma coincidência , nosso voo de volta foi o pior que já fiz. Quando voei junto de Si Fu de Paris para Barcelona, parecia que estávamos sobre uma gaivota de papel naquele avião que parecia uma releitura dos ônibus interestaduais do Brasil na década de '70. O voo entre Brasilia e Rio de Janeiro no último Domingo porém, passou por uma turbulência inacreditável. O avião sacudia e batia no ar como se estivesse batendo no chão, as bebidas de algumas pessoas voaram pelo avião molhando elas e alguns gritaram apavorados. A estranha sensação de se estar num tubo em pleno ar sem nada a se fazer é muito ruim. E ao olhar para o meu lado na outra fileira, vi Si Fu. Parado, contemplativo e olhando para frente. Ele estava passando mal desde a madrugada anterior, mas mesmo o membro mais calmo de nossa comitiva colocara a mão no banco da frente num movimento de reflexo. Não Si Fu. Ele permaneceu imóvel, mais do que imóvel: relaxado.
E de tudo que acontecia naquele avião que parecia que cairia a qualquer momento, nada era mais assustador do que a estranha calma de Mestre Julio Camacho.
Afinal, como cita Maximus , personagem de Russel Crowe em "Gladiador"(Gladiator,2000) : " Death smiles at us all. All a man can do is smile back."

Maybe by a coincidence, our flight back was the worst I've ever done. When I flew next to Si Fu from Paris to Barcelona, ​​it looked like we were standing on a paper-plane in that airplane that looked like an interstate buses in Brazil in the 1970s. The flight between Brasilia and Rio de Janeiro last Sunday however, went through an unbelievable turbulence. The plane was jolting and pounding in the air as if it were hitting the ground, some people's drinks flew across the plane, watering them, and some screamed in terror. The strange feeling of being in a tube in the air with nothing to do is very strange. And looking at my side in the other row, I saw Si Fu. Sitting there, contemplative and looking forward. He had been feeling sick since from the previous night, but even the quieter member of our entourage had put his hand on the front seat in a reflex movement.But not Si Fu. He remained motionless, more than motionless, relaxed.
And of everything that happened on that plane that seemed to fall at any moment, nothing was more frightening than the strange calm of Master Julio Camacho.  
After all, as Maximus points out, Russell Crowe's character in "Gladiator" (Gladiator, 2000): "Death smiles at us all. All a man can do is smile back."

 The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

THE EMPTINESS: OVERCOMING DIFFICULTIES WITH MASTER JULIO CAMACHO

(Rindo com Si Fu após demonstrar a sequência do Muk Yan Jong 
na antiga residência da Si Suk Ines Braconnot) 

(Laughing with Si Fu after a demo on Muk Yan Jong 
at the former residence of Si Suk Ines Braconnot)

A primeira vez que ouvi Si Fu falar sobre “aproveitar o vazio”, estava sentado junto dele, da minha irmã Kung Fu Paula Gama e de outra irmã Kung Fu numa padaria no Parque das Rosas na Barra em alguma tarde de 2007.
Esta outra irmã Kung Fu havia passado por um revés profissional e de vida, e Si Fu naquele período a ajudava a se reerguer. Naquela tarde, ele falou sobre a importância daquele momento de forma muito otimista e sincera. Esta minha irmã Kung Fu riu sem parecer acreditar na tranquilidade da fala de Si Fu e olhou pra Paula como quem diz: “Não acredito que ele está falando isso!” . – Si Fu parecendo ler seu olhar complementou com algo como: “Esse momento de vazio é o mais importante. É nele em que a gente trabalha para que quando a coisa comece a acontecer novamente já estejamos em condições. “

The first time I heard Si Fu talk about "take advantage of the emptiness," I was sitting next to him, my  Kung Fu sister Paula Gama and another  Kung Fu sister at the bakery in Rosas Park in Barra in 2007.
This last Kung Fu
sister  went through a professional and life setback, and Si Fu at that time was supporting her to get on track again. That afternoon, he talked about the importance of that moment  in a very optimistic and sincere way. This Kung Fu sis laughed without seeming to believe in the tranquility of Si Fu's speech and looked at Paula as if to say, "I can not believe he's saying this!" - More information: "This moment of emptiness is the more important one, it is in it that we work so that when something begins to happen again we are already in conditions."


(Foto "Si-To" de Paula com Si Fu no antigo Núcleo Jacarepaguá)
("Si-To" photo of Paula with Si Fu at the former MYVT Jacarepaguá School)

No Kung Fu, acreditamos que você constrói sua habilidade. Por isso, você pode começar a praticar hoje mesmo ou a qualquer tempo. Independente de idade, sexo, estrutura corporal ou qualquer outra estereotipia de limitação relacionada ao Ving Tsun.
Acontece que esta construção de habilidade se refere também à nossa habilidade de pensar o nosso próprio pensamento e consequentemente, experimentar uma mudança significativa do nosso olhar sobre a vida.

