PRATIQUE NO RIO: 21 99636988

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

MOY JO LEI OU CLAN IN EUROPE 2019: A STORY ABOUT EAGLES.


Para pessoas como eu e muitas outras que cresceram nos subúrbios da Linha Auxiliar do Trem na cidade do Rio de Janeiro. A crença num mundo limitado no qual apenas  com muito esforço, suor e sofrimento você conseguirá comprar uma “casa própria” e quem sabe até o chamado “carrinho”, é muito presente. Essa crença chega a ser tão constante, que quando uma das pessoas que são da terceira geração num mesmo bairro, ou seja: Os avós e pais nasceram e cresceram naquelas ruas que hoje essa pessoa transita. Chega a ser quase uma “traição” se mudar daquele local, e caso se mude, deixar de frequentá-lo. Afinal de contas, alguém assim é considerado “cria” do lugar, e um “cria” nunca abandona o seu bairro.
Sem saber de nada disso, o autor Bernard Cornwell, no primeiro volume de “Crônicas de Arthur”, livro dado a mim de presente pelo meu irmão Kung Fu Carlos Antunes, escreve uma passagem na qual sua personagem principal,Derfel Cadarn, presencia o momento em que o Rei Arthur e seus cavaleiros retornam de uma campanha depois de muitos anos. Em determinado momento da conversa, Arthur ao ser perguntado se não sentia falta de casa disse: “Se sinto falta de casa? O que é o ovo para a águia?” . 
Aquele trecho me impactou profundamente, e me remeteu a uma das minhas músicas favoritas chamada “Straight to the top” composta e interpretada por Stan Bush, na qual em uma das linhas ele diz: “... Direto para o topo! Eu quero correr por onde as águias voam, nunca vou parar até encontrar meu lugar no céu...” – E eu senti meu coração acelerar ao pensar nessa possibilidade.


For people like me and many others who grew up in the suburbs of the Auxiliary Line of the Train in the city of Rio de Janeiro. Believing in a limited world in which only with a lot of effort, sweat and suffering will be able to buy a "home of your own" and maybe even a car is very present. This belief comes to be so constant that when one of the people who are of the third generation in the same neighborhood, ie: Grandparents and parents were born and grew up in those streets that this person walks nowadays. It is almost a "betrayal" if you move from that place, and if you change, stop attending it. After all, someone like that is considered to be a "cria"  of the place, and a "cria" never leaves his neighborhood.
Without knowing anything of this, the author Bernard Cornwell, in the first volume of "Chronicles of Arthur", book given to me by my brother Kung Fu Carlos Antunes, writes a passage in which his main character, Derfel Cadarn , presence the moment when King Arthur and his knights return from a campaign after many years. At one point in the conversation, Arthur being asked if he did not miss home said, "...What is the egg for the eagle? ".
That piece struck me deeply, and referred me to one of my favorite songs called "Straight to the top" composed and sang by Stan Bush, in which one of the lines he says: "... Straight to the top! I want to run where the eagles fly, I will never stop until I find my place in sky ... "- And I felt my heart race at the thought of this possibility.


(Com Si Fu , no jantar de celebração da inauguração do Núcleo Ipanema 
da Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence em Janeiro passado.)

(With Si Fu, at the celebration dinner of the inauguration 
of the Ipanema School of Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence last January.)

Depois de dois anos de preparo, finalmente chegara o momento de uma nova viagem com Si Fu para a Europa. É verdade que tentamos ir no final do ano passado, mas nem mesmo com todo o nosso afinco, não nos foi possível realizá-la. Foi apenas em Janeiro de 2019, durante um jantar oferecido pelo meu irmão Kung Fu Bruno, em passagem pelo Rio na residência de outro irmão Kung Fu chamado Rafa, que Si Fu ao observar o mural com fotos da mãe de Rafael em várias partes do mundo, me olhou apoiado no encosto de uma cadeira e perguntou: “Vamos, Pereira? “ – Daquele momento em diante a viagem começou. É certo, que em meu coração, ela começou em Agosto do ano passado, só não sabia quando a realizaria de fato. Porém, nos dias que se seguiram, Si Fu comentou que teria poucas semanas para que isso acontecesse. – “Depois que eu for para os EUA, não será mais possível.”

 After two years of preparation, finally the time came for a new trip with Si Fu to Europe. It is true that we tried to go at the end of last year, but not even with all our hard work, we could do it. It was only in January 2019, during a dinner hosted by my brother Kung Fu Bruno, passing by Rio at the residence of another brother Kung Fu named Rafa, that Si Fu while observing the mural with photos of Rafael's mother in various parts of the world , looked at me leaning against the back of a chair and asked, "Let´s go there, Pereira? "- From that moment on the voyage began. True, in my heart, it started in August of last year, I just did not know when I would actually do it. But in the days that followed, Si Fu commented that he would have only a few weeks to do so. "After I go to the US, it will not be possible anymore."

(Com Si Fu nas ruas de Paris. Foi nesta rua, neste exato momento, 
que como um raio, algo mudou dentro de mim)

(With Si Fu on the streets of Paris, it was on this very street that like  
a lightning bolt, something changed inside me)

A viagem vem em função de uma visão: Enquanto caminhava pelas ruas de Paris em 2017, e sei precisar exatamente foi, senti algo muito forte dentro de mim. Sabia que aquela viagem havia me transformado, a mesma que dias antes, não via o menor sentido em acontecer: “Si Fu, qual a real razão de termos que fazer essas viagens? Não vejo muito sentido nelas!” – Comentei com Si Fu, que com muita paciência, deixou que eu vivenciasse uma viagem assim por mim mesmo ao invés de responder.
Naquele dia, nascia a possibilidade de me mudar para a Europa no futuro. Muitos irmãos Kung Fu acharam graça ou pensaram que eu estivesse maluco. Mas quando, depois de dois anos, eu ainda falava na mesma coisa.Talvez achassem que estivesse com a “mesma doença” de Si Fu. (risos): Uma visão à frente, uma crença inabalável nessa visão, e ações concretas para realizá-la.

The trip comes from a vision: While walking trough the streets of Paris in 2017, and I know exactly where it was, I felt something very strong inside me. I knew that the journey had transformed me, the same as the days before, did not see the slightest sense in happening: "Si Fu, what is the real reason we have to make these trips? I do not see much sense in them! "- I commented with Si Fu, who with a lot of patience, let me experience such a trip for myself instead of responding.

That day, the possibility of moving to Europe in the future was born. Many Kung Fu brothers made fun of me or thought I was crazy. But when, after two years, I was still talking about the same thing. Maybe they thought I was with Si Fu's "same illness." (laughs): A vision ahead, an unshakable belief in that vision, and concrete actions to realize it.


("Acho que é isso... Sabe? A gente tem que lutar por aquilo
 em que a gente acredita! Então luta! "- Disse Si Suk sobre a viagem)

("I think that's it ... You know? We have to fight for that
in which we believe! So fight for it! "- Said Si Suk about this new travel)

Foi muito emocionante o momento da compra das passagens. Havia estado com a Si Suk Ursula naquela tarde no aeroporto, e comentei com ela que viajaríamos em Março. Falei de todos os países que estavam previstos e ela sorriu. Mas até ali, nada estava confirmado. Foi apenas quase na manhã do dia seguinte, que finalizei a emissão dos bilhetes que nos levariam pelos seguintes países a partir do dia 1º de Março: Portugal, Suiça, Polônia, Bélgica e Luxemburgo.

It was very exciting the moment of buying the tickets. I had been with Si Suk Ursula that afternoon at the airport, and I told her we were traveling in March. I told her about all the countries that were planned and she smiled. But so far, nothing was confirmed. It was only almost the morning of the following day that I finalized the issuance of the tickets that would take us to the following countries as of March 1st: Portugal, Switzerland, Poland, Belgium and Luxembourg.


(A fibra inabalável de Si Fu diante de projetos que se dispõe a realizar é inspiradora. Sua capacidade de apostar literalmente sua vida em suas visões mesmo quando o cenário já parece complexo o suficiente.É o que nos move para acreditar em nossas próprias visões. Mesmo que as pessoas mais próximas à nós, duvidem da razoabilidade desses sonhos.)

(Si Fu's unshakable fiber in front of the projects he is about to undertake is inspiring: his ability to literally gamble with his life on his visions even when the setting already seems complex enough. It is what moves us to believe in our own visions. Even if the people closest to us doubt the reasonableness of those dreams.)