In Kung Fu, we believe that you build your ability. So you can start practicing today or anytime. Regardless of age, sex, body structure or any other stereotyping limitation related to Ving Tsun. It turns out that this skill  building also refers to our ability to think our own thinking and consequently to experience a significant change in our vision on our life.
(Si Fu com Si Gung no Núcleo Barra durante sua visita de 2017)
(Si Fu with Si gung at MYVT Barra School during his visit in 2017)

Já ouvi Si Fu contando, que por morar no Rio de Janeiro, em determinada época ia uma vez por semana a São Paulo para estar com Si Gung e fazer sua prática. Si Fu disse que por muitas vezes chegava ao Mo Gun mesmo tendo avisado que iria, e não encontrava Si Gung.  Para piorar, alguém comunicava que ele tinha ido fazer uma coisa aparentemente trivial: “Si Fu foi ao cinema.”  - Si Fu diz que num primeiro momento não lidou muito bem com isso, pois acabava coordenando e ajudando práticas dos membros mais novos, ficando a sua sempre para segundo plano ou mesmo nem acontecendo. – “Talvez o Si Gung tenha percebido uma dificuldade minha em lidar com aquele vazio.” – Teria dito ele para mim anos mais tarde. Si Fu refletindo sobre aquele período tempos depois, percebeu que Si Gung estava proporcionando a ele a mesma experiência de alguém que morava ao lado do Mo Gun em São Paulo, não artificializando seu processo por ser do Rio. Algo que o próprio Si Taai Gung Moy Yat fez por ele nos E.U.A.

I've heard Si Fu telling me that because he as he lives in Rio de Janeiro, he used to go  to São Paulo once a week to be with Si Gung and to do his practice. Si Fu said that he often went to Mo Gun even though he had warned that he would, and did not find Si Gung. To make matters worse, someone reported that he had gone to do something seemingly trivial: "Si Fu went to the movies." - Si Fu says that at first he did not deal very well with this, since he ended up coordinating and helping practices of the younger members, his own practice was always in the background or not even happening. "Perhaps Si Gung has noticed my difficulty in dealing with that emptiness," he would have said to me years later. Si Fu reflecting on that period some time later, realized that Si Gung was giving him the same experience of someone who lived next to the Mo Gun in Sao Paulo, not artificializing his process for being from Rio. Something that the Si Taai Gung Moy Yat himself  did it for him in the USA
 (Com meu avô após acessar o Domínio Cham Kiu em Julho de 2000)
(With my grandfather after my access to Cham Kiu in July,2000)

Apesar de gostar muito do meu avô , sua referência para mim é a do trabalhador braçal. Aquela pessoa operacional que pegava, fazia , acontecia e resolvia tudo sozinha. Já meu pai, parece sempre estar em atividade, para ele que também funciona de forma muito operacional, estar trabalhando é estar fazendo algo objetivamente.
Si Fu parece ter reparado essas influências em mim ao longo dos anos, por isso, com muita paciência vem fazendo um trabalho comigo para me ajudar a deixar mais espaços vazios, para que outras pessoas possam ocupar. Ele tenta de forma muito perseverante, me mostrar que o Líder, não é necessariamente operacional.  – “A vida pode ser simples Pereira.” – Disse ele certa vez.

Although I really like my grandfather, his reference to me is that of the handyman. That operational person who could solve everything by himself with his own hands . Already my father, seems always to be in activity, for him that also works very operationally, to be working is to be doing something objectively.
Si Fu seems to have repaired these influences on me over the years, so with much patience he has been doing a job with me to help me leave more empty spaces for other people to occupy. He tries very perseveringly, to show me that the a leader is not necessarily operational. "Life can be simple Pereira" he said once.








(Com Si Fu na magnífica Paris em Maio de 2017)
(With Si Fu in the wonderful Paris in May, 2017)

Ao contrário do que possa parecer, Si Fu não senta comigo e me dá uma aula sobre lógica chinesa. Meu aprendizado com ele ocorre muito mais por inspiração a partir das minhas interpretações de suas ações. Por exemplo: Certa vez tomamos café juntos, nesse café, tomei conhecimento de que ele enfrentava uma situação dificílima e tinha dois dias para resolvê-la. Fiquei tenso ao ouvir, e ele parecia compenetrado na resolução com a ajuda de um irmão Kung Fu meu.  Acontece que momento depois, ele estava no Mo Gun já com outras pessoas, contando histórias engraçadas e morrendo de rir. Aquilo me chamou a atenção. Perguntei para mim mesmo, o quanto meu dia estaria perdido se eu estivesse no lugar dele. E mais: Ele, em questão de minutos, parecia curtir o momento como se nada estivesse acontecendo.

Contrary to what may seem, Si Fu does not sit with me and gives me a class on Chinese logic. My learning with him occurs much more by inspiration from my interpretations of his actions. For example: I once had breakfast together in some cafe, I learned that he was facing a difficult situation and had two days to solve it. I tensed as I listened, and he seemed to be engrossed in resolution with the help of a Kung Fu brother of mine. It turns out that later, he was in the Mo Gun with other people, telling funny stories and laughing. That caught my eye. I asked myself, how much my day would be lost if I were in his place. And more: He, in a matter of minutes, seemed to enjoy the moment as if nothing was happening.


“Um monge uma vez estava andando na beira de um penhasco...” – Me contou Si Fu certa vez – “Então ele viu que um tigre estava perseguindo ele. Ao tentar fugir, ele escorregou e caiu, e aí ele conseguiu se segurar num galho bem fino. Só que se ele subisse de volta, o tigre mataria ele, e se ele ficasse ali, o galho partiria e ele morreria. Então ele percebeu que havia uma fruta na ponta do galho. Ele pegou a fruta e comeu.”
Si Fu parece viver na vida real o paradoxo zen desta história do monge e do tigre. Ele costuma dizer sobre dificuldades financeiras: “Se eu estou com muito, com pouco ou nenhum dinheiro, você não vai notar uma diferença em mim por conta disso.  Eu não me excito e nem me afeto com isso.”

"A monk was once walking on the edge of a cliff ..."- Si Fu told me once:  "Then he saw that a tiger was chasing him. When he tried to escape, he slipped and fell, and there he was able to catch himself on a very fine branch. But if he climbed back, the tiger would kill him, and if he stayed there, the branch would break and he would die. Then he realized there was a fruit at the end of the branch. He took the fruit and ate it. "
Si Fu seems to live in real life the Zen paradox of this monk and tiger story. He often says about financial hardships: "If I have too much, little or no money, you will not notice a difference in me because of that. I do not get excited or sad about it. "





(Si Fu durante reunião de cúpula em São Paulo)
(Si Fu during directors board meeting in Sao Paulo)

Por outro lado, às vezes o vazio ocorre de forma inesperada, porque não o percebemos acontecendo ainda no plano imanente. Podemos estar acostumados a uma rotina de vida, e de repente aquilo parece ser arrancado de nós. Então nos vemos num grande vazio, sem saber o que fazer.
Por isso, quando nos deparamos com esse tipo de “vazio”, temos uma tendência imediata a tentar preenche-lo a qualquer custo sem respeitar o tempo das coisas se reconfigurarem e sem deixar com que este novo ciclo nos diga a ação a ser tomada. 

On the other hand, sometimes emptiness occurs unexpectedly, because we do not perceive it happening still in the immanent plane. We may be accustomed to a routine of life, and suddenly it seems to be torn from us. Then we see ourselves in a great emptiness, not knowing what to do.
So when we come across this kind of "emptiness," we have an immediate tendency to try to fill it at any cost without respecting the time of things to reconfigure and without letting this new cycle tell us the action to be taken.




(Si Fu sozinho pratica no Muk Yan Jong na antiga sede central da MYVT em Nova Iorque)
(Si Fu practices alone at the former MYVT headquarters in NY)

 Por isso, Si Fu falou comigo há muitos anos atrás o seguinte: “Thiago, por mais que alguém goste de você, se você estiver com febre, essa pessoa vai até poder cuidar de você, tirar sua temperatura, te dar a medicação, mas ela não vai poder pegar a febre pra ela e tirar de você. Veja: Eu posso esfregar meu braço no seu, mas a febre não vai sair de você pra mim. Você vai ter que lidar com ela sozinho, assim como a maioria das coisas na vida. “ – Como me emocionei, Si Fu parou e pareceu aguardar por uns momentos. Então ele prosseguiu: “Por isso, que eu vejo muito mais como uma questão de alianças. Você encontra pessoas ao longo da sua vida com quem vai estabelecendo alianças. Algumas duram mais, outras menos. Algumas alianças podem até durar a vida toda. Mas uma coisa não muda: Você nasce sozinho e você morre sozinho.” – Depois de mais uma pausa, Si Fu que não tem nenhum viés religioso, citou o budismo chinês: “Sabe o budismo chinês? Quais são as três premissas? “- Indagou ele – “ A impermanência das coisas é uma delas. “ – Complementou.

That is why Si Fu spoke to me many years ago: "Thiago, as much as someone likes you, if you have a fever, that person will even take care of you, take your temperature, give you the medication, but she will not be able to get the fever for her and get it from you. See: I can rub my arm in yours, but the fever will not leave you for me. You will have to deal with it alone, just like most things in life. "As I got emotional, Si Fu stopped and seemed to wait for a few moments. Then he went on: "So I see a lot more as a matter of alliances. You meet people throughout your life with whom you are making alliances. Some last longer, some less. Some alliances can last a lifetime. But one thing does not change: You are born alone and you die alone. "- After another pause, Si Fu who has no religious bias, quoted Chinese Buddhism:" Do you know Chinese Buddhism? What are the three premises? "- He asked -" The impermanence of things is one of them. "- He said.
(Foto minha descansando após um longo percurso de patins em Outubro de 2017)
(Photo by myself resting after a longrun ride on roller-blades in Oct,2017)

Em 2015, me vi numa situação inédita e dificílima. E mesmo tendo me abatido, foi naquele ano que surgiram projetos como “Cultura Kung Fu” e que eu fui titulado como Mestre Qualificado. E eu tinha comigo essa ideia de trabalhar no vazio. Porém, me via fazendo força para curtir essa impermanência das coisas, e assim, parecia exausto. Hoje, mesmo em um dos momentos mais difíceis da minha vida, nunca estive tão confiante. Vejo-me curtindo os pequenos detalhes, os pequenos momentos, aproveitando coisas que na correria passam despercebidas. Passei a caminhar mais, a sentar embaixo de uma palmeira para fazer minha agenda, quando antes fazia numa mesa fria e sem vida. Passei a melhorar minhas relações, e me sinto até mesmo mais radiante.  E quando você muda essa chave, você também se torna disponível para que mais coisas boas possam acontecer. Não por mágica, mas porque você entra na sintonia de fazer dar certo, e não de se lamentar.
E talvez, nesse momento, você nem sequer se reconheça mais. E talvez, nesse momento, você descubra mais uma vez, que aprendeu Kung Fu.

In 2015, I found myself in an unprecedented and difficult situation. And even though it took me down, it was in that year that projects like "Culture Kung Fu" appeared and that I was titled as Qualified Master. And I had this idea of ​​working on the emptiness. But I found myself struggling to enjoy this impermanence of things, and so I looked exhausted. Today, even in one of the most difficult times of my life, I've never been so confident. I see myself enjoying the small details, the small moments, enjoying things that in the run would be unnoticed. I started to walk more, to sit under a palm tree to make my schedule, when I used to do it on a cold and lifeless table. I started to improve my relationships, and I feel even more radiant. And when you change that key, you also become available for more good things to happen. Not because of magic, but because you get in tune to make it work, not to whine.
And maybe, in that moment, you do not even recognize yourself anymore. And maybe, in that moment, you find out once again that you learned Kung Fu.