Difícil dizer o que sentia naquele momento. Lembrei-me de uma carta que escrevi para Si Fu em 2002 numa folha amassada de caderno, que estava dentro do meu DVD favorito à época: “Dragão – A história de Bruce Lee” que dei-lhe de presente na mesma ocasião. Não lembro de todo o conteúdo daquela carta, lembro apenas de como terminava: “...Obrigado por me permitir viver nesse mundo de espíritos indomáveis...”
Pensando nessa carta, resolvi escrever uma mensagem para os meus irmãos Kung Fu, compartilhando meu sentimento. A mensagem dizia mais ou menos assim:

Hard to say what he felt at that moment. I remembered a letter I wrote to Si Fu in 2002 on a bundled notebook sheet that was inside my favorite DVD at the time: "Dragon - The Bruce Lee Story" which I gave him at the same time. I do not remember the whole contents of that letter, I just remember how it ended: "... Thank you for allowing me to live in this world of indomitable spirits ..."
Thinking about this letter, I decided to write a message to my Kung Fu brothers, sharing my feeling. The message goes something like this:



(Um dos prints da mensagem que mandei para o grupo de nosso Clã naquela madrugada)
(One of the prints of the message I sent to our Clan group that morning)

Caros membros do Clã Moy Jo Lei Ou, compartilho com vocês agora um momento histórico para nosso Clã, e em especial para mim: Acabaram de ser compradas as passagens para a ‘1º Visita Técnica ao Continente Europeu do Clã Moy Jo Lei Ou’ entre os dias 01 e 11 de Março de 2019. Serão visitados os países: Portugal, Suiça, Polônia, Bélgica e Luxemburgo.
Em 2011, ganhei de presente de um irmão Kung Fu o livro ‘My Life Outside the Ring, a autobriografia do meu Wrestler favorito: Hulk Hogan.
Nele, Hulk Hogan fala sobre como superou o trauma de descobrir que estava sendo traído por sua esposa com um amigo da filha. O trecho que mais me impactou,foi quando um pastor que Hulk Hogan conheceu, diz que se dedicarmos nossas vidas a trabalhar em função de nosso sonho,este sonho nos dará de comer, nos dará o que vestir e nos sustentará. Eu pensei: ‘Nossa!Como seria viver assim?’ .
Graças ao meu Si Fu, meu mundo que era do tamanho de Rocha Miranda, bairro onde nasci, hoje tem o tamanho que eu decidi ter. Lembro com carinho, da minha infância com meus avós, na qual sem brinquedos, meu avô me fazia memorizar todos os carros do Grid de Fórmula 1, a maior quantidade de países e suas respectivas capitais e a maior quantidade que pudesse, dos nomes das moedas de cada um desses países e os números de série de cédulas do dinheiro corrente da época. Ele me fazia repetir, e repetir, até eu perceber que tinha gravado tudo na memória. Porém, ele sempre me pedia: ‘Um dia tenta descobrir para mim, porquê os países-baixos são chamados assim.'- Como não tínhamos Google nem enciclopédia Barça, não era tão fácil de saber.
Hoje, graças ao Si Fu e ao que ele me ensinou, poderei fazer mais do que atender ao pedido do meu avô, pois visitarei os três países baixos numa única viagem, sendo um deles, por escala.
Finalmente, compartilho o que Si Fu me disse quando fui admitido na Família Kung Fu:' Espero que não seja por acaso.' - E ao menos para mim não tem sido. 
Hoje, graças a ele, o Ving Tsun me veste, me dá de comer, me sustenta e realiza sonhos que eu nem sabia que tinha. Deixo aqui, com lágrimas nos olhos, esse relato sobre a importância de seguir nossa vocação, e de acreditar no Si Fu. Ou de simplesmente, e tenho certeza de que irá entender, de se usar filtro solar. Sigamos juntos! Moy Fat Lei"

 "Dear members of the Moy Jo Lei Ou Clan, I share with you now a historic moment for our Clan, and especially for me: The passages for the '1st Technical Visit to the European Continent of the Moy Jo Lei Ou Clan' between on 01 and 11 March 2019. The countries wich will be visited: Portugal, Switzerland, Poland, Belgium and Luxembourg.
In 2011, I won a gift from a brother Kung Fu the book 'My Life Outside the Ring, the biography of my favorite Wrestler: Hulk Hogan.
In it, Hulk Hogan talks about how he overcame the trauma of discovering that he was being betrayed by his wife to a friend of his daughter. The thing that struck me most was when a pastor Hulk Hogan met, says that if we dedicate our lives to working for our dream, this dream will feed us, give us what to wear and sustain us. I thought, 'Wow, what would it be like to live like this?'

Thanks to my Si Fu, my world that was the size of Rocha Miranda, the neighborhood where I was born, today is the size that I decided to have. I remember with fondness, from my childhood with my grandparents, in which without toys, my grandfather made me memorize all the Formula 1 Grid cars, the largest number of countries and their respective capitals and as much as I could, from the names of the money of each of these countries and the serial numbers of current currency banknotes of the time. He made me repeat, and repeat, until I realized that I had recorded everything in my memory. However, he always asked me: 'One day try to find out for me, why the Netherlands are called that.' Since we did not have Google or encyclopedia Barca, it was not so easy to know.
Today, thanks to Si Fu and what he taught me, I can do more than meet my grandfather's request, for I will visit the countries on a single trip, one of them by scale.
Finally, I share what Si Fu told me when I was admitted to the Kung Fu Family: 'I hope it is not by accident.' And at least it has not been for me.
Today, thanks to him, Ving Tsun dresses me, feeds me, sustains me and realizes dreams that I did not even know I had. I leave here, with tears in my eyes, this account of the importance of following our vocation, and of believing in Si Fu. Or simply, and I'm sure you will understand, to use sunscreen. Let's go together! Moy Fat Lei "

(Já faziam alguns anos que não vejo Si Fu tão bem humorado assim! Nesta foto, tirada no aniversário de Maria Alice no segundo dia deste mês, foi realizada uma reunião para a viagem com um "roteiro secreto"...hehe Disse Si Fu com o braço envolto em meu pescoço enquanto caminhávamos para cantar "Parabéns": "É 'Seu Pereira'... Essa viagem vai ser boa!" - Ele me olhou e sorriu.)

(This is a picture taken on Maria Alice's birthday on the second of this month, a meeting was held for the trip with a "secret agenda" ... hehe said Si Fu with his arm wrapped around my neck as we walked to sing "Happy Birthday": "Yeah 'Mr Pereira'... This trip will be good!" - He looked at me and smiled.)

Si Fu parece muito animado com toda essa perspectiva da viagem. Segundo ele, é uma doação de alguns dos poucos dias, dos que ainda lhe restam no Brasil, para um projeto com grande potencial. Ele costuma dizer que a viagem precisa valer a pena, pois caso contrário, não tem tempo para fazer “turismo”. Por isso também, estamos indo nessa quantidade considerável de paises em tão pouco tempo. A ideia é ver a maior quantidade de locais com o tempo que temos.

Si Fu seems very excited about all this perspective of the trip. According to him, it is a donation of some of the few days, of those that he still remain in Brazil, for a project with great potential. He often says that the trip needs to be worthwhile, otherwise he does not have time to do "sightseeing." So also, we are going in this considerable amount of country in such a short time. The idea is to see as many places as we have.


(Almoço com Si Fu em Janeiro passado num restaurante que 
reúne nosso cardápio favorito com uma vista deslumbrante!) 

(Lunch with Si Fu last January in a restaurant that
gathers our favorite menu with a breathtaking view!)


Si Fu certa vez no banco do carona do carro do meu irmão Kung Fu Carlos Antunes, enquanto nos dirigíamos para o antigo Mo Gun no Recreio em mais uma manhã de Sábado, me perguntou algo como a razão de eu gostar de Rocha Miranda. Após uma explicação pífia de minha parte, ele teria dito algo como : “Eu não tenho essa coisa, sabe? Esse apego com um lugar...” – Si Fu pausou sua fala e olhou adiante para a Cidade das Artes, e então prosseguiu: “...Hoje posso falar tranquilamente que me considero um ‘cidadão do mundo’... O lugar em que eu estiver, eu faço fica bom.”

Si Fu once on the seat of my brother Kung Fu Carlos Antunes' car ride, as we drove to the old Mo Gun in Recreio another Saturday morning, he asked me something like the reason I like Rocha Miranda neighborhood. After a facile explanation on my part, he would have said something like, "I do not have this thing, you know? This paid for a place ... "- Si Fu paused his speech and looked forward to the City of Arts, and then continued:" ... Today I can calmly say that I consider myself a 'citizen of the world' ... The place in which I am, I will be well. "


(Com Si Suk Diego na Feira do Anil. Parceiros de algumas noitadas 
entre 2012 e 2013, mas acima de tudo grandes amigos.)

(With Si Suk Diego at the Anil Fair. Partners of some hangouts 
between 2012 and 2013, but above all great friends.)

Aquela fala parecia tão inalcançável para mim...   E continuou sendo por muito tempo ainda. Pois não só havia perdido a viagem histórica pela China e Hong Kong em 2009, como em 2012, ao ser perguntado por Si Suk Diego na cozinha do Mo Gun no Recreio a razão de eu não estar pensando em acompanhar meu Si Fu novamente à China, respondi que não tinha dinheiro. Ele respondeu prontamente: “Ué! Vende seu carro.” – Eu sorri e ele continuou sério. 

That speech seemed so unreachable to me ... And it remained for a long time still. For not only had I lost the historic trip to China and Hong Kong in 2009, but in 2012, when asked by Si Suk Diego in the kitchen of Mo Gun at Recreio the reason I was not thinking of accompanying my Si Fu again to China, I said I had no money. He replied promptly, "So what? Sell your car. "- I smiled and he continued serious.
(Reunião de pré-evento no dia 01 de Fevereiro em Copacabana)
(Pre-event meeting on February 1st in Copacabana)

Tivemos então nosso primeiro "Pré-evento", para discutir pormenores sobre a viagem. Naquela altura, já tínhamos Claudio Teixeira confirmado como membro da Comitiva , assim como foi em 2017.  
A reunião correu muito bem e muito sóbria. Claudio trouxe perspectivas muito interessantes para esta que já é, uma viagem histórica. Si Fu aproveitava tudo que era colocado a mesa, refinando ainda mais o pensamento dos presentes sobre cada proposta.

We then had our first "Pre-event" to discuss details of the trip. At that time, we already had Claudio Teixeira confirmed as a member of the Committee, just as it was in 2017.
The meeting went very well and very sober. Claudio brought very interesting perspectives to this already is, a historical trip. Si Fu took advantage of everything that was set the table, further refining the thought of those present on each proposition.