The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com










quarta-feira, 8 de novembro de 2017

THE FIRST BAAI SI OF THE 13TH GEN FROM MOY YAT LINEAGE IN LATIN AMERICA


(Na foto, vemos de pé os três primeiro Discípulos de Décima Terceira Geração da Linhagem Moy Yat na América Latina. Da esquerda p/ direita: Vitor Sá, Jaqueline Tergolina e Keith Markus. Sentados, estamos eu , Si Fu desses três , e meu Si Fu, Si Gung destes três. )

(In the photo, we see the three first Disciples of the Thirteenth Generation of the Moy Yat Lineage in Latin America standing from left to right: Vitor Sá, Jaqueline Tergolina and Keith Markus. 
Sitting, thats me, Si Fu of these three, and my Si Fu, Si Gung of these three. )
 

Aos Domingos de manhã, quando ainda morava próximo ao Si Fu, vez ou outra o encontrava lendo a biografia do Steve Jobs numa padaria enquanto tomava seu café.Em outras oportunidades, o vi citar o discurso de Steve Jobs em Stanford. Foi só quando li a mesma biografia ano passado, que me deu vontade de assistir o tal discurso. Nele, Steve Jobs fala sobre a importância de aprender a "Ligar os Pontos".
Steve Jobs fala de sua juventude na faculdade, e de quando se interessou pelo curso de tipografia. Como este curso na época, não parecia significar muita coisa, mas que dez anos depois, quando o primeiro Mac foi lançado, uma das maiores inovações foi poder escolher diferentes tipografias para o texto. Algo que fazemos até hoje: "...Foi o primeiro computador com uma bela tipografia. Sem aquele curso, o Mac não teria múltiplas fontes. E, porque o Windows era só uma cópia do Mac, talvez nenhum computador viesse a oferecê-las, sem aquele curso. É claro que conectar os pontos era impossível, na minha era de faculdade. Mas em retrospecto, dez anos mais tarde, tudo ficava bem claro. Repito: os pontos só se conectam em retrospecto. Por isso, é preciso confiar em que estarão conectados, no futuro. É preciso confiar em algo - seu instinto, o destino, o karma. Não importa. Essa abordagem jamais me decepcionou, e mudou minha vida..." - Disse Steve Jobs em seu discurso.


On Sunday mornings, when I used to live next to Si Fu, I would occasionally find him reading the biography of Steve Jobs at a bakery while he drank his coffee. On other occasions, I saw him mentioning Steve Jobs's speech at Stanford. It was only when I read the same biography last year that I felt like watching the speech. In it, Steve Jobs talks about the importance of learning to "Connect the Dots".

Steve Jobs talks about his youth in college, and when he was interested in the typography course. Like this course at the time there was not so much importance in his life, but that ten years later, when the first Mac was released, one of the biggest innovations was to be able to choose different fonts for the text. Something we've done to this day: "... It was the first computer with a beautiful typography, and without the Mac, it would not have multiple fonts, and because Windows was just a copy of the Mac, maybe no computer would offer them ...We must trust something - your instinct, destiny, karma. It did not disappoint me, and it changed my life ... "- said Steve Jobs in his speech.


De alguma forma, em algum momento de nossa vida, em algum aspecto dela, pensamos em desistir de algo, simplesmente por não conseguirmos enxergar esses "pontos" que serão ligados mais cedo ou mais tarde. Na maioria das vezes, nem mesmo acreditamos que eles estão lá, e tentamos convencer as pessoas que acreditam em nosso potencial, de que realmente não era pra ser.

Somehow, at some point in our life, in some aspect of it, we think of giving up something simply because we can not see those "points" that will be linked sooner or later. Most of the time, we do not even believe they are there, and we try to convince people who believe in our potential, that it really was not meant to be.
Quando Si Fu levantou-se para falar suas palavras de abertura, não é como se estivesse se levantando sozinho. Junto dele, levantaram-se também seus mais de 25 anos de trabalho árduo em prol doVing Tsun no Brasil e no mundo. Ali, também se podia ver, e que inclusive foi citado por ele, os trinta anos do trabalho de Si Gung , com a mesma função.
Todos estes esforços culminaram , por uma noite , no mesmo lugar. E eu, sentado ali, vez ou outra tinha um pequeno flashback da minha vida e da minha relação com Si Fu. O que era sonho ou realidade nessas lembranças, já não estava mais claro.

When Si Fu got up to speak his opening words, it is not as if he was standing alone. Together with him, were his more than 25 years of hard work in favor of Ving Tsun in Brazil and in the world have also risen. There, one could also see, and even was quoted by him, the thirty years of the work of Si Gung, with the same function.
All these efforts culminated, for one night, in the same place. And I, sitting there, sometimes had a little flashback of my life and my relationship with Si Fu. What was a dream or a reality in those memories, was no longer clear.

Momentos assim, só se tornam completos , com a presença de pessoas especiais. E dentre tantas que estavam presentes naquela noite, tivemos a felicidade de receber o Líder da Família Moy Fei Lap, Felipe Soares, meu Si Suk que admiro muito como artista marcial. Marcia, companheira de meu Si Fu, por quem desenvolvi um grande carinho. Ricardo Lopes, co-líder da Família Moy Lin Mah  que sempre me tratou com muito afeto, e claro, Si Suk Ursula, Líder da Família Moy Lin Mah, minha Gaai Siu Yan, mas para mim apenas "Si Suk Ursula" já diria tudo que ela representa.