(Abraço em Si Fu, em seu aniversário de 2016)
(Hug on Si Fu, on his 2016 birthday)


Em algum momento, e não me lembro bem qual foi nem de onde veio isso. Decidi que não queria mais ser o cara de Rocha Miranda. Queria ser como Si Fu: "Um cidadão do mundo". Mas essa força só veio, quando descobri um propósito dentro de mim. 
É como a posição chamada "Yi Ji Kim Yeung Ma" presente no Sistema Ving Tsun: Você não pratica esta ou aquela outra base. Você estuda os desdobramentos consequentes do "Yi Ji Kim Yeung Ma". Da mesma forma, acredito que tudo que vem acontecendo, são desdobramentos de um propósito maior. E assumir esse propósito, é ser honesto. E ser honesto consigo mesmo, é o último nível para um artista marcial. 
Quem sabe assim um dia, como diz a letra de Stan Bush, poderei "correr por onde as águias voam"...E ao final, a quem me questionar, responder como Arthur de Bernard Cornwell: "...O que é o ovo para a águia?"

At some point, and I can not remember which was or where it came from. I decided that I did not want to be the guy from Rocha Miranda anymore. I wanted to be like Si Fu: "A citizen of the world". But that strength only came when I discovered a purpose within me.
It's like the position called "Yi Ji Kim Yeung Ma" present in the Ving Tsun System: You do not practice this or that other stance. You study the consequent unfoldings of "Yi Ji Kim Yeung Ma". In the same way, I believe that everything that has been happening are unfolding of a greater purpose. And to assume that purpose is to be honest. And being honest with yourself is the ultimate level for a martial artist.
Who knows, one day, as Stan Bush lirycs says, I'll be able to "run where the eagles fly" ... And in the end, whom do I question, answer as Arthur of Bernard Cornwell: "... What is the egg for the eagle? "


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

HELENA: ZÀIJIÀN(再见) BYE BYE!

(Helena abraça forte sua Si Fu Ursula Lima)
(Helena hugs strong her Si fu Ursula Lima)

Ainda posso lembrar de alguma tarde do último "Ano do Porco", quando sozinho com minha professora de chinês,a respeitadíssima Sra Lily Ou Yee Fen, na sala 130 de uma das antigas sedes do Núcleo Barra,aprendi a expressão chinesa "Zài Jiàn"(再见). 
Quando começamos as aulas de chinês, a turma era composta por mim, pela Paula Gama, Xenia D'avila, William Franco e o Si Fu acompanhava. Àquela altura,apenas Paula me fazia companhia, mas já vinha faltando fazia muito tempo. Sozinho com a professora,pude aperfeiçoar ainda mais o estudo desse idioma. Perguntei naquela tarde, se "ZàiJiàn" significava "Bye Bye". A professora respondeu algo como : "Significar ver de novo em breve". 
Inconformado com a resposta, perguntei como dizer  apenas "Tchau!" .A "Laoshi" (Professora)nunca perdia a paciência, mas sabia quando me dar um 'corte' para que eu parasse de atrapalhar o seguimento da aula. Disse ela algo como: " Se você não sabe quando ver a pessoa de novo, dizer 'ZàiHuì'(再会), quarto tom, significa: 'Esperar encontrar de novo um dia.' - Ela pausou e disse: - 'Mas Thiago, 'só se não saber quando'...Por isso, melhor 'ZàiJiàn' ..." - Eu não consegui entender bem a diferença.

I can still remember some afternoon of the last "Year of the Pig", when alone with my Chinese teacher, the respected Mrs. Lily Ou Yee Fen, in room 130 of one of the former headquarters of my Si Fu´s schools, I learned the Chinese expression "Zài Jiàn" (再见).
When we started classes in Chinese, the class was composed by me, Paula Gama, Xenia D'avila, William Franco and Si Fu accompanied. At that point, only Paula kept me company, but she had been missing for a long time the classes. Alone with the teacher, I was able to further improve the study of this language. I asked that afternoon if "ZàiJiàn" meant "Bye Bye". The teacher answered something like: "Meaning to see again soon."

Discontented with the answer, I asked how to just say "Bye!" "Laoshi" (Teacher) never lost her temper, but she knew when to give me a 'cut' so I would stop messing up the lesson. She said something like, "If you do not know when to see the person again, say 'ZàiHuì' (再 会), fourth tone, means: 'Expect to meet again one day.' She paused and said, 'But Thiago,' if you do not know when ... 'So, better' ZàiJiàn '... "- I could not quite understand the difference.



"A Despedida de Helena Ribeiro" 
por Vitor Antonio. 

"The Farewell of Helena Ribeiro"
by Vitor Antonio.

 Helena Carneiro, minha querida si jeh e amiga, é pra mim e pra muitos uma referência dentro da Família Moy Lin Mah. Foi uma das pessoas que mais marcaram (e ainda marcam) a minha vida dentro do meio marcial, sempre estando comigo e dando suporte nos mais diversos momentos desses quase 5 anos de convivência.

Helena Carneiro, my dear Si Jeh and friend, is for me and for many a reference within the Moy Lin Mah Family. She was one of the people that marked and marked my life in the martial, always being with me and giving support in the most diverse moments of these almost 5 years of coexistence.

Não foram poucos os momentos que me marcaram nesse período, desde os bons com as risadas e as implicâncias até os não tão bons, com a tensão nos pré-eventos e os sermões da si fu quando falhávamos. Por isso, ficar sem o nosso convívio direto a partir de agora me faz querer ter aproveitado mais esses momentos com ela.
Ainda é difícil entender que não vou vê-la mais toda semana ao chegar no Mo Gun, nem receber os puxões de orelha de costume (só virtualmente rs!), mas sei que a sua energia ficará conosco mesmo com ela longe.

There were few moments that marked me in this period, from the good ones with the laughter and the implications to the not so good, with the tension in the pre-events and the sermons of the Si Fu when we failed. So, being without our direct acquaintance from now on makes me want to have made more use of those moments with her.
It's still difficult to understand that I will not see her more every week upon arriving at the Mo Gun, nor receive the usual ear-pulling (only virtually!), But I know that her energy will stay with us even with her away.
(Helena e sua Si Fu)
(Helena and her Si Fu)


Espero que toda a família possa honrá-la nesses próximos dois anos dando o melhor de pela Si Fu e pelo Mo Gun, pois nesse quesito ela sempre foi a melhor de nós; e também espero que ela brilhe em Portugal como brilha aqui, porque pra mim foi isso que ela nasceu pra fazer.

I hope the whole family can honor her in the next two years giving the best of Si Fu and Mo Gun, because in this matter she has always been the best of us; and I also hope she shines in Portugal as she shines here, because for me that's what she was born to do.
(Mestre Ursula Lima falando sobre o Chi Sau do Cham Kiu no aeroporto após a partida de Helena)
(Master Ursula Lima talking about the Chi Sau of Cham Kiu at the airport after Helena's departure)


Depois de me despedir da minha Si Jeh Helena Carneiro, fui em buscar de um local no aeroporto para praticar Chi Sau com meu Si Hing Heitor Furtado, a pedido da nossa Si Fu.

After saying goodbye to my Si Jeh Helena Carneiro, I went to one place at the airport to practice Chi Sau with my Si Hing Heitor Heitor at our Si Fu's request.
(Registro de Mestra Ursula, com seu 'sobrinho Kung Fu' Mestre Thiago Pereira e 
seus quatro To Dai:Vitor, Heitor, Livia e Miguel.)

(Record of Master Ursula, with her ' Kung Fu nephew' Master Thiago Pereira 
and her four To Dai: Vitor, Heitor, Livia and Miguel.)




Encontramos um local atrás de uma cafeteria, onde não haviam muitas pessoas transitando, para que tivéssemos mais espaço e privacidade. Lá, começamos a praticar sob o olhar da minha Si Fu Ursula Lima, do Mestre Thiago Pereira, da minha Si Jeh Lívia Furtado, do meu Si Dai Miguel Andrade e de alguns curiosos que passavam nos arredores.

We found a place behind a cafeteria, where there were not many people walking around, so we had more space and privacy. There, we began to practice under the eyes of my Si Fu Ursula Lima, Master Thiago Pereira, Si Jeh Lívia Furtado, Si Dai Miguel Andrade and some curious people who passed by.
(Vitor e Heitor concentrados no Chi Sau)
(Vitor and Heitor concentrated in Chi Sau)


Fazia tempo que eu não praticava com meu Si Hing, e quando começamos, demoramos um pouco para nos acostumarmos com a natureza um do outro. Enquanto isso, eu lembrava da experiência que tive na semana anterior onde minha si fu me chamou a atenção para o fato de que eu estava fazendo meu Chi Sau sozinho, e não com o outro, e tentava ao máximo não deixar isso acontecer de novo.

It's been a long time since I've been practicing with my Si Hing, and when we started, it took us a while to get used to each other's nature. In the meantime, I remembered the experience I had the week before where my si fu drew my attention to the fact that I was doing my Chi Sau alone, not with the other, and I tried my best not to let it happen again.
Em alguns momentos a Si Fu(foto) levantava para mostrar alguma coisa que nós não estávamos conseguindo ver sozinhos, e assim prosseguíamos também ajudando um ao outro em certos momentos.
Durante essa experiência pude entender um pouco mais sobre o que a Si Fu quis dizer sobre estar fazendo Chi Sau sozinho, que ler o que o outro diz para você é essencial e que com quanto mais pessoas você troca essas leituras, mais rico fica o seu vocabulário.

Si Fu(photo) sometimes stood up to show us something that we were not able to see alone, and so we continued to help each other at certain times.

During this experience I was able to understand a little more about what Si Fu meant about doing Chi Sau alone, that reading what the other says to you is essential and that the more people you exchange these readings the richer your vocabulary.
"Embarque no portão Kung Fu:
O vôo de Moy Gap Lin
por Heitor Furtado.

"Boarding at the Kung Fu gate:
The Flight of Moy Gap Lin "
by Heitor Furtado.

Logo após Si Jeh Helena ter cruzado o portão de embarque, nos despedimos ainda emocionados de sua família. Minha Si Fu, já tendo antecipado a oportunidade que se apresentava diante de nós me perguntou: “Onde iremos praticar, Heitor?”.

Just after Si Jeh Helena had crossed the boarding gate, we said goodbye to her family. My Si Fu, having already anticipated the opportunity before us, asked me: "Where will we practice, Heitor?"
(Super-departure-selfie)

Mais cedo, enquanto combinávamos via whastapp como nos encontraríamos no aeroporto para a despedida da Si Jeh Helena, Si Fu havia sugerido que aproveitássemos a presença do Si Hing Thiago Pereira e todo o espaço livre que havia disponível no Galeão, para realizarmos nossa prática de Kung Fu. Achei curiosa a ideia e imediatamente fiz uma associação de ponte aérea com a ponte curta do Cham Kiu, domínio no qual me encontro atualmente.

Earlier, while we were combining via whastapp as we would meet at the airport for Si Jeh Helena's farewell, Si Fu had suggested that we take advantage of the presence of Si Hing Thiago Pereira and all the free space available at Galeão for our Kung Fu practice. I found the idea curious and immediately made an association of aerial bridge with the short bridge of Cham Kiu, domain in which I am currently.

(Mestre Thiago Pereira, discípulo de Mestre Julio Camacho e Mestra Ursula, 
discípula de Grão Mestre Leo Imamura. 'Sobrinho' e 'tia' Kung Fu.)

(Master Thiago Pereira, disciple of Master Julio Camacho and Master Ursula, 
disciple of Grand Master Leo Imamura, 'Nephew' and 'Aunt' Kung Fu.)


Si hing Thiago Pereira(FOTO) me convidou para escrever um relato a respeito de um momento marcante e muito especial para a família Moy Lin Mah. Na quarta-feira passada, dia 30 de janeiro, minha Si Fu, Mestra Ursula Lima(FOTO), líder da Família Moy Lin Mah, meu Si Hing, Mestre Thiago Pereira, líder da Família Moy Fat Lei, Vitor Antônio, Miguel Andrade, minha esposa Livia Furtado e eu, membros da família Moy Lin Mah, fomos até o aeroporto do Galeão para aproveitar os momentos que antecederam a partida da nossa Si Jeh Helena Carneiro (Moy Gap Lin) para Portugal, onde fará um mestrado em Barcelos.

Si hing Thiago Pereira (PHOTO) invited me to write an article of a very special moment for the Moy Lin Mah family. Last Wednesday, January 30, my Si Fu, Master Ursula Lima (PHOTO) , leader of the Moy Lin Mah Family, my Si Hing, Master Thiago Pereira, leader of the Moy Fat Lei Family, Vitor Antônio, Miguel Andrade, my wife Livia Furtado and I, members of the Moy Lin Mah family, went to Galeão airport to take advantage of the moments that preceded the departure of our Si Jeh Helena Carneiro (Moy Gap Lin) to Portugal, where she will do a masters degree in Barcelos.
(Um dos momentos mais emocionantes em Cerimônias na história da MYVT no Brasil)
(One of the most touching moments in Ceremonies in the history of MYVT in Brazil)

Reunimos as famílias de Helena (a consanguíneo e a Kung Fu) em um café e, em meio aos sorrisos e conversas estava evidente o quanto Moy Gap Lin, discípula da Mestra Ursula Lima, era querida por todos ali e por muitos mais, que não puderam comparecer ao aeroporto, mas fizeram questão de prestigiá-la durante sua emocionante cerimônia de acesso ao nível Mui Fa Jong, que contou presenças ilustres como Mestre Julio Camacho, Líder do Clã  Moy Jo Lei Ou, Mestre Ricardo Queiroz, Líder da Família Moy Ke Lo Si , Mestre Thiago Pereira , Líder da Família Moy Fat Lei e Mestre Diego Guadelupe, líder da futura família Moy Ga Dai Lap entre outras. 

We gathered the families of Helena (inbred and Kung Fu) in a cafe, and amid the smiles and conversations it was evident how much Moy Gap Lin, disciple of Master Ursula Lima, was loved by all there and by many others, who did not were able to attend the airport, but made a point of honoring her during her touching ceremony of access to the level Moy Fa Jong, which featured illustrious presences such as Master Julio Camacho, Leader of Moy Jo Lei Ou Clan, Master Ricardo Queiroz, Leader of the Moy Ke Family Lo Si, and Master Diego Guadelupe, leader of the future family Moy Ga Dai Lap among others.


(O precioso abraço no Sing Sang Ricardo Lopes quando fez 'Baai Si')
(The precious hug in Sing Sang Ricardo Lopes when she did 'Baai Si')



Minha Si Jeh é uma pessoa formidável! Conseguiu se fazer sempre presente e se tornar extremamente importante no Núcleo Copacabana da Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence, com sua dedicação e zêlo pela nossa Si Fu, seu bom humor, talento e muito kung fu.

My Si Jeh is a formidable person! She was always present and extremely important in the Copacabana School of Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence, with her dedication and zeal for our Si Fu, her good humor, talent and much kung fu.
Naquela tarde, a medida em que o tempo passava, tive a oportunidade de observar como o cuidado e carinho especial entre mestra e discípula se harmonizava com os laços familiares quase que de forma complementar.
Quando então nos dirigimos para o portão de embarque a emoção tomou conta de todos. Com os olhos transbordando sentimento, muitos abraços longos e apertados foram dados, mas não deram conta do carinho e dos desejos de boa sorte e sucesso para esta jornada que seguia com o vôo de Moy Gap Lin.

That afternoon, as time passed, I had the opportunity to observe how the special care and affection between teacher and disciple harmonized with family ties almost in a complementary way. As we drove to the boarding gate, the emotion took over. With eyes overflowing with feeling, many long and tight hugs were given, but they did not account for the affection and wishes of good luck and success for this journey that followed with the flight of Moy Gap Lin.
(Helena é recebida em Portugal por Daniel Junior, seu irmão Kung Fu que já reside lá)
(Helena is received in Portugal by Daniel Junior, her brother Kung Fu who already resides there)

Apesar da distância do Núcleo Copacabana, sabemos que estaremos sempre por perto, em nossos corações, lembranças e claro, nas conversas via whastapp :). Além disso, Si jeh Helena passa a integrar o braço da família Moy Lin Mah em Portugal, junto com Si Jeh Angela Carvalho, Sushma e Daniel Junior. Novas oportunidades podem surgir deste vôo. Este promete ser um tempo de um novo desabrochar para nossa Si Jeh Helena e também para a nossa família Moy Lin Mah.

Despite the distance from the Copacabana School, we know that she will always be around, in our hearts, memories and of course, in conversations via whastapp :). In addition, Si jeh Helena joins the arm of the Moy Lin Mah family in Portugal, along with Si Jeh Angela Carvalho, Sushma and Daniel Junior. New opportunities may arise from this flight. This promises to be a time of a new blossoming for our Si Jeh Helena and also for our family Moy Lin Mah.
Voltando a falar dos meus estudos de chinês,quanto a mim, foi necessário um ciclo inteiro de doze anos, para justamente na entrada deste "Ano do Porco", ao ver Helena se despedindo(FOTO), concordar com a Laoshi: É melhor dizer "ZaìJiàn" ("Ver de novo em breve"). Ou, como diria Evandro Mesquita em um dos hinos da BLITZ: "...Bye Bye, baby, Bye Bye..."

Back to my studies in Chinese, as for me, it took a whole cycle of twelve years, for just at the entrance of this "Year of the Pig", when I saw Helena saying goodbye (PHOTO), agree with Laoshi: It is better to say "ZaìJiàn". Or as Evandro Mesquita would say in one of BLITZ (brazilian rock band) hits: "... Bye Bye, baby, Bye Bye ..."

Foto oficial da Família Kung Fu minutos antes de Helena cruzar o portão de embarque.
Official Kung Fu Family photo minutes before Helena crosses the boarding gate.




The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com








terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

HOW I LEARNED TO USE CHINESE SEALS

Certa vez, no pior momento da minha carreira, estava sentado com Si Fu em sua varanda de seu prédio no Península no bairro da Barra da Tijuca. Era noite, Gui e William pintavam a parede da sala de Si Fu, e ele me dava toda sua atenção. Lembro de ter dito algo como: "Si Fu, nós somos muito diferentes!" - Sentado do outro lado do sofá que ficava em sua varanda, com as duas pernas sobre o mesmo, ele perguntou : "Como assim?" - Expliquei então a ele: "...É como se fosse uma praia...Como se eu estivesse na beira da água..." - 'Explica melhor' - disse ele. Eu prossegui: "...Minhas duas grandes referências são o senhor e o meu avô. Meu avô é como se fosse a areia: O jeito brigão, 'porradeiro', de resolver tudo na 'raça', é mais familiar para mim. O senhor é como se fosse o mar. É como se eu entrasse num bote e enxergasse a areia cada vez mais longe, e isso assusta...  O senhor tem coragem em tomar decisões que eu acho que nunca teria...Acho que é mais ou menos isso. O mar me assusta, a areia é mais tranquila..."