Moments like this, only become complete, with the presence of special people. And among so many that were present that night, we had the happiness to receive the Leader of the Family Moy Fei Lap, Felipe Soares(photo wearing blue), my Si Suk that I admire much like martial artist. Marcia(photo wearing pink), girlfriend of my Si Fu, for whom I developed a great affection. Ricardo Lopes(photo wearing black), co-leader of the Moy Lin Mah Family who always treated me with great affection, and of course, Si Suk Ursula, Leader of Moy Lin Mah Family, my Gaai Siu Yan, but for me only "Si Suk Ursula" would say everything which she represents.
O coordenador da Cerimônia foi meu irmão Kung Fu Claudio Teixeira, que vem tendo uma projeção meteórica internacionalmente no cenário do Ving Tsun. Porém, acima disso, um grande ser humano que se empenha ao máximo pela Família Kung Fu.
O apresentador formal (Gaai Siu Yan) dos três discipulandos, foi meu irmão Kung Fu e amigo pessoal de longa data, Rodrigo Moreira. Conversamos muito sobre aquela noite, e Rodrigo, que era uma espécie de gênio da biologia na época da faculdade, pôde demonstrar sua excelência na apresentação dos novos discípulos, habilidade esta ,que tanto encantava professores e companheiros de turma na saudosa Universidade Gama Filho.

The coordinator of the Ceremony was my Kung Fu brother Claudio Teixeira, who has been having a meteoric projection internationally in the scenario of Ving Tsun. But above all else, a great human being who strives to the full for the Kung Fu Family.
The formal presenter (Gaai Siu Yan) of the three disciples, was my Kung Fu
brother and long time personal friend, Rodrigo Moreira. We talked a lot about that night, and Rodrigo, who was a kind of biology genius in College, was able to demonstrate his excellence in introducing the new disciples, a skill that both charmed teachers and classmates at the late Gama Filho University.
A primeira a oferecer o chá foi Jaqueline Tergolina. Jaqueline é um ser humano muito forte, entregue e perspicaz . Essas são apenas três qualidades que admiro nela, mas se você me perguntasse qual a principal razão do meu carinho pela Jaqueline, seria sua capacidade de me fazer sorrir. Jaqueline carrega com ela uma grande habilidade de trazer alegria a qualquer ambiente, e para um cara tímido e sério como eu, isso me é muito caro.

The first to offer the tea was Jaqueline Tergolina. Jaqueline is a very strong and insightful human being. These are only two qualities I admire in her, but if you asked me the main reason I cared for Jaqueline, it would be her ability to make me smile. Jaqueline carries with her a great ability to bring joy to any environment, and for a shy, serious guy like me, that is very important to have her.
Si Gung chamou Si Fu recentemente em público de : "Julio Camacho, o homem que acredita". - Bom, não sei o quanto de tudo que estava acontecendo já tinha sido visualizado por Si Fu bem antes, com sua capacidade de "Ligar os pontos" não só por ele mas também pelos outros. Porém, o que importa, foi sua gentileza em estar presente nessa Cerimônia, aceitando estas três pessoas como seus discípulos de segunda geração.

Si Gung recently called Si Fu publicly: "Julio Camacho, the man who believes." "Well, I do not know how much of everything that was happening had already been visualized by Si Fu well before, with his ability to" Connect the dots "not only by him but also by others. But what matters was his kindness in being present at this Ceremony, accepting these three people as his second-generation disciples.
O segundo a oferecer chá, foi Vitor Sá. Vitor para mim, é uma das grandes provas de que de alguma forma, posso enxergar um pouco da minha própria personalidade em cada To Dai. Pois o apaixonado Vitor, parece colocar esse amor em tudo o que faz de forma muito intensa. Seja no cuidado comigo, com seus irmãos Kung Fu ou seja com qualquer pessoa ou projeto que necessite de sua determinação.  E a lealdade sem dúvidas, é um ponto que é muito marcante em sua personalidade.

The second to offer tea was Vitor Sá. Vitor to me, is one of the great proofs that somehow, I can see a little of my own personality in each To Dai. For the passionate Vitor, he seems to put this love in everything that does of very intense form. Be in the care with me, with his Kung Fu brothers or with any person or project that needs his determination. And loyalty without doubt, is a point that is very striking in his personality.

(Como em meu próprio Baai Si recebi um presente de Si Fu e outro de Si Gung. 
Decidi , por bem, fazer o mesmo. Para cada um dos novos discípulos dei um presente simbólico. )

(As in my own Baai Si I received a gift from Si Fu and another from Si Gung. I decided, by well, to do the same. For each of the new disciples I gave a symbolic gift.)
Si Fu já me deu algumas broncas pela minha mania de  correlacionar pessoas e situações que em nada tem a ver (risos), mas o terceiro a oferecer chá, Keith Markus, me lembrava muito meu irmão Kung Fu Carlos Antunes. Sua capacidade de se comprometer com uma "missão" e levá-la até o final com determinação , me lembrava muito de Carlos. Talvez por isso, mesmo sem conhecê-lo bem, desde o primeiro contato gostei dele. Com o tempo, conheci este fiel discípulo e pude gostar dele por quem de fato é.  Keith, dentre tantos potenciais que apresenta, sem dúvidas um dos mas especiais é o de servir como exemplo de determinação para os mais novos. A expressão que me vem a cabeça quando penso nele é "Ponta-firme".