Once, at the worst moment of my career, I was sitting with Si Fu on his balcony at his home in the Barra da Tijuca neighborhood. It was night, Gui and William were painting the wall of Si Fu's living room, and he gave me his full attention. I remember saying something like: "Si Fu, we are very different!" - Sitting on the other side of the couch that stood on his balcony, with both legs over it, he asked, "What do you mean?"-  Then I explained to him- , "... It's like a beach ... Like I was at the water's edge ..." - "Explain better,"-  he said. I went on: "... My two great references are you and my grandfather. My grandfather is like the sand: The bully way, to punch and kick, to solve everything with that 'macho attitude', is more familiar to me. You're like the sea. It's like I step into a boat and see the sand farther and farther, and it scares me ... You have the courage to make decisions that I think I would never have ... I think it is. more or less, the sea scares me, the sand is quieter ... "



Oito anos antes...
Eight years before ...
Era um Sábado em seu final de tarde. Eu tinha acabado de iniciar as atividades como Diretor do Núcleo Méier. Figuras icônicas como : André Almeida, Fabio Sá, Rodrigo Moreira e Clayton Meireles, nem sonhavam em começar a praticar no Méier.
Naquele final de Sábado de 2011, Vladimir e Gui,dois dos meus irmãos Kung Fu, cuidavam da manutenção do Mo Gun. E, por alguma razão, Si Fu começou a me pedir para fazer algumas pequenas coisas que para mim eram um verdadeiro exercício de paciência como: Enquadrar, de forma centralizada, uma foto de Si Taai Gung Moy Yat numa moldura estilo "sanduiche"...

It was a Saturday afternoon. I had just started the activities as Director of the MYVT Meier School. Iconic figures such as André Almeida, Fabio Sá, Rodrigo Moreira and Clayton Meireles, neither dreamed of starting to practice at Méier School.
At the end of Saturday of 2011, Vladimir and Gui, two of my Kung Fu brothers, took care of the maintenance of the Mo Gun. And, for some reason, Si Fu started asking me to do some little things that for me were a real exercise in patience: How to frame, centrally, a photo of Si Taai Gung Moy Yat in a "sandwich" style frame. .
Depois disso, Si Fu(FOTO) falou um pouco sobre os selos em pedra feitos por Si Taai Gung Moy Yat e que haviam sido dados a ele ao longo dos anos. Alguns continham seu "Nome Kung Fu", outro o nome do "Núcleo Rio", e mais alguns tantos em diferentes formatos com diferentes dizeres.
Pacientemente, Si Fu me explicou como usar estes selos, de forma que toda a arte insculpida neles,saísse no papel. e depois me pediu: "Quero que você passe para o papel de maneira uniforme e perfeita, todos os carimbos, de forma a podermos mais tarde plastificá-los."

After that, Si Fu(PHOTO) spoke a bit about the stone seals made by Si Taai Gung Moy Yat and which had been given to him over the years. Some contained his "Kung Fu Name", another named the "Rio School", and a few more in different formats.
Patiently, Si Fu explained to me how to use these seals, so that all the art inscribed on them, could came out on paper. and then asked me, "I want you to put on the paper uniformly and perfectly, all the stamps, so that we can later plasticize them."
As primeiras tentativas ficaram completamente sofríveis, e eu tinha um agravante: Havia me comprometido a finalizar aquela "missão", mas na época, namorava uma menina que morava do outro lado da cidade. Eu estava na Zona Oeste e ela morava na Zona Norte, e de todas as justificativas que havia usada até aquele momento, como poderia desmarcar nosso encontro dizendo: "Ei! O Si Fu me pediu pra carimbar umas folhas de papel..."
Decidi que deveria acabar rápido, mas quanto mais corria, pior ficava.

The first attempts were completely painless, and I had an aggravation: I had committed myself to finish that "mission", but at the time, I was dating a girl who lived on the other side of the city. I was in the West Zone and she lived in the North Zone, and from all the justifications I had used up to that moment, how could I cancel our date by saying, "Hey, Si Fu asked me to stamp some sheets of paper ..."?
I decided I should end it fast, but the more I ran, the worse it got.
Estava em guerra dentro de mim! Nada daquilo fazia sentido! Comecei a pensar sobre porquê logo eu estava fazendo aquilo! Qual a real necessidade de se precisar daqueles carimbos Sábado as 18:00h? E eu não tinha saído nem do primeiro...  Pensei em desistir algumas vezes e dar alguma 'desculpa', mas sabia que se fosse embora, não importava se o Si Fu não descobrisse que era apenas uma 'desculpa', eu saberia, e me sentiria "derrotado".

I was at war within me! Nothing made sense! I started thinking about why I was doing it! What is the real need of those stamps Saturday at 18:00? And I had not even left the first ... I thought about giving up sometimes and giving some 'excuse', but I knew that if I left, it did not matter if Si Fu did not discover that it was just an 'excuse', I would know the truth, and I would feel "defeated".
Foi então que o Daniel Anchieta, filho do querido Vladimir, apareceu na cozinha e perguntou o que eu estava fazendo. Quem me conhece, sabe o quanto amo crianças! E quando dei por mim, estava sorrindo. Tudo, graças a presença do Daniel. Além disso, não achei adequado ficar fazendo minhas "caras feias" e "bufadas de irritação" na frente dele.

It was then that Daniel Anchieta, the son of dear Vladimir, appeared in the kitchen and asked what I was doing. Who knows me, knows how much I love children! And when I found myself, I was smiling. All thanks to Daniel's presence. Besides, I did not think it was appropriate to keep making my "ugly faces" and "snort of irritation" in front of him.
Mais relaxado, percebi que começava a tocar nos instrumentos, até mesmo nos guardanapos, de forma mais delicada. E como mágica, a tinta começou a passar cada vez mais para o papel. Posso lembrar com clareza, de sentir meu coração disparar. Por um milésimo de segundo, lembrei do meu 'encontro', mas havia ficado tão animado com meu progresso, que rapidamente, tudo o que importava eram os carimbos, a tinta e a folha de papel.

More relaxed, I realized that I was playing the instruments, even the napkins, in a more delicate way. And like magic, the ink began to move more and more to the paper. I can remember clearly, of feeling my heart soar. For a millisecond, I remembered my date, but I was so excited about my progress that all that mattered was the seals, the ink, and the sheet of paper.
De repente, já não me sentia tão apressado. A foto que você vê acima, foi tirada pelo Dani, enquanto eu fingia que a tinta do carimbo era sangue saído do meu nariz. Se você consegue imaginar uma criança pequena morrendo de rir(risos) esse é o som dessa foto.

Suddenly, I was not in such a hurry. The photo you see above, was taken by Dani, while I pretended that the seal´s ink was blood coming out of my nose. If you can imagine a small child dying of laughter (laughs) that is the sound of this photo.
Então, finalmente, consegui passar a tinta para o papel. Já era noite quando acabei, precisei desmarcar meu encontro, e na sequência, sai pra tomar sopa no restaurante Beco com Si Fu, Guilherme, Vlad e Daniel.

Then finally I was able to pass the ink onto the paper. It was already night when I finished, I had to cancel my datet, and in the following, I went out to have some soup in the restaurant "Alley" with Si Fu, Guilherme, Vlad and Daniel.

Seis anos depois...
Six years later...

Seis anos depois, na residência do membro vitalício de décima terceira geração Keith Markus. Entregava os primeiros "Nomes Kung Fu" de Décima Terceira Geração da história da Linhagem Moy Yat na América Latina. E se você reparar, na entrega usei meu carimbo pessoal. A mesma habilidade aprendida naquela tarde de Sábado de 2011.

Six years later, at the residence of thirteenth-generation disciple Keith Markus. I delivered the first "Kung Fu Names" of Thirteenth Generation of the history of the Moy Yat Lineage in Latin America. And if you notice, on the document I used my personal carved stone seal. The same skill learned that Saturday afternoon of 2011.

Dias atuais...
Nowadays...
 No vigésimo primeiro ano de convivência ininterrupta com Si Fu, confirmou-se na última semana a minha segunda viagem com ele para o continente europeu entre os dias 01 e 11 de Março. Uma viagem que vai muito além da minha pessoa, pois nesse momento, é difícil até de mensurar os benefícios que este movimento poderá gerar no futuro.
Se eu voltar por um momento, até aquela varanda enquanto falava para Si Fu do desafio de segui-lo,por sempre me colocar em situações que desafiam desde a minha paciência, mas principalmente minha inteligência e perseverança. Não dá pra dizer que é muito diferente de quando ele me pediu que carimbasse aquelas folhas de papel. Não poderia imaginar sentado ali, preocupado com um encontro, que poucos anos depois, estaria carimbando os documentos com os "Nomes Kung Fu" de meus futuros discípulos. Porém, mais interessante ainda, é descobrir, como a habilidade de seguir seu Si Fu, permite com que você deixe para trás camadas, que lhe impedem de ir muito mais longe, do que sequer sonhou.
Agora, nunca me pareceu tão certo, me aventurar mar adentro...

In the twenty-first year of uninterrupted living with Si Fu, last week I confirmed my second trip with him to the European continent between the 1st and 11th of March. A journey that goes far beyond my person, because at this very moment, it is difficult even to measure the benefits that this movement could generate in the future.
If I go back for a moment to that balcony while talking to Si Fu of the challenge of following him, for always putting me in situations that challenge from my patience, but mainly my intelligence and perseverance, it can not be said that it is very different when he asked me to stamp those sheets of paper. I could not imagine sitting there, worried about a date, that a few years later would be stamping documents with the "Kung Fu Names" of my disciples. But even more interesting is finding out how the ability to follow your Si Fu allows you to leave behind layers that keep you from going much further than you even dreamed.

Now, it never seemed so right, venturing out to sea ...


The Disicple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@gmail.com


domingo, 30 de dezembro de 2018

THE LAST JEDI: A KUNG FU PERSPECTIVE

Meu nome é Thiago Pereira, pratico uma arte marcial chinesa chamada Ving Tsun por duas décadas sob a tutela de Mestre Julio Camacho no Rio de Janeiro.
Desde 2007 escrevo minhas impressões dessa vida imersa no mundo das artes marciais chinesas, e dentre tantos textos, alguns foram sobre filmes que me chamaram a atenção. Mas apenas em 2017, ao assistir "Os últimos Jedi"(The Last Jedi,2017), algo tocou meu coração. Talvez por eu mesmo ter sido titulado Mestre desta arte a qual dediquei e dedico minha vida. Me encantei profundamente com a representação falha de Luke Skywalker.

My name is Thiago Pereira, I practice a Chinese martial art called Ving Tsun for two decades under the tutelage of Master Julio Camacho in Rio de Janeiro.
Since 2007 I write my impressions of this life immersed in the Chinese martial arts world, and among so many texts, some were about movies that caught my eye. But only in 2017, when watching "The Last Jedi" (2017) did something touched my heart. Perhaps because I myself have been titled Master of this art which I dedicated and dedicated my life. I was deeply enamored with Luke Skywalker's flawed performance.
Grão-Mestre Leo Imamura, é o Mestre de meu Mestre Julio Camacho. Ainda que com sua ascendência japonesa, pôde conviver por 14 anos com o Patriarca de nossa Linhagem : Patriarca Moy Yat . Ele se tornou uma das principais autoridades em Kung Fu, mais precisamente o Ving Tsun, na América do Sul desde os anos '80.
Grão-Mestre Leo Imamura diz em uma de suas entrevistas, que a figura estereotipada do Mestre advinda do cinema, não condiz com o que deveria acontecer de fato. O "Mestre" , é um ser humano que está completamente inserido na sociedade ao ponto de passar despercebido.

Grand Master Leo Imamura, is the Master of my Master Julio Camacho. Although with its Japanese ancestry, he was able to live for 14 years with the Patriarch of our Lineage: Patriarch Moy Yat. He became one of the leading authorities in Kung Fu, more precisely the Ving Tsun, in South America since the 1980s.
Grandmaster Leo Imamura says in one of his interviews that the stereotyped figure of the Master wich comes from the movies, does not match what should actually happen. The "Master" is a human being who is completely inserted into society to the point of going unnoticed.
(Grão-Mestre Leo Imamura pratica com seu Mestre, Patriarca Moy Yat nos anos '80)
(Grand Master Leo Imamura practices with his Master, Patriarch Moy Yat in the '80s)

Grão-Mestre Leo Imamura diz que "controlar" talvez seja uma palavra inapropriada para quando estamos tratando de emoções em situações de crise. Segundo ele, a palavra "gerenciar", talvez fosse mais apropriada. Desta forma, podemos entender que o "Mestre" por ter se dedicado com afinco ao desenvolvimento de seu "Kung Fu", terá mais condições de gerenciar suas emoções em situações em que  for requisitado.

Grandmaster Leo Imamura says that "to control" may be an inappropriate word for when we are dealing with emotions in crisis situations. According to him, the word "to manage" might be more appropriate. In this way, we can understand that the "Master" for having dedicated himself to the development of his "Kung Fu", will be better able to manage his emotions in situations where it is requested.
 Em "The Last Jedi"(2017), descobrimos que Luke Skywalker tentou restabelecer a Ordem Jedi, mas tudo se perdeu devido a precipitação de Luke em sua relação com seu principal discípulo Ben Solo .  Ben Solo tornou-se Kylo Ren e voltou-se para o "Lado Sombrio da Força" (anteriormente chamado de "Lado Negro").
Luke se exila num planeta chamado "Ahch-To" e neste filme, vemos a personagem Rey solicitando que Luke aceite-a como discípula. Tendo em vista todo o trauma sofrido pelo Mestre Jedi ao se sentir completamente fracassado no papel de mentor de Kylo Ren, ele recusa prontamente.

In "The Last Jedi" (2017), we discovered that Luke Skywalker attempted to re-establish the Jedi Order, but all was lost due to Luke's rashness in his relationship with his main disciple Ben Solo. Ben Solo became Kylo Ren and turned to the "Dark Side of the Force" ..
Luke exiles on a planet called "Ahch-To" and in this film, we see the character Rey requesting that Luke accept her as a disciple. In view of all the trauma suffered by the Jedi Master in feeling completely unsuccessful as Kylo Ren's mentor, he readily refuses.
(Eu e meu Mestre Julio Camacho)
(My master Julio Camacho and I)

Meu Mestre Julio Camacho(FOTO) , disse certa vez que é comum um discípulo sentir-se como se fosse único. Porém, ele também comentou em outra ocasião, que o fracasso de um discípulo começa quando ele pensa que é especial. Meu Mestre deu o seguinte exemplo a um companheiro de prática alguns anos atrás: "...Se um dos dedos de sua mão se separar, sozinho ele morre, porém, a mão continua viva com os outros dedos..." - Meu Mestre se referia ao fato de que a ideia de se destacar na lógica clássica chinesa, não é bem vista. Pois ao contrário da figura do herói que tanto conhecemos no ocidente que tende a se destacar com grandes feitos, na Cultura Clássica Chinesa, o estrategista que se dilui a ponto de perder a autoria de sua ação é mais aceita- "...Um bom estrategista, não tem seu nome lembrado, pois ele perdeu a autoria ao se deixar portar pela situação..." - Diz Mestre Julio Camacho.

My Master Julio Camacho (PHOTO) once said that it is common for a disciple to feel as if he were unique. However, he also commented on another occasion, that a disciple's failure begins when he thinks he is special. My Master gave the following example to a fellow practitioner a few years ago: "... If one of your fingers separates, alone it dies, but the hand is still alive with the other fingers ..." - My Master was referring to the fact that the notion of standing out in classical Chinese logic is not well regarded. For unlike the figure of the hero that we know so much in the West that tends to stand out with great deeds. In Chinese Classical Culture, the strategist who dilutes himself to the point where he loses the ownership of his action is more accepted- "... A good strategist, his name is not remembered, because he lost his authorship by letting himself behave in the situation .. "- says Master Julio Camacho.
No embate entre Mestre e Discípulo ao final do filme, percebemos um com o olhar fixo no outro, até que Luke diz: "Eu fracassei com você Ben. Sinto muito".

Grão-Mestre Leo Imamura disse certa vez em uma palestra no bairro da Freguesia no Rio de Janeiro, que uma de suas maiores alegrias, é quando um discípulo antigo retorna anos ou décadas depois para seu convívio, dando a ele uma segunda chance de fazer um melhor trabalho do que da primeira vez que tiveram contato. Isso acontece, porque tanto o discípulo quanto o Mestre estão em constante processo de amadurecimento, diferente dos estereótipos que vemos em filmes de um "Mestre infalível".

In the confrontation between Master and Disciple at the end of the film, we notice one staring at the other, until Luke says, "I failed you Ben. I'm sorry."

Grand Master Leo Imamura once said in a speech in the neighborhood of the Freguesia in Rio de Janeiro's west zone. That one of his greatest joys, is when an old disciple returns years or decades later to his conviviality, giving him a second chance to make a better job than the first time they had contact. This is because both the disciple and the Master are in the process of development unlike the stereotypes we see in films of an "infallible Master"


Kylo Ren diz a Luke, seu antigo mentor, na sequência : " Tenho certeza que sente. A Resistência está morta. A guerra acabou. E, quando eu matar você, terei matado o último Jedi."

Luke responde: "Incrível, cada palavra do que você disse está errada. A Rebelião renasceu hoje. A guerra está apenas começando. E eu não serei o último Jedi".


Kylo Ren tells Luke, his former mentor, "I'm sure you feel sorry. The Resistance is over, the war is over, and when I kill you, I will have killed the last Jedi."

Luke replies: "Incredible. Every word you said is wrong, the Rebellion is reborn today, the war is just beginning, and I will not be the last Jedi."


Afinal, o que é "Kung Fu"?
"Kung Fu" é um termo que reúne três ideogramas : 工 Kung (Trabalho) , 力 Lik (Energia) e 夫 Fu ("Homem Sábio").
Meu Mestre Julio Camacho costuma dizer que resumir algo tão rico quanto uma expressão assim com uma única e simples tradução, é um processo de empobrecimento dos seus potenciais significados.
Portanto, dentro do que vivenciei nessa trajetória até hoje, posso dizer que "Kung Fu" também se refere a ideia de "Acúmulo de potencial".  É a capacidade desenvolvida de acordo com "Momentos Oportunos" surgidos entre Mestre e Discípulo ao longo de um processo de investimento paciente para ambos, que desenvolverá o discípulo e também o Mestre como seres humanos.

After all, what is "Kung Fu"?
"Kung Fu" is a term that brings together three ideograms: 工 Kung (Work), 力 Lik (Energy) and 夫 Fu ("Wise Man").