Si Fu already gave me some scolding for my craze to correlate people and situations that have nothing to do (laughs), but the third to offer tea, Keith Markus, reminded me a lot of my Kung Fu brother Carlos Antunes. His ability to commit to a "mission" and take it to the end with determination, reminded me a lot of Carlos. Maybe that's why, even without knowing Markus well, from the first contact I liked him. Over time, I met this faithful disciple and I was able to like him for who he really is. Keith, among many potential that presents, undoubtedly one of the most special is to serve as an example of determination for the young. The expression that comes to my mind when I think of him is "Ponta-firme".
Bom, eu poderia falar aqui da importância histórica que este "Baai Si" representa para tantas pessoas do presente, do passado e do futuro , mas eu prefiro falar das relações que culminaram nesta noite.
Muitas pessoas acompanham tudo isso por esta página ou mesmo presencialmente, só veem estes momentos pontuais. O trabalho "No invisível" é o que conta de verdade. Cada dia, cada noite, cada frustração, cada pequena felicidade, cada passo que você dá à frente, as vezes leve, as vezes se arrastando, mas sempre em frente. É disso que se tratam as realizações no mundo do Kung Fu: trabalhar quando ninguém está vendo, e só deixar aparecer o resultado desse trabalho, sempre "Ligando os pontos", e um dia, você chega lá. De alguma maneira, você chega lá.
E isso, venho aprendendo com o melhor: Meu Si Fu.

Well, I could speak here of the historical importance that this "Baai Si" represents for so many people of the present, past and future, but I prefer to talk about the relationships that have culminated this evening.
Many people accompany all this through this page or even in person, only see these punctual moments. The work "In the invisible" is what really counts. Every day, every night, every frustration, every little happiness, every step you take ahead, sometimes light, sometimes hard, but always on. This is what the achievements in the world of Kung Fu are about: working when no one is watching, and only letting the result of this work appear, always "connecting the dots", and one day, you get there. Somehow, you get there.
And this, I have been learning from the best: My Si Fu.

 Meu agradecimento especial a todos que compareceram nesta noite tão especial e aqueles que mesmo não podendo estar presentes, se mantiveram conectados com o coração. Muito obrigado!

My special thanks to all who attended this special evening and those who, even though they could not be present, remained connected with the heart. Thank you very much!



The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

GETTING IN SHAPE WITH SI FU JULIO CAMACHO : THE SI FU 'S DIET,

 
 (Em 2013, comendo pastéis com Si Fu no restaurante do irmão Kung Fu Bruno Bernardo. 
Os pastéis eram uma das especialidades da casa.)

(In 2013, eating pastries with Si Fu in the restaurant of  Kung Fu brother Bruno Bernardo. Pasties were one of the specialties of the house.)

Em Junho desse ano cheguei aos 100 Kg, mas não foi isso que me fez mudar completamente meus hábitos alimentares e iniciar uma rotina de exercícios. Na verdade foi por conta de uma corrida com Si Fu. 
Estávamos tomando um café da manhã no Condomínio Península numa manhã de Domingo por volta das 7:30 am , tínhamos um compromisso com Fabiano Silva no Mo Gun um pouco mais tarde. Quando estava próximo do horário marcado, Si Fu e eu começamos a caminhar em direção ao Mo Gun, no meio do caminho começou a chover e Si Fu saiu em disparada correndo me chamando para acompanhá-lo.

In June of this year I was 100 kg, but that was not what made me completely change my eating habits and start an exercise routine. It was actually during a running with Si Fu.
We were having breakfast at the Peninsula Condominium on a Sunday morning around 7:30 am, we had an appointment with Fabiano Silva at Mo Gun a little later. When it was near the appointed time, Si Fu and I started walking towards the Mo Gun, it started to rain in the middle of the road, and Si Fu rushed forward calling for me to accompany him running.
(Almoço com Si Fu no dia em que fizemos a tal corrida no Península. 
Interessante observar depois desse período meu aspecto cansado.)

(Lunch with Si Fu on the day we made that race on the Peninsula.
Interesting to note  my tired appearance at the time.)

Apesar da nossa diferença de idade, por mais que eu corresse não conseguia alcançá-lo! Eu realmente estava correndo com tudo mas me sentia pesado, meu joelho começou a doer e eu perdi o fôlego. Aquilo me frustrou profundamente. Porém, só conseguia pensar enquanto puxava o ar com dificuldade, nas palavras de Si Fu ao longo de meses para mim, a cada vez que me via comendo "besteiras"  no almoço: "Não faz sentido Pereira, em função da nossa diferença de idade, meu corpo ser mais saudável do que o seu. "

Despite our age difference, however much I ran, I could not reach him! I was really running with everything but I felt heavy, my knee started to ache and I lost my breath. It frustrated me deeply. However, I could only think as I struggled with the air, in Si Fu's words over months to me, every time he saw myself eating junkie food: "It does not make sense Pereira, due to our age difference , my body is healthier than yours. "
(Durante um período no final da década passada, Si Fu ficou um pouco acima do peso, logo depois emagreceu e ficou um pouco adoentado, quando não era isso, ele se machucava. 
Em uma dessas ocasiões, ele chegou a usar moletas 
como vemos na divertida foto que ele tirou na época com o Si Hing Leonardo Reis. )

(During a period at the end of the last decade, Si Fu was a little overweight, soon after became thin and became a bit sick, when it was not sick, he would get hurt.
On one of these occasions, he came to use crutches as we see in the fun photo he took at the time with Si Hing Leonardo Reis. )

Foi então que de repente, a cada semana, a cada mês, eu o via mudar sua alimentação. Ele passou a escolher com sabedoria tudo que colocava no prato, de vez em quando falava sobre isso: " Para mim é muito estranho quando as pessoas tratam o alimento apenas como compostos químicos devido ao nível de vontade de entrar em forma. Eu prefiro chamar carne de carne, mas saber o que se está comendo e como comer, sem dúvidas, é importante."

It was then that suddenly, every week, every month, I watched him change his diet. He wisely chose everything he put on his plate, occasionally speaking about it: "It's very strange to me when people treat food only as chemical compounds because of the willingness to get in shape.I would rather call meat as 'meat', but knowing what you are eating and how to eat, without a doubt, is important. "

(Graças a Si Fu, estive em restaurantes e em refeições em casas de pessoas que nunca conheceria. Na foto acima, acostumado a comer no máximo no McDonald´s assim como meu irmão Kung Fu Phelipe ao meu lado(risos), não entendíamos
bem o sofisticado almoço na casa de uma irmã Kung Fu em 2007. Ao meu lado o Mestre Diego Guadelupe).

(Thanks to Si Fu, I've been to restaurants and dining in people's homes that I'd never be. In the picture above, I used to eat at McDonald's as well as my  Kung Fu brother Phelipe by my side (laughs), we did not understand well the sophisticated lunch at the house of a  Kung Fu sis  in 2007. 
By my side is also the Master Diego Guadelupe).


Inspirado por ver a mudança de Si Fu, resolvi entrar em dieta. Segui a risca a famosa Dieta Gracie e ela funcionou mesmo. Eu emagreci de forma assustadora e voltei ao meu peso normal em pouquíssimo tempo. Ao comentar com Si Fu, ele me pediu detalhes a respeito e terminou dizendo: "Você está fazendo a dieta errada..." - Ele colocou a comida na boca e sorriu enquanto mastigava , depois prosseguiu: "Você precisa fazer a dieta do Si Fu" - Ele fez mais uma pausa e me olhou sorrindo.
Pouco tempo depois, eu não consegui manter a disciplina da dieta Gracie e voltei a ganhar peso.

Inspired by seeing the change of Si Fu, I decided to go on a diet. I followed the famous Gracie Diet and it worked really well . I lost wieght in a frightening way and returned to my normal weight . In commenting on Si Fu, he asked me for details and ended by saying, "You're doing the wrong diet ..." He put the food in his mouth and smiled as he chewed, then continued, "You need to do the Si Fu's diet. "- He paused and looked at me, smiling.
Shortly afterwards, I could not maintain the discipline  of the Gracie diet and regained weight.
(Podemos comer o que quisermos contanto que seja adequado ao momento. Ao final das práticas de Quarta que eu coordenava até 2009, saíamos para comer pizza. Mais tarde, decidimos comer cachorro-quente na barraca mais famosa de Jacarepaguá.
 A cultura se estabeleceu de tal forma, que a cada semana alguém se juntava a nós , inclusive Si Fu , risos, e mesmo após o fim desta práticas, uma vez por semana estávamos lá.)

(We can eat whatever we want as long as it suits the moment.At the end of the Fourth practices that I coordinated until 2009, we would go out to eat pizza. Later, we decided to eat hot dogs in the most famous tent in Jacarepaguá.
  The culture was established in such a way that every week someone joined us, including Si Fu, laughs, and even after the end of this practices, once a week we were there)

Ao longo de 18 anos, Si Fu me mostrou como me comportar em diferentes ambientes de restaurante. Me explicou, que podemos entender a cultura de um povo através de sua culinária: "Você já reparou como a culinária japonesa é toda organizada? Vem tudo separado no prato? A culinária chinesa por outro lado, parece bagunçada para a maioria das pessoas, mas você consegue perceber cada gosto da mesma forma." - Disse Si Fu certa vez. Já em outra oportunidade ao me ver com vários pedaços de bacon no prato de macarrão, perguntou : "Pereira, o que é isso aí? " -  Respondi para ele: "É bacon, coloquei para dar um gostinho." - Obviamente falei sem pensar. Si Fu pareceu inconformado com a resposta e sorriu parecendo não acreditar. Finalmente ele disse algo como: "Pereira, quando a gente come macarrão, o gosto tem que ser de macarrão. Se você quer gosto de bacon, você come bacon". - Eu fiquei olhando para ele com o garfo na mão e comecei a catar o bacon do prato: "Não !" - Disse ele rindo - "Agora come o seu bacon aí!" - Completou.

Over the course of 18 years, Si Fu showed me how to behave in different restaurant settings. He explained to me that we can understand the culture of a people through their cuisine: "Have you ever noticed how Japanese cuisine is all organized?Everything comes apart on the plate? Chinese cuisine on the other hand may seem messy for ordinary people, but you can appreciate every single taste as well."-  Si Fu said once. 
Already another time seeing me with several pieces of bacon on the pasta dish, he asked: "Pereira, what's it?" - I said to him: "It's bacon, I put it to give a little taste." -Obviously I said it without thinking. Si Fu sounded unhappy with the response and smiled as if he did not believe it. Finally he said something like: "Pereira, when you eat pasta, the taste has to be pasta. If you want to taste bacon, you eat bacon." - I stared at him with my fork in my hand and began to pick the bacon from the plate: "No!" - He said laughing - "Now eat your bacon there!" - Completed.
(Esta é uma foto que muito me emociona. Adorava sair com a Paula e o Si Fu. 
Neste dia, experimentei Temaki pela primeira vez. 
Na verdade, nunca tinha ouvido falar e Si Fu me explicou o que era rs)