My Master Julio Camacho usually says that summarizing something as rich as a chinese expression with a single simple translation is a process of impoverishing its potential meanings.
Therefore, within what I have experienced in this trajectory to this day, I can say that "Kung Fu" also refers to the idea of "Potential accumulation". It is the capacity developed according to "Opportune Moments" arising between Master and Disciple along a patient investment process for both, which will develop the disciple and also the Master as human beings.
Talvez por isso, a fala de Luke tenha representado tão bem o conceito clássico chinês de que um mesmo evento se desdobra em três etapas conforme escrevi aqui em artigo recente: "... 'Um é igual à três'. Desta forma, um acontecimento como este, divide-se em três momentos distintos: Pré-Evento. Este sendo um momento de pré-figuração, onde acima do nosso “querer”, está a 'realidade', a qual deveremos ouvir com atenção, caso desejemos ter sucesso. Depois, temos o “Trans-evento”, que é o momento aparente de um processo. Uma pessoa comum não consegue enxergar que uma determinada configuração que ela está vivenciando começou bem antes e vai gerar desdobramentos muito depois.
                Por falar nestes 'desdobramentos', chamamos de 'pós-evento' o momento de apreciação do que foi vivido para que tenhamos a oportunidade de realizar conscientemente pontos positivos e 'a melhorar' de um mesmo processo como forma de desenvolvimento humano..."

Perhaps this is why Luke's speech has represented so well the classic Chinese concept that the same event unfolds in three stages as I wrote in a recent article: "... One is equal to three. In this way, an event like this one, is divided into three distinct moments: 'The Pre-Event': This is a moment of pre-figuration, where above our "wanting" is the 'reality', which we should listen carefully if we want to succeed. Then we have "The Trans-event,":  Which is the apparent moment of a process. An ordinary person can not see that a certain configuration that he is experiencing has started well before, and will spawn much later.
Speaking of these 'unfoldings', we call the 'post-event' the moment of appreciation of what has been experienced so that we have the opportunity to consciously realize positive points and 'points to improve' of the same process as a form of human development ... "
Kylo Ren está "Preso" ao "trans-evento" e não consegue enxergar como os acontecimentos daquele episódio se desdobrariam no porvir com um grande potencial favorável à Resistência. Desta forma, seu Mestre Luke Skywalker, entende claramente quando sua participação em função do todo bastava, e só então Kylo Ren realiza que oferecera a vitória sem ao menos perceber. 
A isso, no clássico chinês "Sun Zi Bing Fat" ( 孙子兵法)  ou algo como "O método de Sun Zi para soldados" conhecido erroneamente no ocidente como "Arte da Guerra". Chamamos de "Conduta Feminina". 
A "conduta feminina" nada tem de relação com gênero , mas sim, com uma natureza não impositora , que ao se conectar com o adversário, através de um processo que se desenvolve , acolhe a vitória que o adversário oferece espontaneamente.

Kylo Ren is "stuck" to the "trans-event" and can not see how the events of that episode would unfold in the future with great potential for the Resistance. In this way, his Master Luke Skywalker, clearly understands when his participation in function of the whole was sufficient, and only then Kylo Ren realizes that he had offered the victory without even realizing it.
To that, in the Chinese classic "Sun Zi Bing Fat" (孙子兵 法) or something like "Sun Zi's method for soldiers"( erroneously known in the West as "Art of War"). We call it "Feminine Conduct."
The "feminine conduct" has nothing to do with gender, but rather, with a non-imposing nature, that when connecting with the adversary, through a process that develops, welcomes the victory that the opponent offers spontaneously.
Quando pensamos na "Trilogia Clássica de Star Wars", é possível observar claramente o conceito de "jornada do Herói", tendo na saga "Star Wars", um dos exemplos mais bem executados da história do cinema.

When we think of the "Classic Star Wars Trilogy", it is possible to clearly observe the concept of the "Hero's journey", with "Star Wars" as one of the best examples of cinema history.
(Mestre Julio Camacho no Templo Shaolin do Sul)
(Master Julio Camacho in Southern Shaolin Temple)

Por outro lado, meu Mestre Julio Camacho que esteve em sítios históricos de nossa arte marcial na China em algumas ocasiões, em sua primeira visita ao famoso Templo Shaolin ("Siu Lam" no dialeto cantonês), observou alguns jovens monges com curativos no topo de suas cabeças. Segundo ele, já tinha ouvido falar que monges jovens ao dormirem durante processos de meditação, levavam um golpe com uma vara fina do monge mais velho para que acordassem.

On the other hand, my Master Julio Camacho who has been in historical places of our martial art in China in some occasions. On his first visit to the famous Shaolin Temple ("Siu Lam" in the Cantonese dialect), he observed some young monks wearing bandages at the top of their heads. According to him, he had heard that young monks sleeping during meditation were taking a blow with a thin stick of the older monk to wake them up.
(Mestre Julio Camacho almoça a comida cultivada e preparada pelos próprios monges)
(Master Julio Camacho lunches the food cultivated and prepared by the monks themselves)

Porém, espantou meu Mestre saber que mesmo quando os jovens estavam dispostos em seus exercícios de meditação, vez ou outra levavam um golpe com a mesma vara na cabeça. Segundo ele, o monge teria dito que tratava-se de um processo semelhante a vida: Às vezes por falta de atenção durante um processo, a vida vem e nos "golpeia". Ainda assim, em outros momentos, mesmo fazendo tudo certo , a vida nos golpeia mesmo assim. 
Por isso, na Cultura Clássica Chinesa, não existe a ideia de uma "Jornada do Herói", nem mesmo , existe a figura de um "Herói". Existe o "potencial de situação" e pessoas que conseguem se apoiar nele. 

But it astonished my Master to know that even when the young men were willing in their meditation exercises, time and again they would carry a blow with the same stick on their heads. According to him, the monk would have said that it is a life-like process: Sometimes for lack of attention during a process, life comes and "hit" us. Still, at other times, even doing everything right, life hit us anyway. This is the life.
Therefore, in the Chinese Classical Culture, there is no idea of a "Hero's Journey", not even, there is the figure of a "Hero". There is the "potential situation" and people who can rely on it.
Na outra extremidade do filme, tomamos conhecimento do outro "Mestre" presente nesta história: Exatamente a irmã de Luke Skywalker: A líder da Resistência Leia Organa Solo. 
A relação de Mestre e Discípulo entre Léia e Poe Dameron em "The Last Jedi"(2017), passa magistralmente despercebida pelos olhos da maioria. 
Poe, um piloto destemido, tende a querer resolver qualquer situação apoiando-se somente em sua habilidade destacando-se dos demais. Com isso, não percebe que mesmo suas ações que aparentam terem sido bem sucedidas, possuem um alto preço a ser pago pela Resistência como um todo.

At the other end of the film, we learn of the other "Master" present in this story: Exactly the sister of Luke Skywalker: The leader of the Resistance Leia Organa Solo.
The relationship of Master and Disciple between Leia and Poe Dameron in "The Last Jedi" (2017), passes masterfully unnoticed by the eyes of the majority.
Poe, a fearless pilot, tends to want to solve any situation by relying solely on his ability to stand out from the others. With this, he does not realize that even his actions that appear to have been successful have a high price to pay for the Resistance as a whole.
Possivelmente a maior autoridade do ocidente em Cultura Clássica Chinesa, o Professor e sinólogo da Universidade Paris Diderot François Jullien(FOTO), em sua obra prima "Tratado da Eficácia"(Ed. 34 ,1997), comenta sobre o ímpeto do herói ocidental, ao qual se baseia também o piloto Poe Dameron: "... Mas não deixamos de manter os olhos voltados para;é, porém, 'dirigindo o olhar' para o ideal, que temos de pensar a ação. Mais precisamente, é 'em direção a ele' que com os olhos fixos conduziremos nossa obra. Mesmo que o justo meio seja relativo tanto às circunstâncias quanto aos indivíduos, ele é sempre objeto de mira (skopos), e sua perfeição se instaura como norma que devemos em seguida encarnar nos fatos. Permanece intacta a função do modelo posto como objetivo, que se determina num plano 'teórico' , e ao qual, uma vez estabelecido, deve a 'prática' submeter-se..."

Possibly the greatest Western authority in Classical Chinese Culture, Professor and Sinologist of Paris Diderot University François Jullien (PHOTO), in his masterpiece "Traité de L'efficacité" ( 1997), comments on the impetus of the Western hero, to which the pilot Poe Dameron is also based: "... "But we do not cease to keep our eyes turned towards it, but it is 'looking' at the ideal that we have to think about the action. More precisely, it is 'toward it' that with fixed eyes we will lead. Even if the just mean is relative to both the circumstances and the individuals, it is always object of sight (skopos), and its perfection is established as a norm that we must then incarnate in the facts. objective, which is determined on a 'theoretical' plan, and to which, once established, 'practice' must undergo ... " ... "
Leia precisa que Poe não seja apenas um piloto, mas se torne um líder. Ela enxerga nele os potenciais para tal, mas Poe tem problemas muito comuns a muitos aprendizes, sendo um deles,o de colocar sua personalidade à frente de seu papel em relação ao todo.