(This is a very moving photo. I used to love hanging out with Paula and Si Fu.
On this day, I tried Temaki for the first time.
In fact, I had never heard of it and Si Fu explained to me what it was)


Em outra oportunidade,em umu café da manhã, Si Fu me viu enchendo de mel um prato com algumas panquecas. Quando olhei pra frente, ele estava em silêncio, paralisado com um sorriso olhando para o meu prato. Ele fez a mesma pergunta: "Pereira...Me diz uma coisa... O que é isso aí?" . Sem perceber respondi: "É pra dar um gostinho!" - Assim que falei acabei rindo. Então Si Fu me chamou a atenção e perguntou: "Você já parou pra pensar no quanto essa ideia de comer o que se gosta é infantil?" - Eu não consegui compreender num primeiro momento, mas com o tempo me foi possível refletir a respeito.

Another time, on a breakfast, Si Fu saw me filling a plate with some pancakes with honey. When I looked ahead, he was silent, paralyzed with a smile looking at my plate. He asked the same question: "Pereira ... Tell me something ... What is it?" . Without answering, I answered: "It's to give a little taste!"-  As soon as I said I just laughed. So Si Fu called my attention and asked: "Have you stopped to think how much this idea of eating what you like is childish?" - I could not understand at first, but over time I was able to reflect on it.
(No final dos anos 2000, nos encontrávamos com Si Fu as 5:30h no Mo Gun aos Sábados e caminhávamos até a praia. Lá, já as 6am, corríamos 
por uma hora e terminávamos fazendo Siu Nim Tau. Foram bons momentos!)

(At the end of the 2000s, we would meet Si Fu at 5:30 in the Mo Gun on Saturdays and walk to the beach. There, at 6am, we would run for an hour and finish doing
 Siu Nim Tau.Those were good times!)

Depois daquela corrida no Península, achei que era hora de fazer "A dieta do Si Fu". Nada de passar por privações radicais , mas usar o Kung Fu na hora de me alimentar. Não tratar os alimentos como meras composições químicas, mas entendê-los a ponto de organizar o que se come a cada período da semana. Entender, que comer "O que se gosta" está muito atrelado a nossa própria história de vida. Podemos nos refinar e trocar a Coca-Cola do jantar por um bom vinho. 
Além disso, não se dedicar a conseguir a melhor desculpa para não se exercitar, mas aproveitar esse tempo escolhendo uma boa playlist e começar a se mexer ainda que de madrugada.

After that race on the Peninsula, I thought it was time to finally start the "Si Fu's Diet". I was not going through radical diet, but use Kung Fu to feed me. Do not treat foods as mere chemical compositions, but understand them to the point of organizing what I would eat each time of the week. To understand that eating "What you like" is very much linked to our own life history. We can refine ourselves and exchange Coca-Cola to a good wine.
Also, do not dedicate yourself to getting the best excuse for not exercising, but enjoy this time by choosing a good playlist and start to move even at dawn.
(Já fazendo "A Dieta do Si Fu" ao final do primeiro mês os resultados na mudança
 física e de atitude já eram visíveis em comparação as fotos da viagem à Europa.)

(Already doing "The Si Fu Diet" at the end of the first month results in the change
physical and attitude were already visible in comparison to the photos of the trip to Europe.)


Então, como mágica, através da "Dieta do Si Fu", você não só se vê perdendo peso e entrando em forma, mas de alguma forma, se sente mais leve, mais disposto e claro: Mais feliz.

So as magic, through the "Si Fu Diet", you not only see yourself losing weight and getting in shape, but somehow, you feel lighter, more willing and of course: Happier.
(Descobri um cantinho no gramado do Península que eu adoro ficar para resolver minhas coisas, fazer minha agenda e o que mais der pra fazer. Nesse dia, estava fazendo o calendário do Clã Moy Jo Lei Ou para 2018 ao som de "Somooth Operator" da Sade..rs Algo que eu não faria três meses atrás!)

(I discovered a little spot on the Peninsula lawn that I love to stay to sort out my things, make my schedule and whatever else I could do. On this day in the picture, I was making the Moy Jo Lei Ou Clan calendar for 2018 listening to  "Somooth Operator" by Sade. Something I would not do three months ago!)


É como se um brilho voltasse a você. E então, esta disposição permite com que você aproveite os momentos simples, os lugares improváveis e os sorrisos mais espontâneos, que antes, você estaria "Muito cansado" para apreciar ou viver.
Porém, nos últimos três meses, em que perdi 14 Kg e me sinto tão bem, graças a essa dieta e rotina de exercícios, nada foi mais significativo do que o último feriado nacional, no qual patinei cerca de 14 Km entre minha casa e a praia da Barra da Tijuca sem que meu joelho doesse. 

E essa nova liberdade eu agradeço ao Si Fu.

It's like a glow coming back to you. And then, this new attitude allows you to enjoy the simple moments, the unlikely places and the more spontaneous smiles, that before, you would be "Too tired" to enjoy or live.
But in the last three months, when I lost 14 kg and I feel so good, thanks to this diet and exercise routine, nothing was more significant than the last national holiday, in which I skated waering roller-blades about 14 km between my house and the Barra da Tijuca beach without my knee ached.

And for this new freedom, I thank Si Fu.
Segue o vídeo abaixo deste momento inesquecível! A música pode soar um pouco cafona (risos) mas é uma de minhas preferidas. (risos)

Watch  the video below of this unforgettable moment! The music may sound a little tacky (laughs) but it's one of my favorites. (laughs)


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com