Leia says that Poe is not just a pilot but a leader. She sees in him the potentials for such, but Poe has problems very common to many apprentices, being one of them, to put his personality ahead of its role in relation to the whole.
(Eu e meu Mestre Julio Camacho)
(My master Julio Camacho and I)

Certa vez, disse meu Mestre Julio Camacho(FOTO) que atrapalha o fato do aluno "colocar a pessoa antes do artista marcial".  - Meu Mestre falava , em outras palavras, de um conceito presente na Cultura Clássica Chinesa, de que nossa capacidade de nos conectarmos com o outro e com o ambiente ao nosso redor para , baseados nisso, tomarmos a decisão mais adequada. Costuma ser atrapalhada pelo "excesso de camadas que temos em nosso coração/consciência". Essas "camadas", são pré-conceitos sobre um determinado tema, advindos de processos culturais em que estamos inseridos, ou simplesmente da educação que recebemos. (Dentre muitas outras possibilidades).

Once said my Master Julio Camacho(Photo), said that interferes the fact that the student "put the his personality before the martial artist". - My Master spoke, in other words, of a concept present in Chinese Classical Culture, that our ability to connect with the other and the environment around us, based on this, make the most appropriate decision. Usually it is disturbed by the "excess of layers that we have in our heart / mind". These "layers" are preconceptions about a certain theme, arising from cultural processes in which we are inserted, or simply from the education we receive. (Among many other possibilities).
Portanto, Leia chega a desperdiçar algum tempo tentando conscientizar seu discípulo Poe sobre aspectos de liderança sem sucesso. É somente quando ao sofrer um ataque no meio do filme, que aproveitando o potencial de situação, Leia faz alguns ajustes no cenário, de forma com que durante sua ausência, Poe possa se desenvolver como ser humano até que por evolução e naturalmente, atenda a sua vocação de líder.

Therefore, Leia even wastes some time trying to educate her disciple Poe about aspects of leadership without success. It is only when suffering an attack in the middle of the film, that taking advantage of the potential situation, Leia makes some adjustments in the scenario, so that during her absence, Poe can develop as a human being until by evolution and naturally, his vocation as leader.
Então , através desta magnífica relação entre Léia e Poe, observamos aquela que talvez seja a principal função de um Mestre para com seu discípulo: Ajudá-lo a retirar cada uma das camadas que o impedem de expressar sua humanidade. Portanto, entendemos que esse processo da relação Mestre-Discípulo, é sobre "retirar" e não "colocar" mais coisas. Como disse certa vez Grão-Mestre Leo Imamura.

Then, through this magnificent relationship between Leia and Poe, we observe that which is perhaps the main function of a Master to his disciple: To help him to remove each of the layers that prevent him from expressing his humanity. Therefore, we understand that this process of the Master-Disciple relationship is about "withdrawing" and not "putting" more things, as Grand Master Leo Imamura once said.
Rey é a outra discípula de Luke Skywalker presente nesse filme. Rey para mim, simboliza meu ideograma favorito dentre os mais de cinquenta mil presentes no idioma chinês: "Ging"(勁). 
"Ging"(勁) lê-se "Guin" , sem o som do "G". É a união dos seguintes ideogramas: O primeiro deles é o ideograma "巠" que também se pronúncia "Ging". Ele tem dentre seus significados, uma correnteza que passa por debaixo do solo. 
Esse conceito é muito bem-vindo na cultura clássica chinesa, quando pensamos na figura do "Haa Dai Tau" (下大頭) . Que é um jargão para uma liderança que nunca aparece. Onde "Haa"(下) significa "embaixo" ou "Por debaixo". Essa pessoa, faz as coisas acontecerem sem ser notada.

Rey is the other disciple of Luke Skywalker present in this film. Rey for me, symbolizes my favorite ideogram of the more than fifty thousand present in the Chinese language: "Ging" (勁).
"Ging" (勁) reads "Gin", without the sound of the "G". It is the union of the following ideograms: The first one is the ideogram "巠" which is also pronounced "Ging". It has among its meanings, a stream that passes under the ground.
This concept is very welcome in classical Chinese culture, when we think of the figure of "Haa Dai Tau" (下 大頭). That's a jargon for a leadership that never shows up. Where "Haa" (下) means "below" or "Underneath". That person, makes things happen without being noticed.
Meu Mestre Julio Camacho disse certa vez, que uma casa com vazamentos em suas tubulações tende, segundo uma das vertentes do que se conhece pela pronúncia do mandarim como "Feng Shui", a ser um ambiente com muito drama, choro, e tristeza. Por isso, é muito importante que se conserte essas infiltrações e vazamentos. 
Da mesma forma, é o ideograma "Ging"(勁). Já que esse mesmo potencial de uma força absurda que não está à vista como a água que passa por debaixo da terra.  É o drama, como um acúmulo exacerbado de água, dentro desta personagem, que por vários momentos ao longo da trama , a faz perder a conexão com seu mentor, e este em sua ansiedade, quase desistir dela por várias vezes.

My Master Julio Camacho once said that a house with leaks in its pipes tends, according to one of the strands of what is known by the pronunciation of Mandarin as "Feng Shui", to be an environment with much drama, crying, and sadness. For this reason, it is very important to repair such leaks.
In the same way is the ideogram "Ging" (勁). Since this same potential of an impressive force that is not seen as the water that goes underneath the earth, it is the drama within this character, like an amount of water inside her, that for several moments throughout the plot, makes her lose the connection with her mentor, and this in his anxiety, almost makes him give her up for several times.
E é apenas com a experiência significativa advinda da perda de seu mentor, que Rey decide-se por despertar seu potencial escondido["Ging"(勁)], influenciando de maneira decisiva os acontecimentos ao seu redor. 
E aqui, mais uma vez cito uma passagem com meu Mestre Julio Camacho, na qual ele fala sobre três maneiras de alguém se tornar um líder: "Uma delas, é o Mestre 'apontar' e dizer: 'Ele é o líder!'." - Disse ele - "A segunda" - prosseguiu -  "É por aclamação do grupo ao qual faz parte. E a terceira, é o praticante decidir ser um líder."

And it is only with the significant experience of the loss of his mentor, that Rey decides to awaken his hidden potential ["Ging" (勁)], decisively influencing the events around him.

And here again I quote a passage with my Master Julio Camacho in which he speaks about three ways for someone to become a leader: "One of them is the Master 'pointing' and saying, 'He is the leader!'. The second" -  he continued- "Is by acclamation of the group to which he belongs, and the third is that when he decides to be a leader by himself."
Muitas pessoas se frustraram com "The Last Jedi"(2017) , pois esperavam um Luke Skywalker imbatível e infalível como nos livros da série "Legends". Porém, talvez este tenha sido o ponto fundamental para me tocar tão profundamente: O fato de que quando eu iniciei o meu processo de aprendiz, o qual mantenho até hoje na relação com meu Mestre, eu também pensei que seria um dia imbatível e infalível. E foi muito interessante quando me titularam "Mestre", ao perceber que não era bem assim. De fato, é bem distante disso...
Portanto, olhar para o Luke Skywalker era olhar para mim mesmo, e perceber que nossa função como herdeiros de um legado, talvez seja apenas não ser o elo mais fraco da corrente.

Many people became frustrated with "The Last Jedi" (2017), expecting an unbeatable and infallible Luke Skywalker as in the "Legends" books. But perhaps this was the key to touching me so deeply: The fact that when I started my apprentice process, which I still maintain in my relationship with my Master, I also thought it would be unbeatable and infallible someday. And it was very interesting when they gave me my qualification title  of "Master", when I realized that it was not quite like that. In fact, it is far from that ...
So looking at Luke Skywalker was looking at myself, and realizing that our role as heirs to a legacy might just not be the weakest link in the chain.
Por fim, o conceito de "Grande Guerra" e "Pequena Guerra" que permeia todo o filme. Tendemos a entender o termo "Grande Guerra" como a luta em si. Reclamação de alguns fãs que disseram que faltaram lutas no filme. Porém, a parte que envolve o combate, é exatamente chamada de "Pequena Guerra". A guerra interna que travamos diariamente dentro de nós mesmos, ao precisarmos lidar com medos, inseguranças, crenças limitadoras, paradigmas, etc... Ou seja, todos os processos que nos impedem de expressar nossa humanidade devido a quantidade de camadas que existem entre nós e a realidade, esta, é a chamada "Grande Guerra".
No mundo das artes marciais chinesas chamado "Mo Lam", o verdadeiro Mestre é geralmente o mais gentil, pois sua hybris é tão baixa que ele consegue viver a vida de forma simples.
Por isso, observamos nesse filme também, que o tempo inteiro ele trata de pessoas travando essa "Grande Guerra". Seja dentro de si mesmas, como no caso de Luke, ou tentando despertar a consciência de aprendizes para esta batalha. O que meu Mestre Julio Camacho chama de: "A Luta do dia-a-dia"

Finally, the concept of "Great War" and "Little War" that permeates the entire film. We tend to understand the term "Great War" as the fight itself. Complaint from some fans who said there were no combat scenes enough in the movie. However, the part that involves the combat, is exactly called "Little War". The internal war that we have daily inside ourselves, when we need to deal with fears, insecurities, limiting beliefs, paradigms, etc ... That is, all the processes that prevent us from expressing our humanity due to the amount of layers that exist between us and the reality, this, is the so-called "Great War".
In the world of Chinese martial arts called "Mo Lam", the true Master is usually the most gentle one, because his hybris is so low that he can live life simply.
So, we see in this movie too, that the whole time he deals with people in the "Great War". Be within themselves, as in Luke's case, or trying to awaken the awareness of apprentices to this battle. What my Master Julio Camacho calls "The Fight of the day to day life"


The Disciple of Master Julio Camacho
Thiago Pereira "Moy Fat Lei"
moyfatlei.myvt@Gmail.com